Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Recormon - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : cloreto de sódio, polisorbato 20, dihidrogenofosfato de Sódio. monohidrogenofosfato de sódio, cloreto de cálcio, glicina, L-leucina, L-isoleucina, L-treonina, L-ácido glutêmico, L-fenilalanina.

Classe terapêutica : Antianemicos.

Apresentação : RECORMON 1000: Caixa com 6 frascos-ampola + 6 ampolas diluentes x 1 ml. RECORMON 2000: Caixa com 6 frascos-ampola + 6 ampolas diluentes x 1 ml RECORMON 5000: Caixa com 6 frascos-ampola + 6 ampolas diluentes x 1 ml.

Indicação : RECORMON É indicado no tratamento da anemia associada insuficincia renal crônica em pacientes sob dilise Tratamento da anemia renal sintomática em pacientes com insuticincia renal crônica que ainda não foram submetidos dilise RECORMON também indicado para o tratamento da anemia associada ao cncer e quimioterapia (mielossupressora ou nefrotóxica) e na anemia do portador de AIDS e submetido ao tratamento com zidovudina RECORMON pode ser utilizado para aumentar o rendimento de sangue autlogo em pacientes em um programa de pré-doao iniciado pare evitar o uso de sangue homlogo.

Efeito Colateral :

Sisfema cardiovascular - Pacientes anmicos e com insuficincia renal crônica: A reação adversa mais frequente durante o tratamento com a epoetina beta é um aumento na presso sanguínea ou agravamento da hipertenso pré-existente, especialmente em casos de rpido aumento do hematécrito. Uma crise hipertensiva com sintomas similares encefalopatia (por exemplo, cefaleia, confuso, distúrbios sensoriais e motores - tais como distúrbios da fala ou da marcha - até convulsões túnico-clínicas) podem ocorrer, mesmo em pacientes com presso sanguínea normal ou baixa. Isto requer a ateno imediata do médico e cuidado médico intensivo Deve-se ter ateno particular com cefaleias lancinantes sbitas, semelhantes a enxaquecas, como um possível sinal de aviso. Sangue - Pacientes anmicos e com insuficincia renal crônica: Pode ocorrer um aumento moderado dose-dependente na contagem de plaquetas dentro da faixa normal, durante o tratamento com a epoetina beta, especialmente após Administração intravenosa. Este aumento regride com a continuao do tratamento. O desenvolvimento de trombocitose muito raro. Recomenda-se que a contagem de plaquetas seja monitorizada regularmente durante as 8 primeiras semanas de tratamento. Frequentemente um aumento na dose de heparina durante a hemodilise pode ser necessário como resultado do aumento no hematécrito (risco de ocluso do sistema de dilise). Pode ocorrer trombose do 'shunt', especialmente em pacientes quetêm uma tendência hipotenso ou cuja fstula arteriovenosa exiba complicações (por exemplo estenoses, aneurismas) Na maioria dos casos, observa-se uma queda nos valores de ferritina juntamente com um aumento no hematécrito. Assim, recomenda-se reposio de ferro oral com 200 a 300 mg de Fe2+ por dia em todos os pacientes com valores séricos de ferritina abaixo de 100 ng/ml ou saturação de transferrina abaixo de 20%. Em casos isolados, pode ocorree hiperpotassemia temporria e hiperfosfatemia. Outros - Em casos isolados, foram observadas reações do tipo anafiltico

Modo de Usar :

Sisfema cardiovascular - Pacientes anmicos e com insuficincia renal crônica: A reação adversa mais frequente durante o tratamento com a epoetina beta é um aumento na presso sanguínea ou agravamento da hipertenso pré-existente, especialmente em casos de rpido aumento do hematécrito. Uma crise hipertensiva com sintomas similares encefalopatia (por exemplo, cefaleia, confuso, distúrbios sensoriais e motores - tais como distúrbios da fala ou da marcha - até convulsões túnico-clínicas) podem ocorrer, mesmo em pacientes com presso sanguínea normal ou baixa. Isto requer a ateno imediata do médico e cuidado médico intensivo Deve-se ter ateno particular com cefaleias lancinantes sbitas, semelhantes a enxaquecas, como um possível sinal de aviso. Sangue - Pacientes anmicos e com insuficincia renal crônica: Pode ocorrer um aumento moderado dose-dependente na contagem de plaquetas dentro da faixa normal, durante o tratamento com a epoetina beta, especialmente após Administração intravenosa. Este aumento regride com a continuao do tratamento. O desenvolvimento de trombocitose muito raro. Recomenda-se que a contagem de plaquetas seja monitorizada regularmente durante as 8 primeiras semanas de tratamento. Frequentemente um aumento na dose de heparina durante a hemodilise pode ser necessário como resultado do aumento no hematécrito (risco de ocluso do sistema de dilise). Pode ocorrer trombose do 'shunt', especialmente em pacientes quetêm uma tendência hipotenso ou cuja fstula arteriovenosa exiba complicações (por exemplo estenoses, aneurismas) Na maioria dos casos, observa-se uma queda nos valores de ferritina juntamente com um aumento no hematécrito. Assim, recomenda-se reposio de ferro oral com 200 a 300 mg de Fe2+ por dia em todos os pacientes com valores séricos de ferritina abaixo de 100 ng/ml ou saturação de transferrina abaixo de 20%. Em casos isolados, pode ocorree hiperpotassemia temporria e hiperfosfatemia. Outros - Em casos isolados, foram observadas reações do tipo anafiltico

Contra-Indicações:

RECORMON não deve ser utilizado em casos de hipertenso não controlada e hipersensibilidade conhecida droga. Estudos em animais revelaram que não ocorrem efeitos teratogúnicos em condições terapêuticas. No entanto, RECORMON não deve ser utilizado durante a gravidez e lactao porque a experiência até o momento insuficiente.

Precauções :

O uso indevido de RECORMON por pessoas saudveis (por exemplo, para doping) pode levar a um aumento excessivo do hematécrito. Este produto deve ser utilizado apenas sob superviso hospitalar Em casos isolados, foram observadas reações do tipo anafiltico . Desta forma, recomenda-se que a primeira dose seja administrada sob superviso médica Epoetina beta não deve ser utilizada em crianças menores de 2 anos porque a experiência clinica ainda insuficiente. RECORMON deve ser utilizado com cuidado na presena de tumores malignos, epilepsia, trombocitose e insuficincia renal crônica Devido a um possível aumento na presso sanguínea ou agravao de hipertenso pré-existente, a presso sanguínea deve ser monitorizada regularmente e também entre as dilises (particularmente no inicio da terapia), e eventuais aumentos tratados se necessário Deficincias de ácido fólico e vitamina B12 devem ser excluídas porque reduzem a eficácia de RECORMON. Grave sobrecarga de alumínio devido ao tratamento da insuficincia renal pode comprometer a eficácia de RECORMON Recomenda-se revises precoces dos 'shunts" e profilaxia da trombose, por exemplo, com ácido acetilsalicílico, especialmente em pacientes com tendência hipotenso ou complicações na fistula. Os níveis plasmáticos de potássio e fosfato devem ser monitorizados regularmente. Foi relatada uma elevao dos níveis de potássio em alguns pacientes urmicos. Quando RECORMON é usado em um programa de pré-doao autloga, as diretrizes oficiais dos Princípios da doao de sangue devem ser consideradas, em particular: apenas pacientes com hematécrito maior ou igual a 33% (hemoglobina maior ou igual a 11 g/dl) podem doar: cuidado especial deve ser tomado com pacientes com menos de 50 kg de peso corPóreo; o volume unitario retirado não pode exceder aproximadamente 12% do volume de sangue estimado para o paciente.

Modo de usar :

Sisfema cardiovascular - Pacientes anmicos e com insuficincia renal crônica: A reação adversa mais frequente durante o tratamento com a epoetina beta é um aumento na presso sanguínea ou agravamento da hipertenso pré-existente, especialmente em casos de rpido aumento do hematécrito. Uma crise hipertensiva com sintomas similares encefalopatia (por exemplo, cefaleia, confuso, distúrbios sensoriais e motores - tais como distúrbios da fala ou da marcha - até convulsões túnico-clínicas) podem ocorrer, mesmo em pacientes com presso sanguínea normal ou baixa. Isto requer a ateno imediata do médico e cuidado médico intensivo Deve-se ter ateno particular com cefaleias lancinantes sbitas, semelhantes a enxaquecas, como um possível sinal de aviso. Sangue - Pacientes anmicos e com insuficincia renal crônica: Pode ocorrer um aumento moderado dose-dependente na contagem de plaquetas dentro da faixa normal, durante o tratamento com a epoetina beta, especialmente após Administração intravenosa. Este aumento regride com a continuao do tratamento. O desenvolvimento de trombocitose muito raro. Recomenda-se que a contagem de plaquetas seja monitorizada regularmente durante as 8 primeiras semanas de tratamento. Frequentemente um aumento na dose de heparina durante a hemodilise pode ser necessário como resultado do aumento no hematécrito (risco de ocluso do sistema de dilise). Pode ocorrer trombose do 'shunt', especialmente em pacientes quetêm uma tendência hipotenso ou cuja fstula arteriovenosa exiba complicações (por exemplo estenoses, aneurismas) Na maioria dos casos, observa-se uma queda nos valores de ferritina juntamente com um aumento no hematécrito. Assim, recomenda-se reposio de ferro oral com 200 a 300 mg de Fe2+ por dia em todos os pacientes com valores séricos de ferritina abaixo de 100 ng/ml ou saturação de transferrina abaixo de 20%. Em casos isolados, pode ocorree hiperpotassemia temporria e hiperfosfatemia. Outros - Em casos isolados, foram observadas reações do tipo anafiltico

 

Informaçães Técnicas

A epoetina beta idêntica em sua composição epoetina isolada da urina de pacientes anmicos A epoetina é uma glicoproteina que estimula a formao de eritrcitos a partir de precursores do compartimento de células indiferenciadas, agindo como fator estimulante da mitose e hormnio de diferenciao. após a administração de epoetina beta, o nmero de eritrcitos, os valores de Hb e as contagens de reticulcitos aumentam, assim como também aumenta a incorporação de 59Fe. Foi encontrado um aumento na incorporação in vitro de 3H-timidina nas células eritrides nucleadas do bao (cultura de células de bao de camundongo) após incubao com epoetina beta. A epoetina beta estimula especificamente a eritropoese e não afeta a leucopoese Não foram detectadas ações citotóxicas da epoetina beta sobre a medula óssea ou células epidérmicas humanas. após Administração única de epoetina beta não foram observados efeitos sobre o comportamento ou atividade motora dos camundongos e função circulatéria ou respiratéria de
ces. Não há Indicaçõesde desenvolvimento de anticorpos antiepoetina beta em humanos Estudos tarmacocinéticos em voluntários sadios e pacientes urmicos mostram que a meia vida da epoetina beta administrada intravenosamente fica entre 4 e 12 horas. O volume de distribuio corresponde a uma a duas vezes o volume plasmático após Administração subcutânea de e poetina beta a pacientes urmicos, a absoro retardada resulta em um platé da concentração sérica, enquanto a concentração máxima é alcançada após uma média de 12 a 26 horas. A meia vida terminal aparente major do que após a administração intravenosa, com uma média de 13 a 26 horas. A biodisponibilidade da epoetina beta após Administração subcutânea fica entre 23 e 42% se comparada é Administração intravenosa.

Fabricante :

Asta médica Ltda.

Endereço
Rua Glicério, 497 Liberdade - Sao Paulo
CEP: 01.514-000 - São Paulo - SP

Telefone: (11) 3209-1660

Medicamentos do mesmo fabricante :

Benflogin, Dasten, Dilatrend, Dualid S, Erdotin, Eriflogin, Euglucon 5 mg, Flogo rosa, Flogoral, Genuxal, Holoxane, Ilosone, Isocord, Kamillosan, Katadolon, Lanitop, Maliasin, Meracilina, Microvacin, Miltex, Mitexan, Miticocan, Montricin, Multigen-al, Narcaricina, Neprazol, Nisulid, Orofungin, Ossopan 800, Ostac, Paraqueimol, Prelone, Recormon, Rino-lastin, Ronvan, Rumalon, Selvigon, Sonin, Zanidip


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.

Curso Master O Cara da Foto