Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Saridon - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Cafeina, Propifenazona e Tetraidropiridina.

Classe terapêutica : Analgésicos e Antipireticos

Apresentação : Comprimido: 250 mg de paracetamol, 150 mg de propifezanol e 50 mg de cafeína.

Indicação : Analgésico e antitrmico.

Efeito Colateral :

Podem ocorrer as seguintes reações adversas devidas aos componentes da fórmula Saridon Roche:
Paracetamol: Nas doses usuais e principalmente no tratamento a longo prazo pode ocorrer disfunção hepática de intensidade varivel mas raramente necrose hepática; sob uso prolongado, podem surgir também discrasias sanguíneas. A literatura a respeito relata casos de trombocitopenia, pancitopenia, agranulocitose, anemia hemoltica e metahemoglobinemia, já tendo sido relatados casos de aplasia medular; o uso prolongado pode provocar necrose papilar renal; reações cutâneas tem sido relatadas e incluem principalmente eritema e urticária.
Propifenazona: erupções cutâneas em indivíduos sensíveis; uso prolongado pode originar agranulocitose.
Cafena: Nusea, cefaleia e insônia.

Modo de Usar :

Adultos: 1a 2 comprimidos.
Crianças: 1/2 a 1 comprimido.
Estas doses podem ser repetidas 2 a 3 vezes nas 24 horas.

Contra indicação :

é absolutamente contra indicado nos 3 primeiros meses de gravidez e após este perãodo só deverá ser administrado em casos de absoluta necessidade e sob controle médico.
Não utilizar em casos de reconhecida hipersensibilidade a um dos componentes da fórmula.

Precauções :

Deve ser administrado com cautela em pacientes com função renal ou hepática comprometidas. Embora haja poucos relatos de disfunção hepática nas doses habituais de medicamentos que contenham paracetamol, é aconselhável monitorar-se a função hepática nos casos de uso prolongado. Devido é ao de potencializao de
anticoagulantes cumarúnicos, não deve ser usado concomitantemente a estes medicamentos. Deve ser usado com cautela em pacientes que fazem uso regular de álcool ou barbitúricos devido ao risco de sobrecarga metabólica ou possível agravamento de comprometimento hepático já existente. Durante o tratamento, os pacientes devem abster-se de ingerir bebidas alcolicas. Cautela ao administrar o medicamento a portadores de úlcera. Como ocorre com outros medicamentos que atuam no SNC pode
ocorrer alteração na capacidade de dirigir veículos e comportamento no trfego.

Modo de usar :

Adultos: 1a 2 comprimidos.
Crianças: 1/2 a 1 comprimido.
Estas doses podem ser repetidas 2 a 3 vezes nas 24 horas.

Conduta Na Superdosagem

Nos casos de dose excessiva de paracetamol, os sintomas incluem: vômito, hemorragia gastrintestinal, disfunção hepática, disfunção renal, edema cerebral e necrose tubular renal. O rgo mais atingido é o fgado, ocorrendo necrose hepática que pode ser fatal Vários dias após a superdosagem. As evidências clínicas e laboratoriais da toxicidade podem ser aparentes até 40 a 72 horas após a ingestão.
A superdosagem de cafena ocasiona distúrbios ligados ao SNC e ao sistema circulatério: inquietao, excitao, tremor muscular, tinitus, escotomas cintilantes, taquicardia e extrassstoles.
Aumento da secreo gástrica e ulcerações podem ocorrer.
devido à propifenazona podem ocorrer: náuseas, sonolência, convulsões e coma.
O tratamento deve ser iniciado o mais rpido possível: o estômago deve ser esvaziado imediatamente através de aspiração gástrica e lavagem ou por induo de emese com xarope Ipeca. A estimativa da quantidade ingerida, principalmente se fornecida pelo paciente, não é um
dado confivel. Portanto, a determinao da concentração sérica de paracetamol deve ser obtida o mais rpido possível, mas não antes de 4 horas após a ingestão. A determinao da função hepática deve ser obtida inicialmente e a seguir a cada 24 horas. O antídoto N-acetilcisteína (fluimicil a 20%) deve ser administrado com urgência e dentro das 16 primeiras horas após a ingestão para obter bons resultados.
O seguinte esquema pode ser utilizado, usando N-acetilcisteína injetível: dose inicial de 150 mg/Kg de peso, intravenosa por 15 minutos, seguida de infuso de 50 mg/Kg de peso em 500 ml de dextrose a 5% por 4 horas e a seguir 100 mg/Kg de peso em 1 litro de dextrose a 5% nas
próximas 16 horas (totalizando 300 mg/Kg de peso em 20 horas).
Os sintomas centrais devidos cafena podem ser prontamente controlados com barbitúrico de ao curta.

Apresentação :

Comprimidos - caixas com 400.

Informações ao paciênte

O prazo de validade de Saridon de 36 meses a partir da data de fabricação (vide embalagem do produto).
O uso de remédios com prazo de validade vencido perigoso, pois não se pode prever a reação do organismo.
Este remédio til no combate febre e s manifestações dolorosas.
Em geral, o alívio dos sintomas (febre e dor) comeam a aparecer 60 minutos após a ingestão do remédio.
O comprimido deve ser tomado junto com água (1 copo).
Azia e enjôo podem ocorrer após a ingestão do remédio.
Caso surjam reações alérgicas (alterações na pele com coceira), informar imediatamente a seu médico.
O Saridon, como qualquer remédio contra dor e febre, não deve ser tomado durante um perãodo longo e em altas doses sem orientao médica.
Deve-se evitar a ingestão de bebidas alcolicas.
está formalmente contra indicado nos 3 primeiros meses de gravidez e após este perãodo só deve ser tomado sob orientao médica.
NO TOME Remédio SEM CONHECIMENTO DO SEU médico. PODE SER PERIGOSO PARA A SUA Saúde.
TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS crianças.

Interação Medicamentosa :

Possveis Interações podem ser observadas com os componentes da fórmula Saridon.
Paracetamol: Potencializa o efeito de anticoagulantes orais e de certos anti-hipertensivos; seu ndice de metabolizao pode ser potencializado pelo sorbitol e polisorbato 80; potencializa efeito da vasopressina.
Propifenazona: Sua excreo urinária pode ser aumentada pelos agentes acidificantes e diminuída pelos agentes alcalinizantes; o Alopurinol inibe o seu metabolismo e dessa forma aumenta sua toxicidade; altera a dose de anticoagulantes orais; seu metabolismo estimulado pelos barbitúricos e pela fenilbutazona; seu efeito potencializado por ácidos graxos por inibio de sua excreo urinária; pode ocasionar aumento de excreo urinária de vitamina C.
Cafena: Antagoniza o efeito depressivo do álcool sobre o SNC; combate o efeito depressivo sobre o SNC de altas doses de diazepam, a dose de medicamentos que contenham cafena deve ser reduzida em pacientes em uso de IMAO, sendo que o uso excessivo pode ocasionar reações hipertensivas; na superdosagem por propoxifeno a cafena aumenta a estimulao do SNC.

Fabricante :

BIOSINtátICA farmacêuTICA LTDA.

Remédios da mesma Classe terapêutica

A.a.s., Acetofen, Actiprofen, Algifen, Algizolin

Remédios que contêm o mesmo Princípio Ativo

Analgex, Antigripine, Antitermin, Benegrip, Cafergot

Classes Terapeuticas : Analgésicos, Antipireticos
Princípios Ativos: Cafena, Propifenazona, Tetraidropiridina
Advertência: O site Bulário-Brasil tem por objetivo a informação e divulgao de temas médicos. As informaçães aqui divulgadas não deverão ser utilizadas como substituto para o diagnóstico médico ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um médico. Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico, pode ser perigoso para a sua Saúde.

Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.