Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Zofran - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : ondansetron

Apresentação : Caixas com 5 ampolas e caixas com 10 comprimidos.

Indicação :

Controle da náusea e do vômito induzidos por quimioterapia citotóxica e radioterapia. Zofran é também indicado para a prevenção e tratamento de náuseas e vômitos do pós-operatório.

Contra indicação :

Pacientes que apresentem hipersensibilidade conhecida à droga.

Modo de Usar :

Adultos: o potencial emetogênico do tratamento do câncer varia de acordo com as doses e combinações dos regimes de quimioterapia e radioterapia usados. A via de Administração e a dose de Zofran devem ser flexíveis na faixa de 8-32 mg/dia, e selecionada como demonstrada abaixo. Quimioterapia e radioterapia emetogênica: para muitos pacientes recebendo quimioterapia ou radioterapia emetogênica, Zofran 8 mg deve ser administrado com 1 injeção intravenosa lenta imediatamente antes do tratamento ou oralmente 1-2 horas antes do tratamento, seguida de 8 mg de 12-12 horas por via oral. Para prevenir contra a êmese tardia após as primeiras 24 horas Zofran deve ser continuado por via oral na dose de 8 mg, 2 vezes ao dia, por até 5 dias, após um curso de tratamento. Quimioterapia altamente emetogênica: para pacientes recebendo quimioterapia altamente emetogênica, por exemplo, altas doses de cisplatina, Zofran demonstrou ser igualmente efetivo nos seguintes esquemas de doses nas primeiras 24 horas da quimioterapia: a) 1 dose única de 8 mg através de injeção intravenosa lenta imediatamente antes da quimioterapia. b) 1 dose de 8 mg através de injeção intravenosa lenta imediatamente antes da quimioterapia seguida de 2 doses intravenosas adicionais de 8 mg, 2 e 4 horas após, ou através de 1 infusão contínua de 1 mg/hora por até 24 horas. c) 1 dose única de 32 mg diluída em 50-100 ml de solução salina de outro fluido de infusão compatível e infundida durante 15 minutos imediatamente antes da quimioterapia. A seleção do regime de dose deve ser determinada pela severidade emetogênica. A eficácia de Zofran em quimioterapia altamente emetogênica pode ser aumentada pela adição de 1 dose única intravenosa de 20 mg de fosfato sódico de dexametasona administrada antes da quimioterapia. Para prevenir contra a êmese tardia, após as primeiras 24 horas, Zofran deve ser continuado, por via oral, na dose de 8 mg, 2 vezes ao dia, por até 5 dias após um curso de tratamento. Crianças: a experiência é atualmente limitada, mas o ondansetron foi efetivo e bem tolerado em crianças acima de 4 anos, quando administrado intravenosamente na dose de 5 mg/m2 durante 15 minutos, imediatamente antes da quimioterapia, seguida de dose oral com comprimidos de 4 mg, 12 horas após. Pode-se continuar com 4 mg oralmente 2 vezes ao dia, por até 5 dias, após o término de um tratamento. Pacientes idosos: a eficácia e tolerância nos pacientes com idade acima de 65 anos foram similares àquelas observadas em adultos jovens indicando não haver necessidade de se alterar a dose ou via de Administração no idoso. Náusea e vômito do pós-operatório: adultos: para prevenção da náusea e vômito do pós-operatório, Zofran pode ser administrado oralmente na dose de 8 mg, 1 hora antes da anestesia, seguida de outras 2 doses de 8 mg em intervalos de 8 horas. Alternativamente, 1 dose única de 4 mg pode ser administrada através da injeção intravenosa lenta na indução da anestesia. Para tratamento da náusea e vômito do pós-operatório já estabelecidos é recomendada uma dose única de 4 mg administrada através de injeção intravenosa lenta. Crianças: ainda não há experiência com o uso de Zofran na prevenção e tratamento da náusea e do vômito do pós-operatório em crianças. Idosos: existem poucas experiências com o uso de Zofran na prevenção e tratamento da náusea e do vômito do pós-operatório em pessoas idosas. Pacientes com insuficiência renal: não é requerida qualquer alteração da via de Administração, dose diária ou frequência da dose. Pacientes com insuficiência hepática: o clearance do ondansetron é significativamente reduzido e a meia-vida plasmática significativamente prolongada em pacientes com insuficiência hepática moderada ou severa. Nestes pacientes a dose total diária não deve exceder 8 mg.

Efeito Colateral :

Os seguintes efeitos adversos podem ocorrer: cefaleia, sensação de calor ou rubor na cabeça e no epigástrio e aumento ocasional e transitório, assintomático nas aminotransferases. Sabe-se que o ondansetron aumenta o tempo do trânsito intestinal e por isso pode causar constipação em alguns pacientes. Têm ocorrido raros relatos de reações de hipersensibilidade imediata.

Advertências e Precauções

Gravidez: embora não tenham sido observados efeitos teratogênicos com estudos em animais e não havendo experiências em seres humanos, o ondansetron, como acontece com outras drogas, não deve ser usado durante a gravidez, especialmente durante o primeiro trimestre, a não ser que o benefício esperado seja maior do que qualquer risco provável ao feto. Lactação: os testes tem demonstrado que o ondansetron é excretado no leite de animais. Por este motivo recomenda-se que lactantes sob tratamento com ondansetron não devem amamentar.

Fórmula :

Injetável: ampolas contendo 4 mg/2 ml ou 8 mg/4ml de ondansetron (como cloridrato diidratado) em solução aquosa para administração IV. Comprimidos: 4 e 8 mg.

Fabricante :

Fabricado por: GlaxoSmithKline Brasil Ltda.Estrada dos Bandeirantes, 8.464
Rio de Janeiro - RJ
CNPJ: 33.247.743/0001-10
SAC: 0800 701 2233
Indústria Brasileira

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA

Medicamentos do mesmo fabricante :

Aas 150, Aeroflux, Aerolin Comprimido, Aerolin Spray, Aerolin Xarope, Aerolin, Aerotide, Agenerase, Alkeran, Altargo, Amoxil 500 mg, Amoxil 500 mg, Amoxil BD, Amoxil, Antak 300 mg, Antak 150 mg, Antak, Atenol, Atinac, Aturgyl, Augmentin Duo Comprimidos, Augmentin Duo, Augmentin ES, Augmentin SR, Augmentin, Biovir, Calpol, clavulin BD, clavulin, clotan, Dequadin, Fisohex_ii, Flixonase, Fluarix, Flutivate, Fortaz, Fraxodi, Havrix, Hiberix, Imigran solução, Imigran, Imigranradis, Imuran, Infanrix, Lacipil, Lamictal, Lanoxin, Lanvis, Leite Magnésia, Lidosporin, Loncord, Marevan, Mebenix, Naramig, Nimbium, Nimovas, Niquitin CQ 2, Niquitin, Otosporin, Panadol Extra, Panadol, Pronazol, Pylorid, Relifex 500 mg, Relifex, Ridaura, Seretide, Seroxat 20, Seroxat, Valtrex, Varilrix, Wellbutrin SR 150 mg, Wellbutrin SR, Wellbutrin XL 150 mg, Wellbutrin XL 300 mg, Wellbutrin XL, Wellbutrin xr, Welleferon, Zantac, Zeffix, Zentel, Ziagenavir, Zinacef-750-mg, Zinacef, Zinnat 125 mg, Zinnat Suspensão, Zinnat, Zofran, Zovirax 200 mg, Zovirax 250 mg, Zovirax 400 mg, Zovirax, zyban, Zyloric, zyrtec


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.

Emagrecimento e Aumento de Massa Muscular