Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Poliginax - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Sulfato de Neomicina, Nistatina, Sulfato de Polimixina B e Tinidazol.

Classe terapêutica : Antibióticos Tópicos Ginecologicos e Antimicoticos Ginecologicos

Apresentação :

Poliginax cápsulas vaginais: caixa com 12 cápsulas vaginais.
Poliginax creme vaginal: caixa com 1 bisnaga de 60 gramas de creme vaginal e 12
Aplicadores descartveis.

Indicação : No tratamento dos processos infecciosos ginecológicos em geral, acompanhados ou não de
leucorria, tais como: vaginites, vulvovaginites, cervicites e uretrites.

Efeito Colateral :

POLIGINAX É um medicamento de ao local, cujos componentes ativos não apresentam
absoro sistêmica através da mucosa vaginal ntegra. As reações adversas decorrentes da sua
ao tópica so geralmente raras e incluem irritao e sensibilizao vulvovaginais, que
podem ser contornadas com duchas vaginais diárias.
Considerando a possibilidade de absoro dos componentes ativos, raramente podem ocorrer
reações adversas relacionadas aos seus efeitos sistêmicos.
A ototoxicidade é a principal limitao para o uso dos aminoglicosdeos. Outras reações
adversas comuns a este grupo incluem nefrotoxicidade e bloqueio neuromuscular.
a administração de polimixina B pode ocasionar neurotoxicidade e nefrotoxicidade.
As reações adversas após a administração oral de nistatina e tinidazol so respectivamente,
náuseas, vômitos, cãimbras abdominais e rubefao.

Modo de Usar :

POLIGINAX Cápsula vaginal: uma cápsula ao dia, durante 12 dias, de pReferência ao
deitar-se.
POLIGINAX Creme vaginal: uma medida do aplicador ao dia, durante 12 dias,
preferencialmente ao deitar-se.
A critério médico, o tratamento pode ser repetido com ou sem intervalo e a dose aumentada
para duas aplicações conforme a necessidade e a resposta terapia.

Contra indicação :

Hipersensibilidade aos componentes da fórmula. indivíduos sensíveis neomicina podem
desenvolver reação cruzada quando expostos é outros aminoglicosdeos.
PRECAUções
Os componentes de POLIGINAX não so habitualmente absorvidos pela mucosa vaginal
ntegra. Entretanto, recomenda-se cuidado na sua administração s pacientes com doença
hepática ou renal e com comprometimento auditivo.
O tratamento com POLIGINAX Deverá ser interrompido se for observada irritao ou
sensibilizao.
A candidase intratével pode ser sintoma de diabetes mellitus não identificada. Portanto,
deverão ser realizados exames de urina e glicose sanguínea nas pacientes que não
responderem ao tratamento.
Durante os três primeiros meses de gravidez, só deve ser usado quando o médico julgar o
tratamento essencial ao bem estar da paciente.
até o momento, não há evidência que sugira que a resposta de pacientes idosas seja diferente
daquela apresentada por pacientes mais jovens.

Modo de usar :

POLIGINAX Cápsula vaginal: uma cápsula ao dia, durante 12 dias, de pReferência ao
deitar-se.
POLIGINAX Creme vaginal: uma medida do aplicador ao dia, durante 12 dias,
preferencialmente ao deitar-se.
A critério médico, o tratamento pode ser repetido com ou sem intervalo e a dose aumentada
para duas aplicações conforme a necessidade e a resposta terapia.

Composições

Cada cápsula vaginal contêm:
Sulfato de polimixina B .................... 35.000 U.I.
Sulfato de neomicina .................... 35.000 U.I.
Nistatina .................... 100.000 U.I.
Tinidazol .................... 150 mg
Excipientes: fluido de silicone (dimeticona), óleo de soja parcialmente hidrogenado, óleo de
soja totalmente hidrogenado, gelatina, glicerina, sorbato de potássio, dióxido de titânio, água
destilada, q.s.p. ....................1 cápsula vaginal
Cada 4 g de creme vaginal contêm:
Sulfato de polimixina B .................... 35.000 U.I.
Sulfato de neomicina ....................35.000 U.I.
Nistatina .................... 100.000 U.I.
Tinidazol ....................150 mg
Excipientes: álcool cetoestearlico, álcool cetoestearlico etoxilado, monoestearato de
glicerila, monoestearato de sorbitano, fluido de silicone (dimeticona), butil-hidroxianisol,
metilparabeno, propilparabeno, propilenoglicol, polissorbato 60, polissorbato 80, álcool
benzlico, edetato dissódico, metabissulfito de sódio, hidróxido de alumínio coloidal, dióxido
de titânio, água desionizada, q.s.p. .................... 4,0 g

Conduta Na Superdosagem

Como os componentes da fórmula não apresentam absoro sistêmica, não há risco de
superdosagem.

 

Informações ao paciênte

Ao esperada do medicamento: POLIGINAX é um antiinfeccioso de ao múltipla para
uso ginecológico, que age nas leucorrias causadas por vaginites de origens diversas, como
por exemplo, bactrias, fungos ou ainda por Trichomonas.
Cuidados de armazenamento: POLIGINAX Cápsulas Vaginais deve ser mantido
temperatura ambiente (15C a 30ºC), em local seco e protegido da luz. POLIGINAX Creme
Vaginal deve ser mantido temperatura ambiente (15C a 30ºC) e protegido da luz.
Prazo de validade: o prazo de validade para todas as Apresentações de 24 meses após a data
de fabricação . Não use medicamento após o prazo de validade impresso no cartucho.
Gravidez e lactao: informe seu médico sobre a Ocorrência de gravidez na vigncia do
tratamento ou após o seu trmino. Informar ao médico se está amamentando.
As cápsulas de POLIGINAX deverão ser introduzidas profundamente na vagina através do
aplicador ou com os dedos. Durante a gravidez, o uso do aplicador pode estar contra indicado,
sendo necessária a introduo manual das cápsulas. Neste caso, o médico Deverá ser
consultado.
Cuidados de Administração: o perãodo de tratamento deve ser obedecido, mesmo se houver
alívio dos sintomas em poucos dias. Usar continuamente mesmo durante o período menstrual.
Siga a orientao do seu médico, respeitando sempre os horrios, as doses e a duração do
tratamento.
Durante o tratamento com POLIGINAX, recomenda-se que a paciente abstenha-se das
relações sexuais ou que o parceiro use preservativos para evitar a reinfeção.
O uso de POLIGINAX Creme Vaginal Deverá ser feito preferencialmente à noite, devido ao
favorecimento da sua ao pelo contato local prolongado.
interrupção do tratamento: não há cuidados especiais na interrupção do tratamento,
contudo não interromper o tratamento sem o conhecimento do seu médico.
reações adversas: comunicar ao médico eventuais reações de hipersensibilidade ou irritao
local, visto que poderá haver necessidade de interromper o tratamento. Informe seu médico
sobre o aparecimento de reações desagradveis.
"TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS crianças".
Contra-Indicaçõese precauções: informe seu médico sobre qualquer medicamento que
esteja usando, antes do incio ou durante o tratamento.
"NO TOME Remédio SEM O CONHECIMENTO DO SEU médico, PODE SER PERIGOSO PARA A SUA Saúde".

Interação Medicamentosa :

Como os componentes da fórmula não apresentam absoro sistêmica, não há risco de
Interações com medicamentos de uso sistêmico.

Modo de Usar :

POLIGINAX Cápsulas Vaginais
As cápsulas de POLIGINAX não devem ser pressionadas quando forem retiradas da
embalagem.
Para tanto, suficiente puxar suavemente a lmina de alumínio até que uma única cápsula
esteja descoberta, conforme ilustração.
Coloque-a na cavidade do aplicador e comprima-a levemente até que se fixe perfeitamente
no orifcio.
Em seguida, em posio ginecológica, introduza o aplicador na vagina, delicadamente e
profundamente e empurre o mbolo.
após cada aplicação , o aplicador deve ser lavado cuidadosamente em água morna corrente,
não devendo ser usada água fervendo.
POLIGINAX Creme Vaginal
Retire a tampa e com o seu verso rompa o lacre da bisnaga, girando a tampa.
Encaixe o aplicador no bico da bisnaga, mantendo o mbolo na posio original.
Aperte suavemente a bisnaga, do fundo para o bico (de acordo com o desenho), para forar a
saída do creme para o aplicador, até que o mesmo fique travado (já calibrado para 4 gramas).
A seguir, em posio ginecológica, introduza profundamente o aplicador com o creme na
vagina, de maneira delicada.
Para liberar a medicação , aperte o mbolo até a sua posio original.

Pacientes Idosas

Até o momento não há evidência que sugira que a resposta deste grupo etrio seja diferente
daquela apresentada por pacientes mais jovens.
Reg. MS-1.0082.0033
Farm. Resp.: Dr. Jos de Andrade - CRF-SP n 6369
"VENDA SOB PRESCRIO médica".
N de lote, data de fabricação e de validade: vide cartucho e/ou rótulo.
SOLVAY FARMA LTDA.
Rua Salvador Branco de Andrade, 93
Taboo da Serra - SP - Indústria Brasileira
CNPJ: 60.499.639/0001-95
SAC: 0800-141500
So Paulo, 14 de maro de 2003.
Jean Michel Rosenfeld Jos de Andrade
Representante Legal farmacêutico responsável

Propriedades

POLIGINAX é um antiinfeccioso de atividade múltipla, não absorvvel nas condições
habituais, para uso ginecológico, com ao local, apresentado em forma de creme e de gel, em
cápsula vaginal gelatinosa, macia, de superfcie lisa, flexvel e de fcil introduo. Em função
destas caractersticas, a forma em cápsula vaginal pode ser usada no Pós-cautrio, após
cirurgias ginecológicas, assim como em mulheres grávidas.
Dos componentes da associao, a neomicina e a polimixina B so bactericidas de ao local,
de amplo espectro, que agem sobre germes gram+ e gram- como: Escherichia coli, Proteus
spp., Pseudomonas aeruginosa, Staphylococcus aureus, Streptococcus faecalis, Klebsiella
spp. e Enterobacter spp..
A nistatina é um fungistático e fungicida de ao local, atuando eficazmente sobre a Candida
albicans.
O tinidazol é um tricomonicida que tem demonstrado ser muito eficaz no tratamento das
infecções provocadas por Trichomonas vaginalis.
Na formulao foi introduzida ainda a dimeticona, silicone de baixa tenso superficial, que
confere grande poder de penetração e difuso dos Princípios ativos pelas reentrncias da
cavidade vaginal, incluindo as glndulas de Skene e Bartholin, bem como de proteo da
mucosa inflamada, eliminando o prurido e a sensao de queimao.

Fabricante :

Solvay Farma Ltda.

Rua Salvador Branco de Andrade, 93 Taboão da Serra - SP

Indústria Brasileira CNPJ: 60.499.639/0001-95 SAC: 0800141500

Medicamentos do mesmo fabricante :

Alfasin, Burinax, Cetrizin, Cobavital, Creon, Cynt, Deltacid, Duspatalin, Edhanol, Endronax, Famoset, Floxid, Geriavite, Menotensil, Neurium, Pankreoflat, Piascledine_300, Piroxene, Poliginax, Sintalgin, Sintozima, Valmane, Vibral



Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.

Emagrecimento e Aumento de Massa Muscular