Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Panvitrop - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : ácido Para-aminobenzico, Cianocobalamina, Cloridrato de Piridoxina, Cloridrato de Tiamina e Dl-metio.

Classe terapêutica :auxílio Digestáo

Apresentação : Embalagem com 60 drágeas

Indicação : Como medicação hepatoprotetora.

Efeitos Colaterais : Ainda não foram relatadas reações adversas com o uso do produto.

Modo de Usar :

A dose média de 2 a 3 drágeas, 2 a 3 vezes ao dia, ou a critério médico, após as refeições.

Contra indicação :

No estado agudo das hepatites infecciosas. Hipersensibilidade conhecida aos componentes da fórmula.

Modo de usar : de Panvitrop

A dose média de 2 a 3 drágeas, 2 a 3 vezes ao dia, ou a critério médico, após as refeições.

Fórmula :

Cada drágea contêm:
DL-Metionina 60 mg
Trtaro ácido de colina 50 mg
Feniletilacetato de sódio 100 mg
Extrato hepático 20 mg
Cloridrato de tiamina (Vitamina B1)
5 mg
Riboflavina (Vitamina B2) 1,5 mg
Nicotinamida 10 mg
Cloridrato de piridoxina (Vitamina B6)
2 mg
Cianocobalamina (Vitamina B12)
15 mcg
Tocoferol (Vitamina E) 2 mg
Rutsido 3 mg
ácido para-aminobenzico 2 mg
Excipiente q.s.p. 1 drgea

Conduta Na Superdosagem

Na eventualidade da ingestão acidental de doses muito acima das preconizadas, recomenda-se adotar as medidas habituais de controle das funções vitais.
SIGA CORRETAMENTE O MODO DE USAR. NO DESAPARECENDO OS SINTOMAS, PROCURE ORIENTAção médica.

Informação Técnica

Panvitrop rene os elementos mais apropriados para agir, ao mesmo tempo e por vrias vias, contra a infiltração gordurosa do fgado, da qual derivam declnio de sua função, e Às vezes, alterações estruturais de natureza fibrtica. base do preparado estáo a metionina e colina complementadas por um hipocolesterolmico, o feniletilacetato de sódio e potencializados por vitaminas e por extrato hepático para assegurar ação mais ampla possível, que so capazes de prevenir e tratar desvios do metabolismo liPódico celular que constituem a leso bioquímica inicial de hepatopatias as mais diversas.

Informação ao Paciente

Conserve o produto na embalagem original e ao abrigo do calor.
Prazo de validade: 24 meses a partir da data da fabricação (vide cartucho). Não use medicamento com o prazo de validade vencido.
Ação esperada do medicamento: medicação hepatoprotetora.
Informe seu médico a Ocorrência de gravidez ou lactação na vigncia do tratamento.
Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.
TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS. O produto não deve ser usado em caso de estado agudo de hepatites infecciosas, ou em pacientes com hipersensibilidade conhecida aos componentes da fórmula.
NO TOME Remédio SEM O CONHECIMENTO DO SEU médico. PODE SER PERIGOSO PARA A SUA Saúde.

Interação Medicamentosa :

Até o momento não foram relatados casos de interação medicamentosa com o uso do produto.

Fabricante :

BYK Química e Farmácia Ltda.

Rua do Estilo Barroco, 721
04709-011 - São Paulo - SP
Tel: 55 (011) 451-9000
Fax: 55 (011) 533-4361

Medicamentos do mesmo fabricante :

Dramin b6 dl, Ebrantil, Emoform, Estreva, Eufilin AP, Eufilin, Eumotol 220, Fontol 650, Hipofagin S 75, Lactipan, Laitan, Legalon, Lutenil, Nene Dent, Panfugan, Pantozol, Panvitrop, Parodontax, Proctyl, Reparil Gel, Riopan Plus, Tebonin, Xantinon B12, Xantinon B12,

Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.


Jesus a Chave Hermenêutica, Curso exclussivo com o Pastor Caio Fábio