Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Ondansetrom-Ipaxin 4 mg - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : (ondansetrom)

Apresentação :

Ondansetrom Ipaxin 4 mg Comprimidos
Ondansetrom Ipaxin 8 mg Comprimidos

Indicação :

Ondansetrom é indicado para o tratamento das náuseas e dos vômitos induzidos porquimioterapia citotóxica e por radioterapia, e para a prevenção das náuseas e vômitos noPós-operatério (NVPO).

2. ANTES DE UTILIZAR ONDANSETROM IPAXIN COMPRIMIDOS

Não utilize Ondansetrom Ipaxin Comprimidos:

Se tem hipersensibilidade (alergia) ao ondansetrom ou a outros antagonistas selectivos dosreceptores 5-HT3 (p. ex. granisetrom, dolasetrom) ou a qualquer um dos excipientes de
Ondansetrom Ipaxin Comprimidos.

Os comprimidos de ondansetrom não devem ser usados em crianças com rea corporal totalinferior a 0,6 m2.

O medicamento não deve ser usado por crianças com idade inferior a 2 anos, dado que aexperiência nesta população de doentes limitada.

Tome especial cuidado com Ondansetrom Ipaxin Comprimidos

Sabendo-se que o ondansetrom aumenta o tempo de trnsito no intestino grosso, os doentescom sinais de obstrução intestinal subaguda devem ser monitorizados após a administração.

Nos doentes submetidos a cirurgia adenotonsilar, a prevenção das náuseas e vômitos comondansetrom pode mascarar uma hemorragia oculta.

Deverá ter-se precaução caso se administrem concomitantemente ondansetrom eanestásicos a doentes com arritmias ou perturbações da condução cardíaca ou a doentestratados com medicamentos anti-arrtmicos ou beta-bloqueantes.

Gravidez e aleitamento
Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.
A utilização na gravidez não foi estabelecida e não recomendada. Se a administração deondansetrom for absolutamente necessária, a prescrição a mulheres grávidas Deverá serfeita cautelosamente, especialmente no primeiro trimestre. Deve proceder-se a umaavaliação de risco/benefício cuidadosa.

As mães tratadas com ondansetrom não devem amamentar os seus bebs.

Efeitos sobre a capacidade de conduzir veículos e utilizar máquinas
Os efeitos de Ondansetrom Ipaxin sobre a capacidade de conduzir e utilizar máquinas sonulos ou desprezveis.

Informaçães importantes sobre alguns ingredientes de Ondansetrom Ipaxin
Comprimidos:
Este medicamento contêm lactose. Doentes com problemas hereditérios raros deintolerância a galactose, insuficincia em lactase de Lapp ou mé absorção da glucosegalactose não devem tomar este medicamento.

Utilizar Ondansetrom Ipaxin Comprimidos com outros medicamentos
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentementeoutros medicamentos, incluindo medicamentos sem receita médica.

Não so conhecidas interações de Ondansetrom Ipaxin Comprimidos com outros medicamentos.

Modo de Usar: ONDANSETROM IPAXIN COMPRIMIDOs

Tomar sempre Ondansetrom Ipaxin Comprimidos de acordo com as instruções do médico.

Este medicamento destina-se a administração oral.

Nuseas e vômitos induzidos por quimioterapia e radioterapia
Adultos

Quimioterapia e radioterapia emetogênica
O ondansetrom pode ser administrado por via oral ou por via intravenosa a doentes tratadoscom quimioterapia ou radioterapia emetogênica.

Na maioria dos doentes tratados com quimioterapia ou radioterapia emetogênica,inicialmente o ondansetrom deve ser administrado por via intravenosa imediatamente antesdo tratamento, seguido de 8 mg por via oral de 12 em 12 horas.

Para administração oral: 8 mg 1-2 horas antes do tratamento, seguido de 8 mg 12 horasmais tarde.

Para proteger contra a emese retardada ou prolongada após as primeiras 24 horas, otratamento oral com ondansetrom deve ser continuado durante até 5 dias após o ciclo detratamento. A dose recomendada para administração oral 8 mg duas vezes por dia.

Quimioterapia fortemente emetogênica
Doentes tratados com quimioterapia fortemente emetogênica, p. ex. com doses elevadas decisplatina, o ondansetrom pode ser administrado por via intravenosa.

Para proteger contra a emese retardada ou prolongada após as primeiras 24 horas, otratamento oral com ondansetrom deve ser continuado até 5 dias após o ciclo de tratamento.
A dose recomendada para administração oral 8 mg duas vezes por dia.

Crianças (com idade igual ou superior a 2 anos) e adolescentes (< 18 anos)

Em crianças com mais de 2 anos, o ondansetrom pode ser administrado numa doseintravenosa única de 5 mg/m2 ao longo de 15 minutos imediatamente antes daquimioterapia, seguido de 4 mg por via oral doze horas mais tarde. O tratamento oral comuma dose calculada em função da rea corporal deve ser continuado até 5 dias após o ciclode tratamento. As crianças com uma rea corporal total compreendida entre 0,6 e 1,2 m2devem receber 4 mg 3 vezes por dia, enquanto que as crianças com uma rea corporalsuperior a 1,2 m2 devem receber 8 mg 3 vezes por dia.

Idosos
O ondansetrom é bem tolerado por doentes com mais de 65 anos e não so necessáriasalterações da dose, frequência de toma ou via de Administração.

Nuseas e vômitos no Pós-operatério (NVPO)
Adultos

Prevenção da NVPO

Para a prevenção da NVPO, o ondansetrom pode ser administrado por via oral ou por viaintravenosa.

Para administração oral:
16 mg uma hora antes da anestesia.

Em alternativa, 8 mg uma hora antes da anestesia, seguido de duas doses adicionais de 8mg a intervalos de 8 horas.

Tratamento da NVPO instalada
Para tratamento da NVPO instalada, recomenda-se a administração intravenosa.

Crianças (com idade igual ou superior a 2 anos) e adolescentes (< 18 anos)
Para prevenção e tratamento da NVPO, recomenda-se injecção intravenosa lenta.

Idosos
Existe pouca experiência de utilização de ondansetrom para prevenção e tratamento denáuseas e vômitos no Pós-operatério de idosos. No entanto, o ondansetrom é bem toleradopor doentes com mais de 65 anos tratados com quimioterapia.

Populações especiais
Doentes com insuficincia renal
Não so necessárias alterações da posologia diária, da frequência de toma nem da via deAdministração.

Doentes com insuficincia hepática
A dose diária total de 8 mg não deve ser excedida nestes doentes.

Doentes com metabolismo deficitério de esparteína/debrisoquina
Não so necessárias alterações da dose diária ou da frequência de Administração.

Se tomar mais Ondansetrom Ipaxin Comprimidos do que deveria:
Apesar de ter havido poucos casos de sobredosagem, as manifestações que foramnotificadas incluem distúrbios visuais, obstipação severa, hipotenso e episódio vasovagalcom bloqueio AV segundo grau passageiro.

Não existe antídoto específico para o ondansetrom, consequentemente em todos os casos desuspeita de sobredosagem, deve ser fornecida terapêutica de suporte e sintomática.

4. Efeitos secundários POSSVEIs

Como os demais medicamentos, Ondansetrom Ipaxin Comprimidos pode ter efeitossecundários.
Doenças do Sistema Imunológico
Raros: reações de hipersensibilidade imediatas por vezes severas, incluindo anafilaxia.

Doenças do sistema nervoso
Muito frequente: dor de cabeça.
Pouco frequente: Foram observadas reações extra-piramidais (tais como crisesoculogricas/reações distânicas) sem evidência definitiva de sequelas clínicas persistentes;ataque;
Afecções oculares
Raros: distúrbios visuais passageiros (por exemplo viso turva) predominantementedurante administrações intravenosas rápidas.
Cardiopatias
Pouco frequentes: Arritmias, dor no peito com ou sem depresso do segmento ST,bradicardia.

Vasculopatias
Frequentes: Sensação de calor ou rubor.
Pouco frequentes: Hipotenso (tenso arterial baixa)
Doenças respiratórias, torácicas e do mediastino
Pouco frequentes: Soluos.
Doenças gastrointestinais
Frequentes: Priso de ventre. Sensação de queimadura local após inserção dos supositórios.

Afecções hepatobiliares
Pouco frequentes: Aumento assintomático dos valores dos testes relativos funçãohepática.
Estes acontecimentos foram observados comummente em doentes a receberemquimioterapia com cisplatina.

Perturbações gerais e alterações no local de Administração
Frequentes: reações locais no local da injecção intravenosa..

Caso detecte efeitos secundários não mencionados nesta bula, informe o seu médico oufarmacêutico.

5. CONSERVAção DE ONDANSETROM IPAXIN COMPRIMIDOs

Não so necessárias precauções especiais de conservação.

Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Não utilize Ondansetrom Ipaxin Comprimidos após expirar o prazo de validade indicado na embalagem.

6. OUTRAs

InformaçãES

Qual a composição de Ondansetrom Ipaxi.

A substância ativa é ondansetrom sob a forma de cloridrato de ondansetrom dihidratado.

- Os outros componentes so Celulose microcristalina, Lactose monohidratada, Amidopré-gelatinizado (amido), Estearato de magnésio, Hipromelose, Hidroxipropilcelulose,
Propilenoglicol, Oleato de sorbitano, ácido srbico, Vanilina, dióxido de Titanium
(E171), Amarelo de Quinolina (E 104).

Qual o aspecto de Ondansetrom Ipaxin e conteúdo da embalagem
Ondansetrom Ipaxin 4 mg comprimidos revestidos por película:
Blister de PVC/Alumínio num carto exterior contendo 10, 50 e 100 comprimidos.

Ondansetrom Ipaxin 8 mg comprimidos revestidos por película:
Blister de PVC/Alumínio num carto exterior contendo 10, 15, 30, 50 e 100 comprimidos.

É possível que não sejam comercializadas todas as Apresentações.

Fabricante :

Para quaisquer informaçães sobre este medicamento, queira contactar o representante localdo Fabricante :


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.

Curso Master O Cara da Foto