Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Pondera - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Paroxetina.

Classe terapêutica : Antidepressivos.

Apresentação : Embalagens com 20 e 30 comprimidos sulcados revestidos.

Indicação : Tratamento da depresso, incluindo as formas graves e as acompanhadas por ansiedade, dos sintomas do transtorno obsessivo compulsivo e para o tratamento dos sintomas da doença do púnico com ou sem agorafobia.

Efeito Colateral :

Nusea, sonolência, sudorese, tremor, astenia, boca seca, insônia e disfunção sexual (incluindo impotncia e distúrbios de ejaculao). vertigem, vômito, diarreia, inquietao, alucinações e hipomania, eruPóo cutânea, hipotenso postural, movimentos distânicos da face, lngua e olhos, boca seca, constipao e sonolência, agitao, tremor, sudorese e confuso foram relatados após descontinuao abrupta do tratamento.

Modo de Usar :

Adultos: o tratamento pode ser iniciado com 1/2 comprimido (10 mg) ao dia, ou a critério médico. Se necessário acrescentar 1/2 comprimido (10 mg) ao dia, semanalmente até atingir a dose ideal recomendada, conforme a indicação .
Depresso: a dosagem máxima de 50 mg ao dia.
Transtorno obsessivo compulsivo: a dose ideal recomendada é de 40 mg ao dia. A dosagem máxima de 60 mg ao dia.
Doena do púnico: a dose ideal recomendada é de 40 mg ao dia. A dosagem máxima de 50 mg ao dia. Deve ser administrado em dose única diária, pela manhã, juntamente com alimentao.
O tratamento deve ser descontinuado gradativamente.
não é recomendado em crianças e no caso de pacientes idosos, a posologia deve ser iniciada com 1/2 comprimido (10 mg) ao dia, ou a critério médico.
Abuso e dependência: até o momento, não existem relatos que evidenciem ser o cloridrato de paroxetina uma droga capaz de causar abuso ou dependência.
Superdosagem: uma ampla margem de segurança evidente a partir dos dados disponíveis.
As superdosagem com Pondera demonstraram os seguintes sintomas: náusea, vômito, tremor, pupila dilatada, boca seca, irritabilidade, sudorese e sonolência, mas não coma ou convulso. Não se conhece um antídoto específico, porêm a rápida administração de carvo ativado pode retardar a absoro do cloridrato de paroxetina.

Contra indicação :

Pacientes com conhecida hipersensibilidade droga ou a qualquer componente do produto.
Pondera não deve ser usado concomitantemente com inibidores da MAO.

Precauções :

Recomenda-se cautela no tratamento de pacientes com problemas cardíacos, com epilepsia, história de mania ou que estejam em tratamento com anticoagulantes orais.
A droga deve ser descontinuada em qualquer paciente que apresente convulso embora não esteja associada deterioração das funções cognitiva ou psicomotora.
Não deve ser usado durante a gravidez ou em mulheres que estejam amamentando.
- Interações Medicamentosas:: Quando Pondera É co-administrado com uma droga inibidora do metabolismo, o uso da dose mínima deve ser considerado. O uso concomitante de álcool por pacientes deprimidos recebendo Pondera não é aconselhável.
a administração de Pondera e lítio deve ser feita com cautela.
A co-Administração de Pondera e fenitona não é aconselhada.
A co-Administração de Pondera com outros anticonvulsivantes também pode ser associada a um aumento da Incidência de experiências adversas.

Fórmula :

Cada comprimido revestido contêm: cloridrato deparoxetina 20 mg. Excipiente q.s.p. 1 comprimido. Componentes não ativos: lactose, celulose microcristalina, amido glicolato de sódio, slica coloidal anidra, estearato de magnésio, hidroxipropilcelulose, dióxido de titânio, polioxietilenoglicol.

Fabricante :

EUROFARMA LABORATÓRIOS LTDA.
Av. Ver. José Diniz, 3.465
São Paulo – SP
SAC 0800-704-3876
euroatende@eurofarma.com.br
CNPJ: 61.190.096/0001-92
Indústria Brasileira

Medicamentos do mesmo fabricante :

Acetilcisteina, Aciclovir, Aires, Algiprofen, Amoxicilina, Amplacilina, Anastrozol, Andolba, Anginorub, Benzetaci, Bromazepam, Calfolin, Cefadroxil, Cefalexina, Cefazol, Cefotax, Ceftazidima, Cetoprofeno, Ciprocin, Cisplatex, Citab, Citavir, Closecs, Debei, Dexalgen, Digestbem, Diupress, Diurisa, Doxina, Equitam, Etopos, Fisiofer, Flusan, Fluxene, Helmiben, Hiperex, Inotam, Lamivudina, Lento C, Locoid, Lorium, Mantidan, Mecacin, Mepraz, Micotrizol, Minilax, Mucodestrol, Mud, Nistatina, Norelbin, Omnic 04, Paclitax, Paracetamol, Pipurol, Pondera, Proflan Comprimidos, Proflan Creme, Rubina, Selene, Siludrox, Simeco Plus, Stimulance Multi Fiber, Subitan, Superhist, Vagitrene, Vagivit, Vasativ, Wycillin, Zart 50 mg, Zart H, Zart, Zidix, Zina 5 mg, Zina,

Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.