Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Paramino - Corazida - Bula

Esta bula é meramente informatica destinada ao público em geral.

Princípio ativo : ácido para-aminossalicélico

Classe terapêutica : Medicamentos Anti-infecciosos. Antibacterianos. Antituberculosos

Apresentação : 500 mg Comprimidos revestidos

Indicação : sParamino-Corazida É um medicamento que contêm ácido para-aminosalicélico. O ácidopara-aminosalicélico é usado em associação com outros fármacos no tratamento datuberculose multi-resistente.

Antes de TomarParamino-Corazida

Não tome Paramino-Corazida:

- Se tem alergia (hipersensibilidade) ao ácido para-aminosalicélico, ou a qualquer outrocomponente de Paramino-Corazida ou a produtos derivados do ácido acetilsalicílico;
- Se tem doença renal grave.

Tome especial cuidado com Paramino-Corazida

Em caso de:
- Insuficincia hepática ou doença hepática ativa.
- úlcera péptica.
- Insuficincia renal.
- Insuficincia cardíaca congestiva.
- Kwashiorkor (variedade de desnutrição infantil).

Tomar Paramino-Corazida com outros medicamentos

Informe sempre o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomadorecentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receitamédica
Paramino-Corazida está desaconselhada se toma os seguintes medicamentos:

Probenecida;
Digoxina;
Etionamida;
Difenilhidramina.

Tomar Paramino-Corazida com alimentos e bebidas

O ácido para-aminosalicélico pode ser administrado conjuntamente com os alimentos.

Gravidez e aleitament.

Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.

Se está grávida não deve tomar Paramino-Corazida. Desconhece-se se atravessa amembrana placentar, no entanto pequenas quantidades de Paramino-Corazida passampara o leite materno. O seu médico Deverá avaliar uma alternativa a Paramino-Corazidaou descontinuar a amamentação.

Condução de veículos e utilização de máquinas

Não foram estudados os efeitos sobre a capacidade de conduzir ou utilizar máquinas,durante a terapêutica com Paramino-Corazida.

Modo de Usar: Paramino-Corazida

Paramino-Corazida é administrada oralmente, com recurso a um pouco de água.

A dosagem deve ser estabelecida pelo clínico, caso a caso e em função do peso e daidade do doente.

A dose habitual, nos adultos de 8 a 12 gramas, e nas crianças de 150 mg/kg, divididosem duas a três tomas diárias.

Se tomar mais Paramino-Corazida do que deveria

Não so conhecidos casos de sobredosagem, no entanto, se tomar mais ParaminoCorazida do que deveria, Deverá contactar o seu médico ou farmacêutico.

Caso se tenha esquecido de tomar Paramino-Corazida

Caso se tenha esquecido de tomar uma dose de Paramino-Corazida tome-a assim quese lembrar, contudo se a altura da próxima toma estiver próxima não tome a doseesquecida.
Não tome uma dose dobrada para compensar a dose que se esqueceu de tomar.

Se parar de tomar Paramino-Corazida

só deve parar de tomar Paramino-Corazida após completar o tratamento indicado pelomédico.
Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médicoou farmacêutico.

4. Efeitos secundários POSSVEIs

Como os demais medicamentos, Paramino-Corazida pode causar efeitos secundários,no entanto estes não se manifestam em todas as pessoas.

Os efeitos secundários mais frequentes so perturbações gastrointestinais, verificandose frequentemente tonturas, náuseas e vômitos, dor abdominal e diarreia; poucofrequentemente anorexia e emagrecimento e raramente úlcera péptica e hemorragiadigestiva.

Raramente verificaram-se situações de hepatoxicidade, pelo que Deverá serprogramada uma monitorização dos valores das provas hepáticas.

Foram notificados casos raros de insuficincia cardíaca congestiva e casos muito rarosde miocardite e pericardite.

poderá ocorrer frequentemente rash cutâneo, este efeito surge normalmente entre asegunda e a sexta semana de tratamento. Casos muito raros de dermatite exfoliativaforam igualmente notificados.

Em doentes diabéticos sob ácido para-aminosalicélico, foram relatados casos muitoraros de hipoglicmias que não resolveram após remoção de antidiabéticos usuais massé após a descontinuação do ácido para-aminosalicélico.

A administração prolongada do ácido para-aminosalicélico está raramente associada ainibição da síntese de tiroxina, induzindo hipotiroidismo. Este efeito pode ser prevenidopela administração desta hormona durante o tratamento.

Raramente verificaram-se casos de psicose e nevrite ptica.

Episódios de agranulocitose e metahemoglobinmia so relatados como muito raros.
Casos de púrpura trombocitoPónica resultam duma reação de hipersensibilidade comformação de um anticorpo dirigido do ao metabolito acetilado e não ao composto em si,tendo Ocorrência rara.

Muito raramente, poderá ocorrer cristalria e alteração da coloração da urina para umtom escuro.

5. COMO CONSERVAR Paramino-Corazida

Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Conservar no frigorfico (2C 8C). Conservar na embalagem de origem para protegerda luz.

Não utilize Paramino-Corazida após o prazo de validade impresso no rótulo do frasco aseguir a ?Val.?. O prazo de validade corresponde ao ltimo dia do mês indicado.

Não utilize Paramino-Corazida se verificar sinais visíveis de deterioração (ruptura norevestimento, tumescimento ou alteração da cor).

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico.
Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita.
Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

6. Outras Informações

Qual a composição de Paramino-Corazida

A substância ativa de Paramino-Corazida é o ácido para-aminosalicélico.

Núcleo dos comprimidos.

Celulose microcristalina;
Povidona;
Laurilsulfato de sódio;
Estearato de magnésio;
Slica coloidal anidra.

Revestimento dos comprimidos.

Hipromelose 6 cps;
dióxido de titânio (E171);
Triacetina;
Copolómero de ácido metacrílico tipo C;
Citrato de trietilo;
Slica coloidal anidra;
Bicarbonato de sódio;
xido de Ferro amarelo (E172);

Laurilsulfato de sódio;
Talco.

Qual o aspecto de Paramino Corazida e conteúdo da embalagem

Paramino-Corazida apresenta-se na forma farmacêutica de comprimidos revestidos, decor amarela a amarelo claro, redondos, biconvexos e com uma superfcie lisa semrupturas.

Os comprimidos revestidos de Paramino-Corazida encontram-se acondicionados emfrascos de polietileno de alta densidade, de coloração branca, com tampa plástica decor branca, inviolvel, contendo aproximadamente 2,3 g de slica gel branca.

Cada frasco contêm 80 comprimidos revestidos.

Para quaisquer informaçães sobre este medicamento, queira contactar o titular daautorização de introdução no mercado.

Fabricante :

Fabricante : s BASI Indústria farmacêutica, S.A.
Morada: Rua do Padro, 98
3000-312 Coimbra
Telefone: 239 827021
Telefax: 239 492845
E-mail: basi@basi.pt
Medicamento sujeito a receita médica


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.


Jesus a Chave Hermenêutica, Curso exclussivo com o Pastor Caio Fábio