Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Prednisona - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Prednisona

Apresentação : Comprimidos. 5 mg: embalagem com 20 comprimidos. 20 mg: embalagens com 10 e 30 comprimidos.

USO PEDIÁTRICO OU ADULTO USO ORAL COMPOSIÇÃO

Cada comprimido contém:

Prednisona ............................. 5 mg ............................. 20 mg

Excipiente q.s.p. ................................................... 1 comprimido

(amido, lactose monoidratada, povidona, estearato de magnésio).

Advertências

Caso você tenha herpes simples ocular (um tipo de doença nos olhos), avise seu médico, pois há risco de perfuração da córnea. Caso você tenha as seguintes doenças, avise seu médico: colite ulcerativa inespecífica (inflamação do intestino com ulceração); possibilidade de perfuração, abscesso ou outra infecção com pus; diverticulite (inflamação em pequenas bolsas que podem se formar no intestino); cirurgias intestinais recentes; úlcera péptica; insuficiência renal; hipertensão (pressão alta); osteoporose (diminuição de cálcio nos ossos) e miastenia gravis (doença de causa auto-imune, onde existe fraqueza muscular muito intensa)
Uso na gravidez de Prednisona

O uso de Prednisona em gestantes, mulheres no período de amamentação ou em idade fértil requer que os possíveis benefícios sejam avaliados em relação aos riscos potenciais para a mãe, para o feto ou recémnascido. A Prednisona pode passar para o leite materno. A Prednisona atravessa a barreira placentária. Por isso, caso você tenha utilizado o produto durante a gravidez, procure seu médico para que ele examine seu filho quanto à possibilidade de Ocorrência rara de catarata congênita (doença nos olhos). Caso você tenha utilizado esteroides durante a gestação, seu médico irá examiná-la diante da possibilidade de ocorrer insuficiência adrenal (pouca produção de corticoide) por estresse do parto.

Interações Medicamentosas: de Prednisona

Converse com seu médico sobre outros medicamentos que esteja tomando ou pretende tomar, pois poderá interferir na ação da Prednisona. Avise seu médico caso você esteja tomando algum dos seguintes medicamentos: - fenobarbital; - fenitoína; - rifampicina; - efedrina; - estrogênios (hormônios femininos); - diuréticos depletores de potássio; - glicosídeos cardíacos; - anfotericina B; - anticoagulantes cumarínicos; - Ácido acetilsalicílico (usado em casos de hipoprotrombinemia); - hipoglicemiantes e - hormônios do crescimento. Usar Prednisona com anti-inflamatórios não-esteroidais (como ácido acetilsalicílico) ou com álcool pode resultar em aumento da incidência ou gravidade da úlcera no estômago e duodeno.

Superdosagem :

Seu médico irá lhe prescrever uma dosagem individualizada, com base na sua doença específica, na gravidade e na sua resposta ao medicamento. A dose inicial de Prednisona para adultos pode variar de 5 mg a 60 mg diários, dependendo da doença em tratamento. Caso a doença não tiver melhorado após um certo tempo, procure seu médico. A dose pediátrica, inicialmente, pode variar de 0,14 mg a 2 mg/kg de peso por dia, ou de 4 mg a 60 mg por metro quadrado de superfície corporal por dia, dependendo da doença em tratamento, segundo as mesmas considerações feitas para adultos, em vez de se adotar rigidez estrita aos índices indicados para idade ou peso corporal. Após a obtenção de resposta favorável, seu médico irá reduzir a dosagem pouco a pouco até atingir a dose de manutenção, que é a menor dose com resposta clínica adequada. Seu médico poderá lhe indicar o uso de Prednisona em dias alternados. Caso você passe por situações de estresse não relacionados à doença sob tratamento, seu médico poderá aumentar a dose de Prednisona. Caso o médico indique a interrupção do tratamento após o uso prolongado, ele irá reduzir a dose aos poucos. No caso de esquecimento de alguma dose, consulte seu médico.

Modo de Usar :

A Prednisona é indicada para uso oral e deve ser utilizada de acordo com o item Dosagem. "Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento." "Não interrompa o tratamento sem o conhecimento de seu médico." "Não use o medicamento com o prazo de validade vencido. Antes de usar observe o aspecto do medicamento."
Prednisona - Informações

COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA? A Prednisona proporciona potente efeito anti-inflamatório, antireumático e antialérgico no tratamento de doenças que respondem a corticosteroides. POR QUE ESTE MEDICAMENTO FOI INDICADO? É indicado para o tratamento de doenças endócrinas (doenças das glândulas); doenças osteomusculares (doenças dos ossos e músculos); distúrbios do colágeno (doenças que afetam vários órgãos e têm causa auto-imune); doenças dermatológicas (doenças da pele); doenças alérgicas; doenças oftálmicas (doenças dos olhos); doenças respiratórias; doenças hematológicas (doenças do sangue); tumores e outras que respondam à terapia com corticosteroides. Contra Indicações e Cuidados : Contra IndicaçõesNão utilize o produto se você tem infecções sistêmicas por fungos ou já teve reações alérgicas ou alguma reação incomum à Prednisona, a outros corticosteroides ou a qualquer um dos componentes da fórmula do produto. ADVERTÊNCIAS A Prednisona pode mascarar alguns sinais de infecção e novas infecções podem surgir durante seu uso, devido à baixa na resistência. O uso prolongado de Prednisona pode causar: catarata subcapsular posterior (especialmente em crianças); glaucoma com risco de lesão do nervo óptico e aumento do risco de infecções secundárias nos olhos por fungos ou vírus. A Prednisona pode causar aumento da pressão arterial, retenção de sal e água e aumento da perda de potássio. Por isso, você deve considerar a adoção de uma dieta com pouco sal e a suplementação de potássio, durante o tratamento com Prednisona. Todos os corticosteroides aumentam a perda de cálcio. Se você está em tratamento com Prednisona, não deverá ser vacinado contra varíola e nem receber outras formas de imunização. Entretanto, caso você esteja em tratamento com Prednisona como terapia substitutiva, por exemplo, na doença de Addison (doença em que existe incapacidade da glândula supra-renal de produzir corticosteroide) deve realizar os processos de imunização normalmente. Caso você esteja utilizando doses elevadas de Prednisona, deverá evitar o contato com pessoas com varicela (catapora) ou sarampo. Caso entre em contato com essas pessoas, deverá procurar atendimento médico, especialmente no caso de crianças. O tratamento com Prednisona na tuberculose ativa deve ser restrito aos casos de tuberculose fulminante ou disseminada, nos quais Prednisona é usado em associação com medicamentos para tuberculose. Caso haja indicação de Prednisona em tuberculose que ainda não se manifestou em casos positivos no teste à tuberculina, torna-se necessária a avaliação continuada. Durante terapia prolongada, esses pacientes devem receber tratamento preventivo contra a tuberculose. Se a rifampicina (medicamento para tuberculose) for utilizada em um programa de prevenção, poderá ser necessário um ajuste na dose do corticosteroide. Seu médico irá lhe indicar a menor dose possível de Prednisona para controlar a doença sob tratamento. Quando for possível diminuir a dose, seu médico fará uma redução gradual. Pode ocorrer insuficiência supra-renal secundária quando houver retirada rápida da Prednisona. Esta insuficiência pode ser evitada mediante a redução gradativa da dose. A insuficiência supra-renal poderá persistir por meses após a interrupção da terapia. Entretanto, se durante esse período ocorrer uma situação de sobrecarga ou de estresse, seu médico deverá restabelecer o tratamento com corticosteroide. Se você já estiver sob tratamento com corticosteroide, seu médico poderá indicar um aumento da dose. Como a produção de mineralocorticóides pode estar comprometida, recomenda-se o uso conjunto de sódio e/ou agentes mineralocorticóides. O efeito da Prednisona ocorre de forma mais intensa nos pacientes com hipotireoidismo ou cirrose (doença avançada do fígado). O uso de Prednisona pode causar transtornos psíquicos e agravar condições preexistentes de instabilidade emocional ou tendências psicóticas. O tratamento com Prednisona pode alterar a motilidade e o número de espermatozóides em alguns pacientes. USO DURANTE A GRAVIDEZ E AMAMENTAÇÃO O uso de Prednisona em gestantes, mulheres no período de amamentação ou em idade fértil requer que os possíveis benefícios sejam avaliados em relação aos riscos potenciais para a mãe, para o feto ou recémnascido. A Prednisona pode passar para o leite materno. A Prednisona atravessa a barreira placentária. Por isso, caso você tenha utilizado o produto durante a gravidez, procure seu médico para que ele examine seu filho quanto à possibilidade de Ocorrência rara de catarata congênita (doença nos olhos). Caso você tenha utilizado esteroides durante a gestação, seu médico irá examiná-la diante da possibilidade de ocorrer insuficiência adrenal (pouca produção de corticoide) por estresse do parto. USO EM CRIANÇAS Como a Prednisona pode prejudicar o crescimento e inibir a produção de corticosteroide em crianças, seu desenvolvimento deve ser monitorado durante tratamentos prolongados. A Prednisona não contém corantes.

>
Anterior Atual Posterior .


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.

Emagrecimento e Aumento de Massa Muscular