Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Sedobion - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : brometo den-butilescopolamina

Apresentação : Caixa com 20 drágeas; frasco com 15 ml; caixas com 3 e 50 ampolas de 5 ml.

Indicação : Tratamento de estados dolorosos espasmédicos que exigem Além da terapêutica espasmoltica a administração de Analgésicos, tais como: célicas biliares, célicas renais, dismenorria, tenesmos.

Efeito Colateral :

Em pacientes sensíveis, independente da dose, a dipirona pode provocar reações de hipersensibilidade, com manifestações cutâneas do tipo alérgico. A reação de hipersensibilidade de maior importncia, embora bastante rara, é a Ocorrência de granulocitopenia ou agranulocitose, que sempre um quadro muito grave. Caso durante o uso de dipirona surjam manifestações cutâneas ou mucosas, principalmente na boca ou garganta, o tratamento deve ser suspenso e o médico imediatamente consultado. Pacientes com história de reação de hipersensibilidade a outra drogas ou substâncias podem constituir um grupo de maior risco e apresentar efeitos colaterais mais intensos, até mesmo choque. Neste caso o tratamento deve ser imediatamente suspenso e tomadas as devidas providncias médicas adequadas: colocar o paciente deitado com as pernas elevadas e as vias aéreas livres. Diluir 1 ml de adrenalina a 1:1000 para 10 ml e aplicar 1 ml por via endovenosa, a seguir uma dose alta de glicocorticóide. Se necessário, fazer reposio do volume sanguíneo com plasma, albumina ou soluções hidroeletrolíticas. Com o uso da escopolamina: rash cutâneo, urticária, confuso especialmente em idosos, sensao de desmaio, enjôo, cefaleia e pode-se observar midrase. Interações Medicamentosas:: não se deve ingerir bebidas alcolicas durante o tratamento com Sedobion porque o efeito do álcool pode ser potencializado. O uso concomitante com a metoclopramida pode antagonizar os efeitos desta. Sedobion não deve ser administrado concomitantemente ciclosporina. Igualmente não deve ser administrado a pacientes sob tratamento com clorpromazina, pois pode ocorrer hipotermia grave. O uso concomitante com haloperidol, a longo prazo, pode aumentar a presso intra-ocular.

Modo de Usar :

Sedobion drágeas: nos espasmos do trato digestivo e discinesias das vias biliares e urinárias, estados esPósticos dos rgos genitais femininos e dismenorrias: 1 a 2 drágeas com um pouco de água, deglutindo-se sem mastigar. Estas doses isoladas podem ser administradas 3 vezes ao dia, segundo as necessidades de cada caso, até conseguir-se o desaparecimento dos sintomas. Sedobion Gotas: nos espasmos de trato digestivo e discinesias das vias biliares e urinárias, estados esPósticos dos rgos genitais femininos, dismenorrias e como Analgésico e antipirático. Adultos: 20-40 gotas, 3 a 4 vezes ao dia. Crianças maiores: 10-15 gotas, 3 a 4 vezes ao dia. Crianças de 1 a 6 anos: 5-10 gotas, 3 a 4 vezes ao dia. Sedobion Injetível: em casos graves de célicas biliares e renais: 1 (uma) ampola de 5 ml, de pReferência por via intravenosa lenta (duração média de 3 minutos), eventualmente por via intramuscular profunda (intragltea), porêm nunca por via subcutânea. Observao: local da aplicação : exclusivamente nos quadrantes superior externos da regio gltea. Direo da agulha: rigorosamente sagital ou na direo da regio da crista ilaca. Profundidade de aplicação : com agulha suficientemente longa, para ter certeza de atingir o interior do mêsculo. Superdosagem: o tratamento segue os Princípios gerais de conduta no controle de intoxicações exôgenas.

Contra indicação :

Sedobion não deve ser administrado a pacientes com discrasias sanguíneas e com intolerância conhecida aos derivados pirazolúnicos ou com determinadas doenças como: porfiria hepática e deficincia congnita de glicose-6-fosfato-desidrogenase. Sedobion não deve ser administrado por perãodos prolongados, sem controle médico.

Precauções :

O produto pode produzir, excepcionalmente, reações idiossincrsicas caracterizadas por neuropenia e agranulocitose. Aconselha-se o controle sanguíneo (hemograma, srie branca e vermelha) nos tratamentos prolongados. Muito raramente, pode ocorrer por via parenteral, choque anafiltico. Neste caso, recomenda-se a administração imediata, por via intravenosa, de 75-100 mg de prednisolona, Além de um túnico circulatério. Aconselha-se uso criterioso nas seguintes situações: óleo paralítico, esofagites por refluxo, hárnia de hiato, hipertireoidismo, colite ulcerativa, glaucoma de ângulos aberto e fechado, disfunção hepática, síndrome de Down.

Fórmula :

Cada drágea contêm: brometo den-butilescopolamina 10 mg; dipirona sódica 250 mg; excipiente q.s.p. 1 drgea. Cada 1 ml das gotas contêm: brometo de n-butilescopolamina 6,67 mg; dipirona sódica 333,40 mg; veículo q.s.p. 1 ml. Cada ampola de 5 ml contêm: brometo de n-butilescopolamina 20 mg; dipirona sódica 2500 mg; água bidestilada q.s.p. 5 ml.

Fabricante :

Laboratório Sintofarma S.A.

R. Sergipe , 120 , Consolação, São Paulo - SP

Algifen, Cardalin, Cispride, Diprox, Dolamin, Fenasil, Fenasten, Flunazol, Infiltran b12, Invex spray, Invex, Levocarnin 1g, Naricin, Rubrobion 500, Rubrobion, Sedobion, Sintofenac, Sucret, Uroplex, Valix


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.


Jesus a Chave Hermenêutica, Curso exclussivo com o Pastor Caio Fábio