Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Omnic 0,4 - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : cloridrato de tamsulosina

Apresentação : Embalagem com 20 cápsulas de liberação prolongada.

Indicação : Tratamento dos sintomas funcionais da hiperplasia prostática benigna (HPB).

Efeito Colateral :

Vertigem, ejaculação retrgrada e, raramente, hipotenso ortostática, cefaleia, astenia e palpitações. Teoricamente, durante o tratamento com Omnic pode ocorrer queda da presso arterial, podendo levar muito raramente a um colapso circulatério. Quando do aparecimento dos primeiros sinais de uma hipotenso ortostática (tontura, fraqueza) o paciente Deverá se sentar ou deitar até o desaparecimento dos sintomas. até agora não foram observadas interferncias do uso de tamsulosina sobre a capacidade de dirigir veículos ou de operar máquinas. Entretanto, sob este aspecto, os pacientes devem ser conscientizados da possibilidade de Ocorrência de vertigem.

Modo de Usar :

Uma cápsula ao dia, administrada após o desjejum. A cápsula deve ser ingerida inteira, sem mastigar, com um pouco de líquido (por exemplo, um copo de água), em posição ereta ou sentada - Superdosagem: não se conhecem casos de superdosagem aguda com tamsulosina. Não obstante, teoricamente, pode ocorrer hipotenso arterial aguda após a ingestão de uma superdosagem. Neste caso, necessário um suporte cardiovascular. A presso arterial e a frequência cardíaca se normalizam quando o paciente for colocado em posição deitada. Se isto não for suficiente, pode-se recorrer é Administração de expansores do plasma e, em caso de necessidade, a vasopressores. Deve-se monitorizar a função renal e aplicar medidas de suporte geral. Não provável que a dilise seja de alguma ajuda, já que a tamsulosina se liga em elevado grau s proteínas plasmáticas. Medidas como indução do vômito podem ser tomadas para impedir maior absorção. Quando se tratar de quantidades significativas, pode-se proceder à lavagem gástrica, com Administração de carvo ativado e de um laxante osmático, tal como sulfato de sódio.

Contra indicação :

Hipersensibilidade ao cloridrato de tamsulosina ou a qualquer outro componente da fórmula do produto; história de hipotenso ortostática; insuficincia hepática grave. Omnic deve ser utilizado com precaução especial em pacientes portadores de insuficincia renal grave, com clearance de creatinina < 10 ml/min, visto que até o presente não existem experiências clínicas nesse tipo de pacientes.

Precauções :

Durante o tratamento com Omnic, pode ocorrer uma diminuição da presso arterial que, em casos excepcionais, pode levar a um colapso circulatério. Quando do aparecimento dos primeiros sinais de hipotenso ortostática (náusea, sensação de debilidade), o paciente deve sentar-se ou deitar-se até o desaparecimento dos sintomas. Antes de se iniciar o tratamento com Omnic, o paciente deve ser submetido a exames, a fim de excluir a presena de outras condições que possam originar os mesmos sintomas da hiperplasia prostática benigna. Antes do tratamento e, posteriormente, a intervalos regulares, deve-se proceder a uma exploração por toque retal e, em caso de necessidade, a determinação do antgeno prostático específico (PSA). Desconhecem-se restrições ou precauções especiais para o uso do produto em pacientes com idade acima de 65 anos. - Interações Medicamentosas:: não foram observadas Interações na administração simultânea com atenolol, enalapril ou nifedipina. a administração concomitante de cimetidina leva a uma elevação dos níveis plasmáticos de tamsulosina, enquanto a furosemida causa uma redução; visto que os níveis se mantêm dentro dos limites da normalidade, alterações da posologia não so necessárias. In vitro, nem diazepam, nem propranolol, triclormetiazida, clormadinoma, amitriptilina, glibenclamida, sinvastatina e nem a warfarina modificam a fração livre de tamsulosina no plasma humano. Tampouco a tamsulosina modifica as frações livres de diazepam, propranolol, triclormetiazida e clormadinoma. Não se observaram Interações em nível do metabolismo hepático durante estudos in vitro com frações microssomais de fgado (representativas do sistema enzimático que metaboliza o fármaco vinculado ao citocromo P450), afetando amitriptilina, salbutamol, glibenclamida e finasterida. Ainda assim, diclofenaco e warfarina podem aumentar a velocidade de eliminação da tamsulosina. a administração simultânea de outros antagonistas dos receptores a1-adrenérgicos pode causar hipotenso.

Fórmula :

Cada cápsula contêm: cloridrato de tamsulosina 0,4 mg. Excipientes: celulose microcristalina, copolómero de ácido metilacrílico (tipo C), polissorbato 80, laurilsulfato de sódio, triacetina, estearato célcico, talco.

Fabricante :

EUROFARMA LABORATÓRIOS LTDA.
Av. Ver. José Diniz, 3.465
São Paulo – SP
SAC 0800-704-3876
euroatende@eurofarma.com.br
CNPJ: 61.190.096/0001-92
Indústria Brasileira

Medicamentos do mesmo fabricante :

Acetilcisteina, Aciclovir, Aires, Algiprofen, Amoxicilina, Amplacilina, Anastrozol, Andolba, Anginorub, Benzetaci, Bromazepam, Calfolin, Cefadroxil, Cefalexina, Cefazol, Cefotax, Ceftazidima, Cetoprofeno, Ciprocin, Cisplatex, Citab, Citavir, Closecs, Debei, Dexalgen, Digestbem, Diupress, Diurisa, Doxina, Equitam, Etopos, Fisiofer, Flusan, Fluxene, Helmiben, Hiperex, Inotam, Lamivudina, Lento C, Locoid, Lorium, Mantidan, Mecacin, Mepraz, Micotrizol, Minilax, Mucodestrol, Mud, Nistatina, Norelbin, Omnic 04, Paclitax, Paracetamol, Pipurol, Pondera, Proflan Comprimidos, Proflan Creme, Rubina, Selene, Siludrox, Simeco Plus, Stimulance Multi Fiber, Subitan, Superhist, Vagitrene, Vagivit, Vasativ, Wycillin, Zart 50 mg, Zart H, Zart, Zidix, Zina 5 mg, Zina,

Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.


Jesus a Chave Hermenêutica, Curso exclussivo com o Pastor Caio Fábio