Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Urbanil - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Clobazam.

Classe terapêutica : Ansioliticos.

Apresentação : Caixas com 20 comprimidos.

Indicação : Urbanil e um derivado benzodiazepinico, e esta indicado no tratamento da ansiedade em todas as suas formas, apos a exclusao de causa organica, e da epilepsia do adulto e da crianca, em associacao ao tratamento anticonvulsivante de base. sua meia-vida plasmatica e de cerca de 20 horas, e a eliminacao e essencialmente renal (90%). no insuficiente renal e na pessoa idosa, os parametros farmacocineticos sao pouco modificados. no insuficiente hepatico, o metabolismo do produto e mais lento (a meia-vida e multiplicada por 2, e a concentracao maxima por 1,5). a ligacao a proteina e de 85-90%.

Efeito Colateral :

Sintomas moderados, transitorios e que ocorrem em decorrencia de dose diaria elevada ou sensibilidade individual: sonolencia, hipotonia muscular, amnesia anterograda (descrita essencialmente com os benzodiazepinicos injetaveis), sensacao de embriagamento, fadiga, cefaleia, vertigens, constipacao. rash e prurido podem ocorrer, em decorrencia de sensibilidade individual. manifestacoes paradoxais (hiperexcitabilidade, ansiedade, alucinacoes), impondo a suspensao do tratamento. a suspensao brusca do tratamento com benzodiazepinicos pode levar a uma sindrome de privacao, o qual pode ter como sintomas: alteracoes menores: irritabilidade, ansiedade, mialgias, tremores, insonia de rebote e pesadelos, nauseas, vomitos; excepcionalmente, alteracoes maiores: convulsoes isoladas, estado de mal mioclonico com sindrome confusional, podem aparecer apos alguns dias, e sao geralmente precedidos por sintomas menores. - superdosagem: os sinais de superdosagem sao os mesmos que para os outros benzodiazepinicos (depressao cardiorrespiratoria, alteracoes de consciencia, e eventualmente coma, se houver absorcao de alcool ou depressores do snc). o emprego de um antidoto especifico, como o flumazenil, associado ao tratamento sintomatico, deve ser em meio hospitalar.

Modo de Usar :

Ansiedade: adultos 15 a 60 mg/dia**; idosos: 10 a 15 mg/dia; individuos com insuficiencia renal, respiratoria ou hepatica: 10 a 15 mg/dia. (o medicamento deve ser descontinuado de forma progressiva, em caso de utilizacao prolongada, para evitar sindrome de privacao. a dose maxima pode ser de ate 120 mg/dia, em meio hospitalar). epilepsia: adultos: 0,5 mg/kg/dia, criancas: 1 mg/kg/dia.

Contra-Indicaçõesde Urbanil

Hipersensibilidade aos benzodiazepinicos; insuficiencia respiratoria severa.

Precauções :

Gerais: a ingestao de bebidas alcoolicas e formalmente desaconselhada durante o tratamento; em caso de utilizacao prolongada do produto, a suspensao deve ser progressiva, para evitar uma sindrome de privacao; duracao do tratamento ansiolitico: o tratamento nao deve ser prolongado inutilmente, pois atualmente ha poucos estudos que permitam avaliar a manutencao da eficacia em tratamentos de longo curso. miastenia: como ocorre com os outros benzodiazepinicos, a ingestao de urbanil so deve ser feita sob rigorosa vigilancia medica, nestes casos. depressao: antes de tratar um estado ansioso associado a instabilidade emocional, deve-se assegurar que o paciente nao sofre de depressao que requeira tratamento especifico ou complementar. pessoas idosas. a prudencia se impoe neste caso, e deve se diminuir a posologia (ver posologia). insuficiencia respiratoria moderada: o risco de agravacao da insuficiencia respiratoria impoe prudencia e reducao da posologia (ver posologia). insuficiencia renal: a posologia diaria e o ritmo de administracao do medicamento devem ser adaptados (ver posologia). insuficiencia hepatica: a posologia deve ser reduzida (ver posologia). - uso durante a gravidez e o aleitamento: gravidez: os estudos em animais nao evidenciaram efeito teratogenico nem fetotoxico. no entanto, parece recomendavel nao utilizar urbanil durante o primeiro trimestre de gestacao. deve-se evitar a prescricao de doses elevadas no terceiro trimestre, devido ao risco de hipotonia e insuficiencia respiratoria no recem-nascido. aleitamento: como o clobazam passa ao leite, sua utilizacao nao e recomendada durante a amamentacao. - interacoes medicamentosas: ver o item precaucoes. a tomada concomitante de cimetidina aumenta a taxa circulante do clobazam e seus metabolitos, e prolonga a sua meia-vida. neste caso, e conveniente adaptar a posologia de urbanil, se necessario. o risco de uma sindrome de privacao e aumentado por associacao de benzodiazepinicos prescritos como ansioliticos ou hipnoticos. uma potencializacao dos efeitos sedativos em caso de associacao com outros medicamentos que agem sobre o sistema nervoso central (hipnoticos, neurolepticos, tranquilizantes, opiaceos e aparentados) e possivel, e e necessario prudencia. efeito sobre a capacidade de dirigir automoveis e operar maquinas: existe a possibilidade de sonolencia diurna durante o tratamento.

Fórmula :

Urbanil 10 mg: clobazam 10 mg; excipiente q.s.p. 1 comprimido. urbanil 20 mg: clobazam 20 mg; excipiente q.s.p. 1 comprimido.

Fabricante :

Labooratórios Silva Araujo Roussel S.A.

Labs. Silva Araujo Roussel S.A.
Rua Do Rocha 155, Rio De Janeiro (RJ) 20969-900
Brazil

Medicamentos do mesmo fabricante :

Antietanol, Flanax, Fonergin, Hemogenin, Hidantal, Naprosyn, Otosynalar, Rulid_150_mg, Setux, Staporos, Urbanil


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.