Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Zirvit - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Betacaroteno

Apresentação : Comprimidos revestidos: Caixa com 30 comprimidos revestidos.

Indicação :

ZIRVIT deve ser utilizado como medicação preventiva e como coadjuvante terapêutico no tratamento de doenças originadas ou agravadas pela presença de radicais livres no organismo. Desta forma ZIRVIT pode atuar de forma auxiliar e/ou preventiva nos seguintes quadros fisiopatológicos: - Prevenção do envelhecimento celular - Doenças cardiovasculares e isquêmicas. - Doenças de natureza reumática. - Catarata - Deficiências imunológicas. - Pós procedimentos terapêuticos oncológicos (quimioterapia, radioterapia e cirurgia). - Redução dos radicais livres em indivíduos expostos a altas concentrações dos mesmos (tabagismo, alcoolismo e poluentes ambientais.)

Contra indicação :

ZIRVIT está contra-indicado em pacientes com antecedentes de alergia a qualquer constituinte de sua formulação. Informe ao seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início ou durante o tratamento.

NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DE SEU MÉDICO PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE. INFORMAÇÕES TÉCNICAS

Ação antioxidante geral: Existem inúmeras patologias relacionadas à presença de radicais livres no organismo. Estas doenças podem ser contidas na sua evolução ou mesmo evitadas nos indivíduos predipostos através da utilização de substâncias antioxidantes de forma rotineira e contínua. Estes radicais livres são formados durante o metabolismo normal e patológico, e apresentam de incomum uma alta reatividade química de tal forma a se ligarem em estruturas celulares nobres, como as membranas e outras organelas. Alteram assim a anatomia e a fisiologia celular, desencadeando inúmeras patologias que podem ser tanto funcionais (Processos Inflamatórios, Distúrbios Imunológicos, Distúrbios Isquêmicos e Distúrbios Neurológicos) como orgânicos (hipertensão, Neoplasias, Doenças de Alzheimer, Infartos, Catarata e AVC). Os conceitos modernos de prevenção e de terapêutica de apoio dessas doenças exigem a utilização dos varredores de radicais livres em doses elevadas e por períodos prolongados.

Balanço Radicais Livres / Substâncias Antioxidantes: Todos os componentes de ZIRVIT são encontrados na alimentação em concentrações relativamente suficientes para cobrir as necessidades mínimas diárias. Estas quantidades mínimas talvez tenham sido suficientes para neutralizar os radicais livres formados no homem de um século atrás. Hoje as condições de vida metropolitana, o consumismo, o stress, a poluição, os padrões alimentares e o fumo, tornam o balanço de antioxidantes naturais e radicais livres totalmente desfavorável exigindo-se a administração de antioxidantes sob a forma de medicamento.

Ações Antioxidantes Específicas: Os componentes de ZIRVIT foram associados no produto através de critérios extremamente científicos e lógicos para que se alcançassem os objetivos de proteger os meios lipossolúveis e os hidrossolúveis dos efeitos lesivos dos radicais livres através da ação direta de seus componentes . Ele fornece ainda oligoelementos importantes para auxiliar os mecanismos naturais de eliminação dos radicais livres. Assim, cada um dos seus componentes apresenta uma ação isolada e a soma desses efeitos isolados vai determinar uma potencialização do produto como um todo. Os comprimidos de ZIRVIT são revestidos através de um moderno processo farmacotécnico (film-coating) que permite programar a sua desintegração e dissolução no duodeno. Tal procedimento, proporciona uma absorção máxima de seus princípios ativos e elimina praticamente o risco de intolerância gástrica.Todos os oligoelementos, componentes de ZIRVIT, estão sob a forma de aminoácidos quelatos, que apresentam maior estabilidade química, não sofrem influências do pH do meio e utilizam sistemas naturais de absorção de aminoácidos. Estas características farmacológicas dos minerais-quelatos proporcionam uma melhor absorção e permitem uma melhor biodisponibilidade dos mesmos para exercerem suas atividades antioxidantes. Betacaroteno (Pró - Vitamina A): É um componente de características hidrofóbicas com importante papel na eliminação de radicais livres. Encontra-se ampla literatura, mostrando que, baixa ingestão de vitamina A se correlaciona com alta incidência de câncer de pulmão e do trato gastro intestinal. Alfa - Tocoferol (Vitamina E): Importante antioxidante lipossolúvel responsável pela proteção das membranas celulares, impedindo a peroxidação lipídica.

Ácido Ascórbico (Vitamina C): Em altas concentrações é a principal substância hidrossolúvel com ação antioxidante. A facilidade com que o ácido ascórbico se distribui para os diversos tecidos, devido a sua solubilidade plasmática, torna-o um agente imprescindível em um produto com Indicaçõesantioxidantes. Além de auxiliar a vitamina E na ação antioxidante tem uma importante função de prolongar a vida útil da mesma no organismo, pois atua na regeneração de suas funções.

Magnésio: As principais justificativas para a presença do magnésio em um medicamento com ação antioxidante, apesar de não haver descrição de seus efeitos neutralizadores de radicais livres, dizem respeito a sua ampla distribuição nos líquidos intracelulares, sua participação em diversos sistemas enzimáticos e a correlação entre Demência Senil do tipo Alzheimer com a deficiência deste íon.

Zinco: Impede a formação excessiva de radicais livres no organismo prevenindo o envelhecimento celular e o aparecimento de clones de células neoplásicas. É considerado fator preventivo do Diabetes, pois dentre as inúmeras enzimas que participam como cofator, uma delas, está diretamente envolvida na produção de insulina.

Cromo: Um dos objetivos da ação antioxidante é a prevenção de depósitos ateroescleróticos e o Cromo é um importante redutor dos níveis de LDL-colesterol e de triglicérides, que são gorduras prejudiciais ao organismo. Alguns trabalhos demonstram sua eficácia em aumentar o HDL-colesterol, efeito este benéfico para o paciente no sentido preventivo de depósitos ateromatosos. Estas ações vão se somar aquelas antioxidantes dos outros componentes na prevenção de doenças de natureza isquêmica.

Selênio: A forma complexada, permite a sua penetração nas células mucosas do duodeno sem sofrer ionização na luz intestinal. Uma vez alcançada a circulação, se distribui por todos os líquidos orgânicos e, vai atuar como cofator da enzima antioxidante glutationa-peroxidase. também exerce funções relacionadas a ação antioxidante da Vitamina E. É um importante ativador da resposta imunohumoral, aumentando os níveis de anticorpos e a atividade fagocítica dos leucócitos e macrófagos.

Manganês: A ação antioxidante do manganês é única, mas se reveste da maior importância pois integra uma das principais enzimas antioxidantes, a superóxido- dismutase mitocondrial.

Cobre: Embora concentrações elevadas de cobre possam até ter ação oxidante, em concentrações adequadas, sua ação antioxidante é extremamente importante para o organismo por ser cofator de enzimas naturais que promovem neutralização dos radicais livres. Destas enzimas, as mais importantes são a citocromo-oxidase, a superóxido-dismutase e os sistemas de oxidases.

Modo de Usar :

Uso profilático: 1 comprimido/dia, meia a uma hora antes do almoço ou do jantar. Coadjuvante terapêutico em patologias relacionadas aos radicais livres: 2 comprimidos/dia; 1 comprimido de meia a uma hora antes do almoço e 1 comprimido meia a uma hora antes do jantar. Recomenda-se a administração dos comprimidos de ZIRVIT meia a uma hora antes das refeições para se evitar desconforto ou dores abdominais devido a altas concentrações de vitaminas antioxidantes e pela presença dos sais aminoácidos quelatos. A terapêutica antioxidante com ZIRVIT deve ser contínua e prolongada. Só o médico pode definir a dose e o tempo de Administração de acordo com as peculiaridades do paciente e a (s) patologia(s) que apresenta.

Efeito Colateral :

ZIRVIT é bem tolerado, mas sua administração, de forma inadequada pode provocar mal-estar epigástrico e/ou dores abdominais.

Superdosagem :

A ingestão de doses elevadas de ZIRVIT podem provocar efeitos irritantes no tubo digestivo pela presença dos oligoelementos. É conveniente promover o esvaziamento gástrico nestes casos. Advertências e Recomendações para Paciente com Idade Superior a 65 Anos: ZIRVIT é bem tolerado em qualquer faixa etária. Apesar de estar constituído por muitos oligoelementos, a forma quelato reduz enormemente os sintomas de desconforto abdominal, exceto nos pacientes predispostos a úlceras e gastrites ou portadores destas patologias. Dores epigástricas episódicas com o uso de ZIRVIT são facilmente controladas com o uso da medicação de meia a uma hora antes das refeições.

USO ADULTO

Fórmula :

Comprimidos revestidos

cada comprimido revestido contém: Betacaroteno (Pró - Vitamina A) 5000 UI Ácido Ascórbico (Vitamina C) 500 mg Alfa - Tocoferol (Vitamina E) 200 UI Magnésio (Aminoácido Quelato) 25 mg Zinco (Aminoácido Quelato) 30 mg Cromo (Aminoácido Quelato) 50 mcg Selênio (Complexo) 25 mcg Manganês (Aminoácido Quelato) 5 mg Cobre (Aminoácido Quelato) 0,25 mg Excipiente: Lactose, Estearato de Magnésio, Gluconato Amido Sódico, Talco, Polissorbato, Acetona, Álcool Isopropílico, Polietilenoglicol, Dióxido de Titânio, Corante, Copolímero Ácido Metacrílico, Simeticona, Trietilcitrato e Água Destilada.

Informações ao Paciente

ZIRVIT contém um grupo de vitaminas com efeito antioxidante. Sua ação se faz retirando radicais livres do sangue, pois a presença dos mesmos promove o envelhecimento e a morte das células.

Cuidados Na Conservação

O medicamento deve ser conservado ao abrigo do calor excessivo, da umidade, da luz e em temperatura ambiente (entre 15 e 30°C). Prazo de validade: 24 meses após a data de fabricação Verifique o prazo de validade no cartucho. Não utilize medicamentos com o prazo de validade vencido. Conduta na gravidez e lactação: Embora os componentes de ZIRVIT sejam todos substâncias necessárias ao organismo, as concentrações das mesmas estão acima daquelas recomendadas como suplemento vitamínico para que o produto tenha ação antioxidante. Desta forma, a prescrição de ZIRVIT tanto na gestação, como na lactação, deve estar estritamente condicionada à situaçõe∆s clínicas específicas caracterizadas pelo médico assistente. Informe ao seu médico a Ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após seu término. Informar ao médico se está amamentando. Cuidados na administração e Precauções na Interrupção: ZIRVIT deve ser administrado próximo às principais refeições (almoço e jantar). A ingestão de ZIRVIT seguido por períodos superiores a 1 hora com o estômago vazio pode provocar dores epigástricas e sensação de desconforto abdominal. Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre o horário, as doses e a duração do tratamento. Não interromper o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

Fabricante :

Ativus farmacêutica Ltda.

Rua Fonte Mécia, 2050
Cep 13270-000 - CX Postal 489
Bairro São Pedro - Valinhos /SP
E-mail: ativus@ativus.com.br

Medicamentos do mesmo fabricante :

Antagon, Asmax, Azimix, Calcichell, Calman, Cinoflax, Colpist mt, Cortax, Dexador, Ferrin, Fluidin, Folifer, Ginotrax, Gynax n, Inflax, Klispel, Licovit, Livten 500 mg, Loratadina, Loremix d, Loremix, Meloxil, Miconan, Mivalen, Nasterid a, Nasterid, Nortec, Novativ, Xelix, Xirvit


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.

Curso Master O Cara da Foto