Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Progresse - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo :

Apresentação : Embalagem com 30 cápsulas de 300 mg e 400 mg.

Indicação : Gabapentina É um agente anticonvulsivante indicado como adjuvante no tratamento de crises convulsivas parciais com ou sem generalizao secundária, resistentes aos fármacos habitualmente utilizados, em pacientes com idade superior a 12 anos. evidências sugerem a ao da gabapentina: no tratamento da dor neuroPótica decorrente do diabetes e do herpes-zster; em pacientes com esclerose lateral amiotrófica; em pacientes com crises convulsivas generalizadas.

Efeito Colateral :

As reações adversas relacionadas ao uso de gabapentina descritas so as seguintes: o efeito hematológico possível leucopenia. No sistema cardiovascular ocorreram vasodilatao e edema perifrico com baixa frequência. No sistema nervoso central, os efeitos mais comuns foram sonolência, tonturas e ataxia, principalmente no incio do tratamento. Outros efeitos menos frequentes foram tremores, fala pastosa, concentração ou memria prejudicadas e cefaleia. há alguns relatos de caso em que pacientes com as mais diferentes doenças associadas tiveram aumento na frequência de convulsões parciais, generalizadas e crises de ausência. Quanto ao sistema endócrino, notou-se aumento de peso em alguns pacientes. O uso de gabapentina aumentou a frequência de náuseas, vômitos e desconforto gástrico. Secura na boca, constipao e aumento do apetite também foram notados. No sistema geniturinário alguns pacientes queixaram-se de impotncia. No sistema respiratério rinite, tosse e faringite foram associados ao uso do gabapentina. No sistema tegumentar, prurido, erupções cutâneas, acne e eczema foram relatados. Os efeitos oculares associados ao uso de gabapentina foram viso embaada, diplopia, ambliopia e nistagmo.

Modo de Usar :

A dose efetiva comum de gabapentina de 900 a 1800 mg/dia, por via oral, dividida em três tomadas diárias. O fármaco pode ser titulado a partir de uma dose inicial de 300 mg no primeiro dia do tratamento, 300 mg duas vezes ao dia no segundo dia e 300 mg três vezes ao dia no terceiro dia. O ajuste posterior da dose feito de acordo com a resposta de cada paciente. - Uso pediátrico: a segurança e eficácia não foram estabelecidas, nos pacientes abaixo de 12 anos. - Uso geritrico: com a idade há um decaimento no clearance renal da gabapentina, o que pode ser explicado pelo declnio normal da função renal, sugerindo que doses mais baixas devam ser, inicialmente, consideradas. - Superdosagem: alguns casos de superdose de até 49 gramas foram relatados, sendo notadas diplopia, fala pastosa, sonolência, letargia e diarreia. Em todos os casos os pacientes se recuperaram apenas com terapia de suporte, a hemodilise s foi indicada em casos extremos ou quando a função renal se mostrava importantemente comprometida.

Contra indicação :

contra indicado a pacientes que apresentam hipersensilibidade gabapentina. - Gravidez e lactao: não há estudos controlados em mulheres grávidas. Não se sabe se gabapentina eliminada no leite materno e qual o efeito do fármaco no lactente. Portanto, a gabapentina pode ser usada durante a gravidez ou em lactantes, somente quando os benefícios justificarem os possveis riscos ao feto ou lactente.

Precauções :

Durante o incio do tratamento, quando ainda há risco de vertigem e mais gravemente de quadro de sncope, o paciente deve ser alertado para evitar situações de risco, como dirigir ou operar máquinas. A droga deve ser suspensa gradualmente, por um perãodo mínimo de 1 semana, pois caso contrrio, a suspenso abrupta de gabapentina pode resultar em quadros neurológicos graves como o mal epilptico. Em estudos com animais as mais altas concentrações do fármaco foram encontradas no Póncreas e rins, e como está associado a alta Incidência de adenocarcinomas pancreticos em ratos machos, deve-se ter cuidado quando o epilptico usurio do fármaco apresentar doença neste rgo. A gabapentina em grande parte excretada inalterada na urina, assim pacientes com função renal deteriorada devem ter um ajuste preciso da dose administrada. Pacientes com clearance de creatinina de 30 a 60 ml/min devem receber 300 mg duas vezes ao dia; com clearance de 15 a 30 ml/min, 300 mg ao dia e com clearance menor que 15 ml/min, a dose de 300 mg em dias alternados. - Interações Medicamentosas:: anticonvulsivantes: gabapentina É um fármaco não significativamente metabolizado, não interferindo com o metabolismo e conseqentemente com os níveis plasmáticos de outros anticonvulsivantes administrados concomitantemente, como carbamazepina, clonazepan, ácido valpróico, fenitona e fenobarbital. Antiácidos: gabapentina deve ser administrada 2 horas após a administração de antiácidos, pois o uso concomitante destes diminui a biodisponibilidade da gabapentina em 20%. Cimetidina: o uso conjunto parece diminuir o clearance da gabapentina em 14%, aparentemente sem importncia clínica significativa, quanto a uma possível intoxicação . Anticoncepcionais orais: não há alterações clínicas importantes quando esses fármacos so administrados concomitantemente.

Fórmula :

Cada cápsula de 300 mg e 400 mg contêm,respectivamente: gabapentina 300 mg e 400 mg.

Fabricante :

Fabricante : s Biosintética Ltda.


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.

Emagrecimento e Aumento de Massa Muscular