Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Stacer - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : RANITIDINA

Apresentação : 300mg - Comprimidos revestidos

O nome deste medicamento STACER e apresenta-se sob a forma de comprimidos revestidos doseados a 300mg de Ranitidina (sob a forma de cloridrato) em embalagens de 12 e 30 comprimidos revestidos.

Indicação :

STACER é um antiulceroso antagonista dos receptores H2 (6.2.2.2.) indicado no tratamento de úlcera duodenal, úlcera gástrica, úlcera Pós-operatéria, síndrome Zollinger-Ellison, esofagite erosiva e esofagite de refluxo e na profilaxia do síndrome de aspiração de ácido, da úlcera de stress, em situações graves e na profilaxia das hemorragias recorrentes do trato gastrintestinal superior em doentes com história de hemorragia digestiva por úlcera péptica.

ANTES DE TOMAR STACER

Não tome STACER:

- se tem hipersensibilidade (alergia) Ranitidina ou a qualquer um dos componentes do medicamento.

Tome especial cuidado com STACER:

- em caso de insuficincia renal, visto que a principal via de excreo da Ranitidina é a renal; nestes casos a dose Deverá ser reduzida

- em caso de insuficincia hepática, uma vez que a Ranitidina metabolizada no fgado

- se apresenta história de porfria aguda, pois a Ranitidina pode precipitar ataques porfricos agudos

-é o tratamento com antagonistas H2 da histamina pode mascarar os sintomas associados com o carcinoma do estômago e pode, por conseguinte, atrasar o diagnóstico desta patologia; sempre que se suspeite de úlcera gástrica deve excluir-se a possibilidade de situao maligna antes de iniciar o tratamento com Ranitidina

- STACER, na forma farmacêutica comprimidos, não é aconselhável a crianças com idades inferiores a 6 anos, devido ao risco de asfixia que poderá ocorrer durante a administração dos comprimidos

Gravidez:

A Ranitidina atravessa a barreira placentária.

STACER só deverá ser utilizado durante a gravidez quando os possveis benefícios para a me justificarem os riscos para o feto.

Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento. Aleitamento:

A Ranitidina excretada no leite humano.

STACER só deverá ser utilizado no perãodo de lactao quando os possveis benefícios para a me justificarem os riscos para o lactente.

Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.

Conduo de veículos e utilização de máquinas:

STACER não interfere com a capacidade de conduzir e utilizar máquinas.

Informaçães importantes sobre alguns componentes de STACER:

STACER 300mg comprimidos revestidos contêm tartrazina (E 102), o que pode causar reações alérgicas, incluindo asma; as alergias so mais comuns em doentes alérgicos é aspirina.

Tomar STACER com outros medicamentos:

A Ranitidina, nos níveis séricos obtidos com as doses standard recomendadas, não inibe o citocromo P450 ligado função mista da enzima oxigenase e, por conseguinte, usada nas doses terapêuticas habituais não potencia o efeito de fármacos metabolizados por este sistema enzimático, como por exemplo o Diazepam, a Lidocana, a Fenitona, o Propranolol, a Teofilina e a Varfarina.

devido à possibilidade do Sucralfato alterar a absoro da Ranitidina recomendvel um intervalo de 2 horas entre a administração do Sucralfato e a administração por via oral de Ranitidina. Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos sem receita médica.

COMO TOMAR STACER

Tomar STACER sempre de acordo com as instruções do médico. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

Posologia/frequência da administração:

Crianças: a dose recomendada de Ranitidina no tratamento da úlcera péptica em crianças com idades compreendidas entre 1 mês e 16 anos de 2mg/Kg a 4mg/Kg duas vezes ao dia até um máximo de 300mg de Ranitidina por dia. No entanto, STACER, na forma farmacêutica comprimidos, não é aconselhável a crianças com idades inferiores a 6 anos.

Adultos:

Posologia recomendada/tempo de terapêutica

úlcera duodenal úlcera gástrica

150mg duas vezes por dia ou 300mg uma vez por dia ao deitar durante 4 semanas Para a úlcera duodenal podem também ser utilizadas doses de 300mg duas vezes por dia.

úlcera Pós operatéria

150mg duas vezes por dia durante 4 semanas

síndrome Zollinger-Ellison

150mg três vezes por dia; doses até 6g/diatêm sido bem toleradas

síndrome de aspiração de ácido

150mg 2 horas antes da induo da anestesia e de pReferência também 150mg na noite anterior

Esofagite de refluxo

300mg ao deitar ou 150mg duas vezes ao dia de manhã e à noite durante 8 semanas ou se necessário 12 semanas

Profilaxia da úlcera de stress

Profilaxia das hemorragias recorrentes do trato gastrintestinal superior

150mg duas vezes por dia

Insuficientes renais: Nestes casos, a posologia deve ser reduzida em função da creatininmia do doente. Em doentes com insuficincia renal grave (clearance de creatinina<50ml/min.) pode verificar-se acumulao da Ranitidina com elevao da concentração plasmática. Recomenda-se que a dose diária nesses doentes seja de 150mg. A hemodilise reduz o nível de circulao da Ranitidina. A situao ideal ser que, nestes casos o horrio da dosagem seja ajustado de forma a coincidir com o fim da hemodilise. Os doentes em dilise peritoneal ambulatéria crônica ou hemodilise crônica devem tomar 150mg de Ranitidina imediatamente após a dilise.

Modo e via de Administração:

STACER comprimidos revestidos para administração oral.

STACER deve ser administrado com um copo bem cheio de água. Se tomar mais STACER do que deveria:

Em caso de sobredosagem, recomenda-se a remoo gastrintestinal, bem como a monitorizao clínica e o tratamento em unidade hospitalar adequada com recurso a um tratamento de suporte.

Se for eventualmente necessário, a Ranitidina absorvida pode ser eliminada por hemodilise.

Caso se tenha esquecido de tomar STACER:

Em caso de omisso de uma dose, tomar o medicamento assim que possível; não fazé-lo caso esteja próxima a hora da dose seguinte; não tomar uma dose a dobrar para compensar a dose que se esqueceu.

Efeitos secundários STACER

A Ranitidina habitualmente bem tolerada; no entanto, podem surgir, alguns efeitos indesejáveis.

Os efeitos indesejáveis so mencionados segundo a seguinte classificação : muito frequentes (>1/10), frequentes (>1/100, <1/10), pouco frequentes (>1/1000, <1/100), raros (>1/10000, <1/1000), muito raros (<1/10000). A frequência dos efeitos adversos foi estimada a partir de relatos espontneos e de dados do perãodo de Pós-comercializao.

Doenças do sangue e do sistema linfático

Muitos raros: alteração reversível das contagens sanguíneas (leucopenia, trombocitopenia)

Foram relatados raramente casos de agranulocitose ou pancitopenia, por vezes com hipoplasia ou aplasia da medula óssea. Doenças do Sistema Imunológico

Raros: reações de hipersensibilidade (urticária, edema angioneurtico, febre, broncospasmo, hipotenso, dor torácica)

Muito raros: choque anafiltico

Estes efeitos foram relatados após Administração de uma dose única. Perturbações de carater psiquiátrico

Muito raros: confuso mental reversível, depresso e alucinações, predominantemente em indivíduos gravemente doentes e em doentes idosos Doenças do sistema nervoso

Muito raros: cefaleias (por vezes intensas), tonturas e alterações reversíveis dos movimentos involuntários Afecções oculares Muito raros: viso turva reversível

Estes relatos so sugestivos de alterações de acomodao. Cardiopatias

Muito raros: como com outros antagonistas dos receptores H2 foram relatados casos raros de bradicardia e bloqueio AV

Vasculopatias

Muito raros: vasculite

Doenças gastrointestinais

Muito raros: pancreatite aguda, diarreia

Afecções hepatobiliares

Raros: alterações transitérias e reversíveis nos testes da função hepática

Muito raros: hepatite (hepatocelular, colestática ou mista) normalmente reversível, com ou sem icterícia Afecções do tecidos cutâneos e subcutâneas

Raros: eruPóo cutânea

Muito raros: eritema multiforme, alopécia

Afecções musculosquelticas e dos tecidos conjuntivos

Muitos raros: sintomas mêsculo-esquelticos tais como artralgia e mialgia

Doenças renais e urinárias

Muito raros: nefrite intersticial

Doenças dos rgos genitais e da mama

Muito raros: impotncia reversível, sintomas mamrios em homens

Caso detecte efeitos secundários não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

CONSERVAO DE STACER

Conservar a temperatura inferior a 25ºC, em lugar seco.

MANTER FORA DO ALCANCE E DA VISTA DAS crianças

Fabricante ;

Laboratórios Atral S/A
Vala do Carregado
2600-726 Castanheira do Ribatejo - Portugal

Medicamentos do mesmo fabricante :

Amoclavam 125 mg, Amoclavam 500 mg, Amoclavam, Atralidon paracetamol, Deprive 4, Deprive 10, Dolovin, Ecapril, Stacer