Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Rifocina M - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípios ativos : Rifamicina e Rifamida.

Classe terapêutica : Antibióticos Sistêmicos

Apresentação :

Solução injetável 150 mg: caixas com 5 e 25 ampolas.
Solução injetável 75 mg: caixas com 5 e 25 ampolas.

Indicação : . Infecções por germes Gram-positivos s rifamicinas, sempre em combinao com outro antibiótico ativo:
. Infecções da pele e tecidos moles (abcessos, flegmães, furunculose, piodermites, panarcio, erisipela); infecções broncopulmonares, septicemia estafiloccica e osteomielite.
. Infecções das vias biliares causadas por germes Gram-positivos, Gram-negativos e por flora mista, na ausência de obstruo dos ductos biliares ou sindromes septicmica.

Efeito Colateral :

A RIFOCINA M geralmente bem tolerada; em raros casos poderão haver reações de hipersensibilidade com eruPóo cutânea; raramente poderá ocorrer edema de glote e choque anafiltico.
Excepcionalmente poderão ocorrer distúrbios gastrintestinais (náuseas, vômitos ou diarreia) ou hepáticos (elevao moderada da bilirrubina e/ou de transaminases e icterícia). poderá haver coloração alaranjada da pele, mucosas, lgrimas e urina.

Contra indicação :

Em pacientes com antecedentes de hipersensibilidade às rifamicinas, com insuficincia hepática grave ou com obstruo total dos ductos biliares.

Advertências

Tem-se relatado casos de germes mutantes resistentes durante o tratamento (fundamentalmente estafilococos) e este fato deve ser considerado nos casos de falha terapêutica nas quais deve-se mudar o antibiótico. Nos casos de bacteremia comprovada, as concentrações séricas de rifamicina não so bactericidas para todos os germes implicados e portanto deve-se utilizar terapia combinada com outros antibióticos. A rifamicina compete com a excreo biliar de bilirrubina e de bromosulfalena no trato biliar. Por este motivo pode-se observar um aumento transitório dos níveis séricos destas substâncias, particularmente em pessoas com disfunção hepática. Nestes pacientes aconselha-se realizar avaliações das funções hepáticas utilizando-se amostras de sangue na manhã anterior primeira administração do produto. Em pacientes com isuficincia renal, a posologia, a Princípio, é a habitual, porêm em tratamentos prolongados e em doses elevadas, deve-se avaliar as concentrações séricas do antibiótico.
RIFOCINA M contêm metabissulfito de potássio, o qual pode desencadear reações alérgicas incluindo choque anafiltico ou episódios asmáticos menos severos em pessoas sensíveis.
A prevalncia geral de sensibilidade ao sulfito na populao em geral não É conhecida e provavelmente seja baixa. A sensibilidade ao sulfito é observada mais frequentemente em pessoas asmáticas.
Uso na gravidez e lactao: a experiência clínica internacional desde o lanamento do produto não revelou nenhum caso de teratogenicidade atribuvel ao produto. Apesar disto, como qualquer outro produto, RIFOCINA M não deve ser administrada durante a gravidez e a lactao a menos que a juzo do médico, os benefícios potenciais superem os prováveis riscos do tratamento.

Fórmula :

Solução injetável 150 mg
Cada ampola de 3 ml contêm:
Rifamida....................150 mg
Solução injetável 75 mg
Cada ampola de 1,5 ml contêm:
Rifamida....................75 mg

 

Informações ao paciênte

ndice
Cuidados de armazenamento: conservar em lugar fresco e ao abrigo da luz.
Prazo de validade: desde que sejam observados os cuidados de armazenamento RIFOCINA M apresenta prazo de validade de 2 anos. Não use medicamento com prazo de validade vencido, pode ser prejudicial para sua Saúde.
RIFOCINA M é um antibiótico.
Siga corretamente as instruções de seu médico quanto ao emprego do produto, não interrompendo ou modificando o tratamento sem antes consult-lo. Informe-o também se estiver grávida, amamentando ou se ficar grávida durante o tratamento.
Qualquer reação desagradável deve ser comunicada ao médico. Podem ocorrer náuseas, vômitos, diarreia e, raramente, reações alérgicas. Coloração alaranjada da pele, mucosas, lgrima e alterações da função hepática ocorrem com altas doses.
Informe seu médico se voc tem problema de fgado ou de rim, se tem ou já teve alergia s rifamicinas ou se está tomando outros medicamentos.
Os anticoncepcionais orais podem não ser to eficazes durante o tratamento, portanto, utilize outro método para evitar a gravidez.
TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS. NO TOME Remédio SEM O CONHECIMENTO DO SEU médico. PODE SER PERIGOSO PARA SUA Saúde.

Interação Medicamentosa :

têm sido relatadas Interações de possível significado clínico com os anticoagulantes, antidiabéticos orais, compostos digitlicos e anticoncepcionais orais.

Posologia e Modo de Usar

A posologia média para adultos de 2-3 ampolas repartidas em intervalos iguais de tempo; nas crianças, 6-30 mg por Kg de peso corPóreo, em 2-3 doses, regularmente repartidas nas 24 horas.
Em formas particularmente graves e sempre a critério médico, tais doses podem ser aumentadas.
Para obter melhores resultados teraPóuticos, continuar a administração por alguns dias após o desaparecimento da febre, e evitar doses insuficientes.

Propriedades

RIFOCINA M corresponde quimicamente a dietilamina da rifamicina B (C43 H58 N2 O13) antibiótico pertencente a famlia das rifamicinas, produzidas pelo Streptomyces mediterranel, nova esPócie, isolada nos Laboratórios de Pesquisa Lepetit.
A atividade antibacteriana se manifesta em concentrações particularmente baixas sobre os germes Gram-positivos, mesmo resistentes a outros antibióticos, e sobre os germes Gram-negativos em concentrações superiores, o espectro antibacteriano estende-se também ao Mycobacterium tuberculosis. Em relao aos demais antibióticos, RIFOCINA M não apresenta resistância cruzada.
RIFOCINA M exerce uma clara ao protetora nas infecções experimentais por germes Gram-positivos, com ndice teraPóutico inteiramente favorvel. Sua toxicidade inferior a dos mais conhecidos antibióticos produzidos pelos estreptomicetos.
No emprego clínico, a elevada atividade da RIFOCINA M com Referência aos germes Gram-positivos (estafilococos, estreptococos, pneumococos, etc.) encontra confirmao no tratamento das infecções causadas pelos agentes supra-mencionados.
E de particular importncia em terapêutica, a atividade excepcional da RIFOCINA M contra o estafilococo resistente , agindo nas mesmas concentrações contra o estafilococo sensível, o que não acontece com as penicilinas semi-sintáticas.
Concentrações plasmáticas de 2 m g/mltêm sido alcançadas 2 horas após dose intramuscular de 250 mg. A sua excreo feita principalmente pela bile e somente pequenas quantidades aparecem na urina, Portanto, RIFOCINA M particularmente indicada na terapêutica das infecções das vias biliares, mesmo se causada por germes Gram-negativos.

Superdosagem :

Em caso de superdosagem poderá ocorrer icterícia decorrente da maior captao do antibiótico pela célula hepática e que desaparece espontaneamente em 24 a 48 horas.

Fabricante :

Merrell Lepetit Farmacêutica Ltda.

Rua Goianinha , 321 , Curicica, Rio de Janeiro - RJ

Medicamentos do mesmo fabricante :

Calcort, Dorflex, Equilid 200 mg, Flebocortid, Plasil, Rifocina M, Sabril


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.

Emagrecimento e Aumento de Massa Muscular