Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Xyloproct - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Lidocaína/21-acetato de hidrocortisona

Apresentação : Pomada. Bisnaga de 25 g.

Indicação : Alívio sintomático da dor e irritação associadas a hemorróidas, pruridos anais, proctite, formas leves de fissuras anais, uso paliativo pós-operatório. XYLOPROCT deve ser usado somente por curto período de tempo.

Contra indicação :

Hipersensibilidade aos anestésicos locais do tipo amida ou aos outros componentes da fórmula. Os glicocorticóides não devem ser usados em infecções causadas por vírus, bactérias, fungos patogênicos ou parasitas sem a terapia adequada concomitante. XYLOPROCT não deve ser usado em pele atrófica.

Modo de Usar :

Como com qualquer anestésico local, as reações e complicações são evitadas pelo emprego da mínima dose eficaz. A posologia para pacientes debilitados, idosos ou crianças deve estar de acordo com a idade e a condição física. A duração do tratamento não deve exceder 3-4 semanas. É recomendável um intervalo de 1-2 semanas. Uso externo: Aplique uma fina camada de pomada várias vezes ao dia na área afetada. Não se deve usar mais de 6 g ao dia.

Efeito Colateral :

Foram relatados raros casos de reações alérgicas com anestésicos locais (nos casos mais graves, choque anafilático). As reações adversas sistêmicas devidas aos anestésicos locais são raras e podem resultar de níveis plasmáticos elevados, devido à excessiva dosagem, rápida absorção, hipersensibilidade, idiossincrasia ou reduzida tolerância do paciente. As reações do SNC incluem: nervosismo, tontura, convulsões, inconsciência e, possivelmente, parada respiratória. As reações cardiovasculares incluem: hipotensão, depressão miocárdica, bradicardia e, possivelmente, parada cardíaca.

Advertências e Preucações

Deve-se tomar cuidado ao aplicar XYLOPROCT Pomada no reto com aplicador especial para evitar a introdução de uma quantidade excessiva, principalmente em crianças. Pode ocorrer absorção sistêmica de lidocaína, e altas doses podem causar reações do sistema nervoso central. XYLOPROCT não deve ser usado antes de se realizar um exame proctológico adequado, para excluir processos malignos. O uso prolongado e excessivo pode produzir efeitos sistêmicos próprios dos corticosteróides ou efeitos locais, como atrofia da pele. Deve-se ter cuidado especial em crianças. Se ocorrer irritação ou sangramento retal, o tratamento deve ser interrompido, o paciente deve ser examinado e deve-se instituir terapia adequada.

Superdosagem :

O tratamento do paciente com manifestações tóxicas consiste em assegurar adequada ventilação e controlar as convulsões. a ventilação deve ser mantida com oxigênio através de respiração assistida ou controlada. se ocorrer convulsão, esta deverá ser tratada rapidamente por Administração intravenosa de 50-100 mg de succinilcolina e/ou 5-15 mg de diazepam. como a succinilcolina causa depressão respiratória, esta só deve ser utilizada por médico com habilidade de realizar intubação endotraqueal e controlar um paciente totalmente paralisado. também pode-se usar 100-200 mg de tiopentona para cessar as convulsões. se ocorrer fibrilação ventricular ou parada cardíaca, deve-se realizar manobras efetivas de reanimação.

Fórmula :

Cada g contém: Lidocaína 50 mg; 21-Acetato de hidrocortisona 2,5 mg; Subacetato de alumínio 35 mg; Óxido de zinco 180 mg.

Interação Medicamentosa :

A lidocaína deve ser usada com cuidado em pacientes tratados com antiarrítmicos, como a tocainida, pois há adição de efeitos tóxicos.

Venda

Venda sob prescrição médica.

Uso durante a Gravidez e Lactação

É razoável assumir que a lidocaína e a hidrocortisona têm sido administradas a um grande de mulheres grávidas ou que possam vir a engravidar. Não foram relatados distúrbios específicos do processo reprodutivo, como, por exemplo, uma maior incidência de malformações ou outros efeitos nocivos diretos ou indiretos ao feto. A lidocaína e a hidrocortisona são excretadas no leite materno em pequenas quantidades. É improvável qualquer efeito no lactente nas doses terapêuticas. Como qualquer outra droga, a lidocaína e a hidrocortisona somente devem ser utilizadas durante a gravidez ou lactação se, a critério médico, os benefícios potenciais superarem os possíveis riscos.

Introdução

Xyloproct
Lidocaína/21-acetato de hidrocortisona
Subacetato de alumínio/óxido de zinco

Propriedades

XYLOPROCT destina-se ao tratamento da dor, prurido e desconforto que ocorrem em tecidos anorretais irritados. A lidocaína exerce ação anestésica local pela estabilização da membrana neural e, assim, impede o início e a condução dos impulsos nervosos. A lidocaína pode ser absorvida após aplicação na mucosa e seu início de ação é de 3-5 minutos. O metabolismo ocorre no fígado e tanto seus metabólitos como a droga inalterada são eliminados pelos rins. A hidrocortisona pertence ao grupo dos corticosteróides leves e é eficaz devido à sua ação antiinflamatória e antipruriginosa. A absorção pode ocorrer em peles intactas e mucosas. A hidrocortisona aplicada localmente é principalmente transformada na derme e epiderme em metabólitos inativos. O subacetato de alumínio e o óxido de zinco possuem propriedades adstringentes e anti-sépticas.

Fabricante :

Astra química e farmacêutica Ltda.

Rua Roque Petroni Jr., 999 - 8º andar
04707-910 - São Paulo - SP
Tel: 55 (011) 5561-1049 - Fax: 55 (011) 530-4746

Medicamentos do mesmo fabricante :

Astramorph, Bricanyl, Citanest 3, Diprivan, Emla disco, Emla creme, Emla penso, Emla, Foscavir, Lidopass, Lisinopril, Mysoline, Omeprazol, Propofol, Xylocaina, Xyloproct


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.


Jesus a Chave Hermenêutica, Curso exclussivo com o Pastor Caio Fábio