Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Perlutan - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Acetofenido de Diidroxiprogesterona e Enantato de Estradiol.

Classe terapêutica : Contraceptivo Injetavel

Apresentação : Solução injetável: embalagem de 1 ampola com 1 ml.

Indicação : Anticoncepcional injetável de uso mensal. Perlutan pode ser utilizado também no controle de irregularidades menstruais e como medicação supletiva estrgeno-progestacional, a critério médico.

Efeito Colateral :

cefaleias, náuseas, vômitos, tontura, tenso mamria, hemorragias intermenstruais, dismenorria, amenorria, prurido vulvar, alterações emocionais e da libido, alterações do peso corPóreo, fenmenos de fotossensibilização (cloasma). Caso surjam cefaleias severas (enxaqueca), distúrbios visuais agudos, flebites ou tromboflebites, assim como hipertenso, deve-se suspender o emprego de contraceptivos hormonais.

Modo de Usar :

1 ampola por via intragltea profunda, entre o 7 e o 10 dia, de pReferência no 8 dia, a partir do incio de cada menstruação. Contar o primeiro dia de sangramento menstrual como dia nmero um. Se esta recomendação não for observada, fica comprometida a eficácia do produto. - Superdosagem: desconhecem-se casos de superdosagem e reações adversas graves correlatas. Entretanto, em tais casos poder-se-iam esperar náuseas, vômitos, mastodinia, cefaleias, retenção hidrossalina, alterações do sangramento endometrial e amenorria. Como não existem antídotos específicos, recomenda-se manter a pessoa afetada em observação, sob controle médico estrito e tratamento sintomático. Informação importante: Perlutan deve ser aplicado entre o 7 e o 10 dia, de pReferência no 8 dia, contados a partir do dia do incio da menstruação. Deve ser aplicado com agulha 30 x 7 ou 30 x 8 na regio gltea, profundamente. O local da injeção não deve ser massageado após a aplicação de Perlutan. Se estas recomendações não forem observadas fica comprometida a eficácia do tratamento.

Contra indicação :

Absolutas: complicações srias associadas ao uso de contraceptivos hormonais no passado; gravidez ou suspeita de gravidez; hipertenso, cardiopatias, diabetes melito grave, com alterações vasculares; glaucoma; antecedentes de processos flebticos, trombticos ou tromboemblicos, varizes importantes; sangramento genital de causa desconhecida; tumores ginecológicos ou de mamas; neoplasias benignas hormonodependentes, neoplasias malignas; hepatopatia em atividade; anemia falciforme; epilepsia; colagenose com leso visceral ou vascular; pr e Pós-operatério, mulheres passveis de imobilização (p. ex., após acidentes); história de icterícia, prurido grave, coria ou herpes em gestação anterior. Constituem contra-Indicaçõesrelativas: galactorria; obesidade; hiperlipemias; tabagismo, irregularidades menstruais frequentes; colecistopatias; enxaqueca.

Precauções :

Antes de iniciar o emprego de Perlutan (ou qualquer outro contraceptivo hormonal), assim como periodicamente durante o seu uso, recomenda-se um exame geral completo, com minuciosa investigação ginecológica; atenção especial deve ser dedicada presso arterial, mamas, abdômen e rgos Pólvicos, incluindo esfregaos de Papanicolaou. Deve-se evitar o uso do produto em adolescentes que ainda não apresentem ciclos menstruais em ritmo regular. Perlutan inibe a ovulação de maneira transitéria e não causa de esterilidade a posteriori. No entanto, deve-se ter em conta que - como ocorre com outros anticoncepcionais hormonais - o retorno de ciclos ovulatérios pode demorar de 1 a 3 meses após a suspenso do tratamento. Avaliações endócrinas e, possivelmente, testes da função hepática podem ser afetados pelo uso destes medicamentos. Portanto, se esses testes estiverem anormais em uma paciente, o uso do produto deve ser descontinuado e os testes repetidos 2 meses após a suspenso. As pacientes usurias do medicamento podem apresentar distúrbios do metabolismo do triptofano, o que pode resultar em relativa deficincia de piridoxina; não obstante, o significado clínico deste evento ainda não foi determinado. Os níveis séricos de folatos podem ser deprimidos pelo uso do medicamento. Mulheres que engravidam pouco depois de interromper o uso de contraceptivos hormonais podem ter probabilidade aumentada de desenvolver deficincia de folatos e complicações a ela atribudas. Pacientes com antecedentes de depresso psquica devem ser cuidadosamente observadas e o uso do medicamento ser descontinuado se a depresso reaparecer em grau importante. As associações de estrgenos com gestágenos podem apresentar efeitos sobre o metabolismo dos hidratos de carbono e dos liPódios (diminuição da tolerância a glicose; alteração dos níveis séricos de triglicrides, fosfoliPódios, de distintas frações de colesterol etc.). Por este motivo, a administração de Perlutan ou de outros anticoncepcionais hormonais a mulheres portadoras de diabetes, pré-diabetes ou dislipemias requer controle e vigilância contínua. está bem estabelecido um aumento do risco de doenças trombticas e tromboemblicas associado ao uso de anovulatérios em geral. O médico deve estar alerta s manifestações precoces destes distúrbios (p. ex., tromboflebites, embolia pulmonar, ocluso coronariana etc.). Em casos de suspeita de alguma destas manifestações, o uso do medicamento deve ser interrompido. O hábito de fumar aumenta o risco de efeitos colaterais cardiovasculares sários dos anovulatérios. Este risco aumenta com a idade e o fumo intenso (15 ou mais cigarros por dia) e mais acentuado em mulheres acima de 35 anos de idade. Foi relatado um aumento da presso arterial em pacientes tomando anovulatérios, podendo ocorrer, em algumas mulheres, hipertenso poucos meses após o incio do uso de anovulatérios. também pode ocorrer risco aumentado de doenças da vescula biliar em usurias de anovulatérios ou de estrgenos. Foi relatado um risco 4 a 6 vezes maior de complicações tromboemblicas Pós-cirúrgicas em usurias de anovulatérios. Por este motivo, sempre que possível, o uso do medicamento deve ser descontinuado pelo menos 1 mês antes de uma cirurgia associada a risco aumentado de tromboembolismo. Lactação: a administração de anovulatérios no perãodo Pós-parto pode interferir com a lactação; pode ocorrer uma diminuição na quantidade e qualidade do leite materno. Além disso, uma pequena fração dos componentes hormonais dos anovulatérios foi identificada no leite das mães que os utilizaram; entretanto, um efeito sobre a criança amamentada, se existente, não foi determinado. - Interações Medicamentosas:: tal como sucede com os anticoncepcionais hormonais em geral, o uso concomitante de Perlutan com rifampicina, hidantonas, barbituratos, antibióticos penicilúnicos, cloranfenicol, griseofulvina, isoniazida, nitrofurantona, sulfonamidas e tetraciclinas pode reduzir a eficácia contraceptiva do produto ou provocar irregularidades menstruais. Da mesma forma, os anticoncepcionais hormonais podem alterar a eficácia de anticonvulsivantes, anti-hipertensivos, hipnéticos, hipoglicemiantes, anticoagulantes e antidepressivos.

Fórmula :

Cada ampola de 1 ml contêm: acetofenido de algestona (diidroxiprogesterona) 150 mg; 17-enantato de estradiol 10 mg.

Fabricante ;

Boehringer Ingelheim do Brasil Química e Farmacêutica LTDA. (Matriz)
Rochaverá Corporate Towers. Av. Nações Unidas, 14.171 - Torre Marble – 18º andar – São Paulo – SP. CEP: 04794-000. Telefone  (11) 4949-4700, (11) 4949-4701 ou (11) 4949-4702.

Boehringer Ingelheim do Brasil Química e Farmacêutica LTDA. (Fábrica)
Rod. Régis Bittencourt (BR116), Km 286 Jd. Itapecerica - Itapecerica da Serra - SP - CEP 06888.700 Caixa Postal 11 Telefone (11) 2108-72

Care Center – Atendimento ao Cliente da Boehringer Ingelheim

O Care Center – Atendimento ao Cliente da Boehringer Ingelheim é um importante canal de comunicação entre o consumidor e a nossa empresa. Por meio desse serviço as dúvidas, reclamações e sugestões de nosssos clientes são transformadas em oportunidades para melhorar constantemente, retribuindo sua confiança em nós. Questões relativas à sua saúde devem ser dirigidas a seu médico de confiança , pois somente ele tem conhecimento sobre ela. Reações adversas a medicamentos precisam ser notificadas ao seu médico o mais rápido possível.

Telefone: 0800-701-6633.

Medicamentos do mesmo fabricante :

Actilyse, Aggrenox, Alveofact, Anador-comprimido, Anador, Atensina, Atrovent unidose-250, Atrovent unidose-500, Atrovent unidose-brometo de ipratropio, Atrovent, Berotec, Bipasmin, Bisolvon 8 mg, Bisolvon, Buscopam composto, Buscopam drágeas, Buscopam injetável, Buscopan, Cardizem cd, Cardizem sr, Cardizem, Combivent, Combivent, Dulcolax, Duovent, Efortil, Enbrel, Finn, Flunitec, Ginsana, Guttalax, Ibuprofeno abbott, Ilsatec, Infectrin f, Infectrin, Lagur, Mexitil, Midotens, Movatec, Mucosolvan, Parador 500, Perlutan, Persantin s, Persantin, Secotex, Sifrol, Spiriva, Vasculat, Viramune
Zepelan


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.

Emagrecimento e Aumento de Massa Muscular