Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Zost - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Trifluridina

Apresentação : Bisnagas contendo 3,5 g.

Indicação : Infecções corneanas recentes por Herpes simplex. Profilaticamente, para evitar recidivas das infecções herpéticas, tanto nos casos de córnea intacta como após ceratoplastia penetrante. Inflamações meta-herpéticas e afecções do estroma corneano acompanhado de irite herpética.

Contra indicação :

Hipersensibilidade à trifluridina

Modo de Usar :

Exclusivamente para uso tópico oftálmico. Aplicar 3 a 5 mm da pomada no saco conjuntival inferior, 3 a 4 vezes por dia, ou a critério médico. A dosagem pode ser reduzida gradativamente quando for notada melhora das lesões corneanas. Para evitar recidivas, o tratamento deve ser mantido ainda por alguns dias após a cura total das erupções herpéticas.

Efeito Colateral :

É bem tolerado mesmo em tratamentos prolongados, sendo raros os casos de intolerância. Somente 4,4% dos pacientes tratados experimentalmente com o produto evidenciaram efeitos adversos. Os mais frequentes são ardência transitória ou sensação de pontada após aplicação da pomada e edema palpebral. Menos frequentes, em ordem decrescente: ceratite punctata superficial, ceratite filamentosa, reação de hipersensibilidade, edema do estroma, irritação ceratopatia sicca, hiperemia e aumento da pressão intra-ocular.

Advertências e Precauções

Emprego durante a gestação: embora os ensaios realizados em animais não tenham indicado efeitos teratogênicos, o uso de antimetabólitos, como a trifluridina, apresenta risco potencial de provocar malformações. Assim, Zost não deve ser usado durante a gravidez, especialmente nos três primeiros meses. Se o tratamento for absolutamente indispensável durante este período, conforme critério médico, o produto deverá ser utilizado com a máxima cautela e pelo menor período de tempo possível. Zost deve ser prescrito somente a pacientes com diagnóstico clínico de ceratite herpética. Podem ser verificadas irritações locais da conjuntiva e córnea, geralmente passageiras. Não foi verificada resistência viral in vitro à trifluridina após exposições múltiplas, porém esta possibilidade não deve ser afastada. Interações Medicamentosas:: alguns fármacos tem sido administrados nos olhos concomitantemente com a trifluridina, não acarretando evidências aparentes de interações.

Fórmula :

Trifluridina 10 mg, excipiente q.s.p. 1 g. Excipiente: álcool cetílico, lanolina anidra, parafina líquida e vaselina branca.

Fabricante :

Allergan Produtos Farmacêuticos Ltda.

Endereço: Avenida Doutor Cardoso de Melo, 1855, São Paulo - SP, 04548-000
Telefone:(11) 3048-0500

SAC: 0800-144077

Medicamentos do mesmo fabricante :

Adermikon C, Albassol, Betagan, Blinkene, Danzen, Defatig, Doxium 500, Flumex N, Idu Oculum, Lumigan, Oxysept, Pertrim, Polipred, Slow K, Zincolok, Zost, Zypred


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.