Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Pentaspan - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : hidroxietilamido

Apresentação : Caixa com 1 bolsa plástica com 500 ml da solução de hidroxietilamido 10% (pentastarch) em cloreto de sódio 0,9%.

Indicação : Como adjunto em leucoferese, para facilitar a separação, por centrifugação, dos componentes do sangue (aumenta a velocidade de sedimentação das hemceas, tornando mais eficiente a coleta e separação dos leuccitos); como expansor plasmático.

Efeito Colateral :

As seguintes reações foram observadas, com o uso de Pentaspan em leucoferese: cefaleia, diarreia, náuseas, fraqueza, ganho de peso transitório, insônia, fadiga, febre, edema, parestesia, acne, mal-estar, calafrio, tontura, dor no peito, tremor, congestáo nasal, ansiedade, taquicardia. Não certo se estas reações so atribuveis droga, ao procedimento, medicação concomitante ou É combinação de todos estes fatores. A hemodiluição causada pelo Pentaspan pode resultar em redução dos níveis de proteínas totais, albumina, cálcio, fibrinognio, hemoglobina e do nmero de plaquetas. Nenhuma destas alterações, entretanto, ocorre em um grau que possa acarretar risco significante aos doadores. Grandes volumes de Pentaspan podem, tambm, alterar levemente o mecanismo de coagulação, isto , prolongar, transitoriamente, os tempos de protombina, de tromboplastina, de coagulação e de sangramento.

Modo de Usar :

Em leucoferese: 250 a 700 ml de Pentaspan. A esta solução deve ser adicionado citrato (anticoagulante) na linha de introdução do aparelho de centrifugação, na proporção de 1:8 a 1:13 com relação ao sangue venoso total. A solução contendo Pentaspan e citrato deve ser vigorosamente misturada para se assegurar efetiva anticoagulação do sangue. Como expansor plasmático: a dose adequada de Pentaspan deve ser determinada individualmente, de acordo com a gravidade do quadro clínico. Recomenda-se, apenas, não ultrapassar o volume total de 2 litros, nas 24 horas. Antes de se administrar Pentaspan, deve-se observar a presena de vcuo, confirmando se há presena ou não de depresses no disco de ltex de vedação ou se o produto não foi violado. Cada bolsa deve ser inspecionada antes de ser utilizada. Entretanto, mesmo após a mistura e durante a administração deve-se reinspecionar a solução frequentemente. Se forem verificadas evidências de contaminação, instabilidade ou se o paciente apresentar sinais de febre, frio ou ainda reações não mencionadas anteriormente, a administração deve ser descontinuada. - Superdosagem: em casos de superdosagem, deve-se adotar tratamento sintomático e as medidas habituais de suporte.

Contra-Indicações:

Pacientes com hipersensibilidade ao hidroxietilamido (pentastarch) ou com diáteses hemorrágicas ou insuficincia cardíaca congestiva, onde a sobrecarga de volume pode ser um problema potencial. Pentaspan (hidroxietilamido) não deve ser administrado em pacientes com insuficincia renal, anúria ou oligúria.

Precauções :

Não adicionar qualquer substância a esta solução. A segurança e compatibilidade de outros aditivos ainda não foram estabelecidas. Observar a presena de coloração escura. Durante o processo de leucoferese, deve-se realizar, de maneira regular e frequente, avaliação clínica e hemograma completo. Se a frequência da leucoferese exceder s recomendações habituais para doação de sangue total, os estudos adicionais devem ser efetuados: tempo de protrombina (TP) e tempo de tromboplastina parcial (TTP). A possibilidade de sobrecarga circulatéria deve estar sempre em mente. Deve-se ter cautela também quando houver risco acentuado de edema pulmonar e/ou insuficincia cardíaca congestiva. Recomenda-se, tambm, cuidados adicionais, no caso de insuficincia renal, já que o rim é a principal via de eliminação do hidroxietilamido. a administração deve ser realizada com cautela em pacientes com antecedentes de doença hepática. Algumas reações de hipersensibilidade como broncospasmo e urticária, foram observadas. Entretanto, Pentaspan não parece estimular a formação de anticorpos. Se tais reações de hipersensibilidade ocorrerem, poderão ser prontamente controladas com a descontinuação da droga e, se necessário, Administração de um Anti-histamínico. Elevação dos níveis de amilase sérica pode ser observada temporariamente, após a administração de Pentaspan, embora nenhuma associação com pancreatite tenha sido demonstrada. - Gravidez: até o momento não foi estabelecida a segurança de Pentaspan em mulheres grávidas. Portanto, Pentaspan só deve ser usado durante a gravidez se os benefícios potenciais justificarem o risco ao feto. Amamentação: não se sabe se o Pentaspan excretado no leite materno. Recomenda-se cautela, portanto, quando da sua administração em mulheres durante a fase de aleitamento. Uso pediátrico: a segurança e eficácia de Pentaspan (Hidroxietilamido) em crianças ainda não foram estabelecidas.

 

Fórmula :

Cada 100 ml da solução injetável contêm: hidroxietilamido (pentastarch) 10,0 g, excipientes q.s.p. 100 ml. Excipientes: cloreto de sódio, hidróxido de sódio e água para injeção. eletrôlitos (mEq/e): Na+ 154, Cl- 154; osmolaridade: 326 m Osm.

Fabricante :

Rhodia Brasil Ltda.

Faz São Francisco - Jd Vista Alegre
CEP: 13140-000 - Paulínia / SP

Tel.: (19) 3874-8000

Medicamentos do mesmo fabricante :

Azmacort, Calsynar, Cisplatyl, Clexane, Contrathion, Ebastel, Flagyl, Flaxedil, Frademicina, Gardenal, Granocyte, Imovane, Intal nasal 2, Intal nasal 4, Intal nasal, Intal, Keduril 100 mg, Keduril gel, Keduril gotas 2, Keduril, Maalox plus, Maalox tc, Menorest, Metrotex, Motrin, Narcan, Neozine, Neuleptil, Nubain, Oddibil, Opticrom, Paluther, Peflacin 2, Peflacin, Pentaspan, Periodontil, piportil l4, piportil, pipram, postafen, primasone, profenid iv, Rilutek, Ronal, Rovamicina, Secnidal 450 mg, Secnidal 500 mg, Secnidal 900 mg, Secnidal, Solu cortef, Vincristina


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.