Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Zylium - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : cloridrato de ranitidina

Apresentação :

Zylium 150 mg comprimido - embalagem com 20 comprimidos.
Zylium 300 mg comprimido - embalagem com 8 comprimidos.

Indicação : Zylium é indicado nos seguintes casos: Úlcera péptica gástrica e duodenal. Esofagite de refluxo. Gastrites e duodenites. Síndrome de Zollinger-Ellison.

Farmacocinética :

Zylium contém como substância ativa a ranitidina, bloqueador H2, capaz de inibir diretamente a secreção cloridropéptica do estômago.

Modo de Usar :

Dose inicial:
2 comprimidos de 150 mg ao dia (a cada 12 horas) ou 1 comprimido de 300 mg ao deitar.

Essa dose deverá ser mantida durante 4 a 6 semanas.

Poderá ser aumentada, em casos graves, para 2 comprimidos de 150 mg ou 1 comprimido de 300 mg, 2 vezes ao dia.

Dose de manutenção:
1 comprimido de 150 mg ao dia (de preferência ao deitar).

Manter esta dose durante alguns meses, a fim de prevenir recidivas.

Efeito Colateral :

Podem ocorrer alterações transitórias e reversíveis nos testes de função hepática.

Em poucos pacientes ocorreram leucopenia e trombocitopenia reversíveis, assim como raros casos de agranulocitose ou de pancitopenia, algumas vezes com hipoplasia ou aplasia de medula óssea.

Raramente foram observadas reações de hipersensibilidade (urticária, edema angioneurótico, broncoespasmo, hipotensão) quando da administração oral.

Muito raramente foram descritos bradicardia, bloqueio atrioventricular, cefaleia, tontura e confusão mental reversível, visão borrada, artralgia, diarreia discreta e fugaz, dor muscular, erupção cutânea, pancreatite aguda.

Existem poucos relatos de sintomas mamários em homens sob tratamento com ranitidina. a eficácia e a incidência de efeitos colaterais não são diferentes em pacientes com mais de 65 anos

Contra indicação :

Zylium é contraindicado em pacientes com hipersensibilidade a ranitidina ou a qualquer componente da formulação.

Advertências e Precauções

Zylium na gravidez e lactação: não tenham sido observados efeitos teratogênicos ou embriotóxicos, não se aconselha seu uso durante os períodos de gravidez e amamentação.

Na insuficiência renal, a dose deverá ser reduzida de acordo com o “clearance” de creatinina.

Pacientes com úlcera gástrica devem ter a confirmação do diagnóstico com exclusão de processo maligno, uma vez que, mesmo em neoplasias, o Zylium pode promover melhora da sintomatologia com consequente retardo do diagnóstico principal.

Zylium pode ser utilizado em pacientes acima de 65 anos de idade, desde que observadas as Contra Indicações , precauções, Interações Medicamentosas: e efeitos colaterais.

Interação Medicamentosa :

O uso simultâneo com cetoconazol pode ocasionar redução da absorção do cetoconazol.

Recomenda-se usar a ranitidina duas horas após o uso do cetoconazol.

Altas doses de sucralfate administradas concomitante com ranitidina podem diminuir a absorção desta.

O efeito não é observado quando sucralfate é administrado após um intervalo de duas horas.

Superdosagem :

Devem ser adotadas as medidas habituais para a remoção do material não absorvido pelo trato digestivo superior (lavagem gástrica), monitorização clínica e medidas de suporte.

Fórmula :

Cada comprimido contém 150 mg ou 300 mg de cloridrato de ranitidina.

Excipientes: celulose microcristalina, dióxido de silício, estearato de magnésio, Eudragit, propanona, álcool isopropílico, talco, dióxido de titânio, polietilenoglicol, corante.

Armazenamento

Onde como e por quanto tempo posso guardar este medicamento?

Zylium conserva-se bem em condições normais de armazenamento.

Deve ser guardado em ambiente seco e ao abrigo do calor excessivo.

O produto deve ser mantido em sua embalagem original, mesmo depois de aberta.

Fabricante :

Farmasa Laboratório Americano de Farmacoterapia S.A.

Rua Nova York, 245 - São Paulo - SP
CNPJ 61.150.819/0001-20

SAC: 0800-0114033

Medicamentos do mesmo fabricante :

Amplium, Eufor 20, Loralerg d, Loralerg, Lovacor, Loxiflan, Sercerin, Zylium


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.