Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Setux - Bula

Bula do medicamento a base de codeína, uma substância extraída do ópio, indicado como sedativo da tosse.

Princípio ativo : Codeína e Feniltoloxamina.

Classe terapêutica : Sedativos da Tosse

Apresentação : Suspenso aquosa. frasco com 100ml + copo medida

Indicação : Sedativo da tosse em todas as suas formas, tais como:
. tosse quintosa
. tosse espasmódica
. coqueluche
. tosse noturna
. tosse rebelde de origem faringolaríngeo: rinofaringites e laringites
. tosse rebelde de origem brônquica: traquelite, bronquites aguda e crônica
. tosse rebelde de origem pulmonar: pneumopatias agudas, estados gripais, afecções pulmonares crônicas, tosse dos tuberculosos

Efeito Colateral :

As reações mais frequentes só: constipação e sonolência.

Foram relatadas reações ocasionais, tais como: reações alérgicas (exantema, urticária, edema facial), broncospasmo, edema da glote, laringospasmo, depresso respiratória, estimulação central paradoxal, confuso mental, batimentos cardíacos irregulares, liberação de histamina (diminuição da presso arterial, batimentos cardíacos acelerados, aumento da sudorese, rubor facial, chiado ou respiração dificultosa), diminuição urinária, viso turva, tontura, fraqueza, sialosquese, falsa sensação de bem-estar, desconforto, cefaleia, hipotenso, anorexia, náusea e vômito, irritabilidade, calor, cansaço, espasmo uretral.

Foram também relatadas raras reações, tais como: convulsões, alucinações, depresso mental, rigidez muscular, principalmente nos músculos da respiração (em altas doses), paralisia do óleo ou megacólon tóxico, tremores, espasmo biliar, irritação gastrintestinal, pesadelos, dificuldade em dormir.

Estudos em animais mostraram que a codeína retarda a ossificação .

Modo de Usar :

Adultos (maiores de 15 anos)
. Tosses habituais: 1 colher das de sopa (15 ml) pela manhã e à noite:
. Tosses noturnas: 2 colheres das de sopa (30 ml) à noite;
. Tosses rebeldes: 1 colher das de sopa (15 ml) pela manhã, tarde e à noite.
Crianças
. De 30 meses a 5 anos: 1 colher das de café (2 ml) pela manhã e à noite;
. De 5 a 10 anos: 1 colher das de chá (5 ml) pela manhã e à noite;
. De 10 a 15 anos: 1 colher das de sobremesa (10 ml) pela manhã e à noite.
. A partir de 15 anos esta posologia pode ser dobrada.

Contra indicação :

. Hipersensibilidade a qualquer um dos componentes da fórmula.
.Diarreia associada É colite pseudomembranosa causada por cefalosporinas, lincomicinas (inclusive clindamicina tópica) ou penicilinas.
. .Diarreia causada por venenos ou substância tóxica.
. Depresso respiratória aguda.
. Em crianças menores de 30 meses de idade.

Modo de usar :

Adultos (maiores de 15 anos)
. Tosses habituais: 1 colher das de sopa (15 ml) pela manhã e à noite:
. Tosses noturnas: 2 colheres das de sopa (30 ml) à noite;
. Tosses rebeldes: 1 colher das de sopa (15 ml) pela manhã, tarde e à noite.

Crianças
. De 30 meses a 5 anos: 1 colher das de café (2 ml) pela manhã e à noite;
. De 5 a 10 anos: 1 colher das de chá (5 ml) pela manhã e à noite;
. De 10 a 15 anos: 1 colher das de sobremesa (10 ml) pela manhã e à noite.
. A partir de 15 anos esta posologia pode ser dobrada.

Informação Técnica

A tendência da moderna farmacologia de introduzir, cada vez mais na terapêutica, medicamentos de ao prolongada. Embora venham a facilitar a posologia, reduzindo o número de tomadas diárias, o principal objetivo é a manuteno de níveis séricos constantes e, portanto, uma atuação farmacodinâmica uniforme. SETUX introduz esta conquista da farmacologia no campo dos antitussígenos. Por serem Princípios ativos fixados em resina catiônica, a liberação se processa lentamente no organismo. Assim, com apenas duas tomadas diárias, a tosse sera combatida durante 24 horas.

A codeína tem intensa ao antitussígena, sendo menos potente que a morfina quanto é ao analgésica opioide. O uso crônico pode provocar dependência física e psíquica, com síndrome de abstinência quando da suspenso do medicamento. Como antitussígeno, suprime o reflexo da tosse por ao central direta.

A codeína e seus sais só absorvidos pelo trato gastrintestinal.

Foram relatadas absorções de fosfato de codeína por via retal. ingestão de fosfato de codeína produz picos de concentração plasmática em aproximadamente 1 hora. A taxa de ligação protéica muito baixa e a meia-vida de eliminação de 3 a 4 horas. O incio do efeito Analgésico de 30 a 45 minutos por via oral e o efeito máximo Analgésico é alcançado em 1 a 2 horas por via oral; a duração do efeito Analgésico, em pacientes não tolerantes, de 4 horas por via oral, intramuscular ou subcutânea; a duração do efeito antitussígeno de 4 a 6 horas por via oral.

A codeína sofre biotransformação hepática, metabolizada por Diosmetina e Diosmetina, originando o metabólito ativo (morfina) que corresponde a 10% da dose e outros metabólitos, tais como: norcodeína, normorfina e hidrocodona. A codeína e seus metabólitos só excretados quase que totalmente por via renal, principalmente como conjugados com ácido glicurônico.

A feniltoloxamina é um derivado etanolamínico Anti-histamínico bloqueador de receptores H1. é aplicável somente em preparações combinadas para o tratamento de tosses, resfriados e outras alterações respiratórias não graves. A feniltoloxamina também tem sido usada em combinações com codeína e/ou paracetamol para o tratamento de cefaleia, dores musculosqueléticas e outras condições dolorosas.

Outros histamínicos, incluindo hidroxizina, difenidramina, orfenadrina e pirilamina, também têm sido associados com a atividade analgésica adjuvante ou independente. A maioria dos mecanismos específicos que tem sido supostos incluem: Interações com aminas biogênicas do S.N.C ou Interações com um ou mais mediadores químicos da dor, tais como:
bradicinina, prostaglandina, substância P ou opioides. Interações com um sistema histaminérgico desconhecido ou ativação de nucleotídeos cíclicos, que podem atuar como regulador Analgésico do S.N.C, só outros mecanismos supostos.

Informação ao Paciente

Ao esperada do medicamento: SETUX É um medicamento base de codeína e feniltoloxamina utilizado como sedativo da tosse.

Cuidados de armazenamento: SETUX deve ser armazenado ao abrigo do calor excessivo.

Prazo de validade: vide cartucho. Ao adquirir o medicamento, confira sempre o prazo de validade impresso na embalagem externa do produto. Nunca use medicamento com prazo de validade vencido, pois pode ser prejudicial Saúde.

Gravidez e Lactação:

Informe seu médico a Ocorrência de gravidez durante o tratamento ou após o seu término ou se está amamentando.
Cuidados de Administração: siga corretamente as instruções do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e duração do tratamento. Recomenda-se não ingerir bebidas gasosas com SETUX, ou logo após sua administração.

Interrupção do tratamento:

Não interromper ou modificar o tratamento sem o conhecimento do seu médico.
reações adversas: informe seu médico o aparecimento de reações desagraveis tais como: problemas intestinais, sonolência, bem como quaisquer outros sinais ou sintomas.

Ingestão concomitante com outras substâncias: informe seu médico caso você utilize bradicinina, prostaglandina, substância P ou opioides. Informe também caso esteja utilizando drogas do tipo: inibidores da M.A.O. ou antidepressivos tricíclicos.

Contra-Indicações precauções:

O medicamento é contra indicado em pacientes que apresentam .Diarreia e problemas respiratórios. também contra indicado em crianças menores de 30 meses.
Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do incio, ou durante o tratamento.

Recomenda-se cautela ao utilizar SETUX, pois seu uso crônico pode provocar dependência física e psíquica Deve-se também ter cautela em pacientes que apresentam problemas de próstata e vesícula, reteno urinária, problemas oculares e respiratórios. ou que apresentam hipersensibilidade a outros Anti-histamínicos.

Precauções e Advertências

Deve-se ter cautela com o uso de SETUX em pacientes que apresentam hipersensibilidade a outros histamínicos, particularmente agentes do tipo etanolamínicos (ex. carbinoxamina, difenidramina, clemastina), em pacientes que apresentam hipertrofia prostática, reteno urinária, obstruo vesical, glaucoma de ângulo fechado e asma.

Deve-se proceder a descontinuação do tratamento (72 horas antes), para se executar testes cutâneos para alergia.

Recomenda-se não ingerir bebidas gasosas com SETUX, ou logo após, pois este medicamento é composto de Princípios ativos fixados em resina catiônica

O uso crônico de SETUX pode provocar dependência física e psíquica, com síndrome de abstinência quando da suspenso do medicamento.

Uso na gravidez e lactação: assim como todo medicamento, SETUX não deve ser utilizado durante a gravidez e lactação, a menos que a relação risco/benefício seja avaliada pelo médico e supere os possíveis riscos.

Interações Medicamentosas:

O uso de inibidores da M.A.O ou antidepressivos tricíclicos. com preparações de codeína pode provocar o aumento do efeito antidepressivo ou da codeína Anticolinérgicos ou codeína, quando usados concomitantemente, podem causar óleo paralítico.

Foram relatadas Interações da feniltoloxamina com mediadores químicos da dor, tais como: bradicinina, prostaglandina, substância P ou opioides.

Superdosagem :

Até o presente momento, não foi relatado nenhum sintoma decorrente de superdosagem.

Na Ocorrência de superdosagem, deve ser instituído tratamento sintomático e de suporte.

Fabricante :

Laboratório Silva Araújo Roussel S.A.

Rua Do Rocha 155, Rio De Janeiro (RJ) 20969-900
Brazil

Medicamentos do mesmo fabricante :

Antietanol, Flanax, Fonergin, Hemogenin, Hidantal, Naprosyn, Otosynalar, Rulid_150_mg, Setux, Staporos, Urbanil.


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada.

Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.

Emagrecimento e Aumento de Massa Muscular