Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Omnic - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Cloridrato de tansulosina

Apresentação : Omnic 0,4 mg - Comprimidos de Libertação Prolongada (Revestidos por película)

Indicação :

A substância ativa do Omnic comprimido de libertação prolongada é a tansulosina. Esta é um antagonista selectivo dos receptores adrenérgicos a1A/1D, que reduz a tenso dos mêsculos lisos da próstata e da uretra, permitindo que a urina passe mais facilmente através da uretra e facilitando o acto de urinar. Para Além disto, diminui a sensação de urgência.

O Omnic comprimido de libertação prolongada é usado em homens para o tratamento de queixas do tracto urinário inferior associadas ao aumento da glndula prostática (hiperplasia benigna da próstata). Estas queixas podem incluir dificuldade em urinar (jacto fraco), gotejamento, urgência e frequência em urinar de noite e de dia.

2.é antes de tomar Omnic

Não tome Omnic comprimidos de libertação prolongada

  • se tem alergia (hipersensibilidade) tansulosina ou a qualquer outro componente do Omnic comprimidos de libertação prolongada. A hipersensibilidade pode apresentar-se como um inchao localizado e repentino dos tecidos moles do corpo (por exemplo a garganta ou a lngua), dificuldade em respirar e /ou comicháo e erupção cutânea (angioedema).
  • se sofre de insuficincia hepática grave.
  • se sofre de desmaios devido à redução da presso arterial quando muda de postura (ao sentar-se ou levantar-se).
  • Tome especial cuidado com o Omnic comprimidos de libertação prolongada.

    So necessários exames médicos peridicos para monitorizar o desenvolvimento do estado do qual está a ser tratado.

    Raramente, pode ocorrer desmaio durante o uso de Omnic comprimidos de libertação prolongada, tal como com outros medicamentos deste tipo. Aos primeiros sinais de tonturas ou fraqueza, Deverá sentar-se ou deitar-se até que os sintomas desapaream. Se sofre de problemas renais graves, informe o seu médico.

    Se vai ser operado aos olhos devido à sua viso estar enevoada (cataratas). Por favor informe o seu oftalmologista de que toma ou tomou recentemente Omnic comprimidos de libertação prolongada. O especialista pode depois tomar as precauções apropriadas no que respeita medicação e Técnicas cirúrgicas a ser usadas. Pergunte ao seu médico se deve adiar ou parar temporariamente de tomar este medicamento, se for fazer uma operação aos olhos por ter a viso enevoada.

    3.É como tomar Omnic

    Omnic comprimidos de libertação prolongada com outros medicamentos da mesma classe (antagonistas dos receptores adrenérgicos cd) podem causar uma diminuição não desejada da presso arterial.

    Por favor informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos sem receita médica.

    Tomar Omnic comprimidos de libertação prolongada com alimentos e bebidas

    Pode tomar Omnic comprimidos de libertação prolongada com ou sem alimentos.

    Gravidez e aleitamento

    Não aplicvel, uma vez que o Omnic 0,4 mg comprimidos de libertação prolongada destinado apenas a doentes do sexo masculino.

    Condução de veículos e utilização de máquinas

    Não existe evidência de que o Omnic comprimidos de libertação prolongada afecte a capacidade de conduzir ou utilizar máquinas ou equipamentos. No entanto, deve ter presente que podem ocorrer tonturas, e nestes casos não deve tomar parte de atividades que requeiram muita atenção. Como tomar o Omnic 0,4 mg comprimidos de libertação prolongada

    Tome o Omnic comprimidos de libertação prolongada sempre de acordo com as instruções do médico. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas. A dose habitual é 1 comprimido por dia. Pode tomar Omnic comprimidos de libertação prolongada com ou sem alimentos, de pReferência mesma hora do dia.

    O comprimido deve ser engolido inteiro e não deve ser esmagado ou mastigado. O Omnic comprimido de libertação prolongada foi especialmente concebido para libertar gradualmente a substância ativa assim que for ingerido. É possível observar vestágios dos comprimidos nas fezes. Uma vez que a substância ativa já foi libertada, não há risco dos comprimidos serem menos eficientes.

    Normalmente, o Omnic comprimido de libertação prolongada prescrito para um longo perãodo de tempo. Os efeitos na bexiga e na urinação so mantidos durante o tratamento de longo prazo com o Omnic comprimidos de libertação prolongada.

    Se tomar mais Omnic comprimidos de libertação prolongada do que deveria A toma de Omnic comprimidos de libertação prolongada em demasia pode levar a uma diminuição indesejada da presso arterial e a um aumento da frequência cardíaca, acompanhados de desmaio. Contacte imediatamente o seu médico se tomou mais Omnic comprimidos de libertação prolongada do que deveria.

    Caso de tenha esquecido de tomar Omnic comprimidos de libertação prolongada Pode tomar o seu comprimido diário mais tarde no mesmo dia caso se tenha esquecido de o tomar, conforme recomendado. Se esqueceu uma toma diária, apenas continue a tomar o seu comprimido diário como prescrito. Não tome uma dose dobrada para compensar a dose que se esqueceu de tomar.

    Se parar de tomar Omnic comprimidos de libertação prolongada

    Quando o tratamento com Omnic comprimidos de libertação prolongada termina prematuramente, as suas queixas originais podem voltar. Deste modo, tome o Omnic comprimidos de libertação prolongado o tempo que o seu médico prescrever, mesmo que as suas queixas já tenha desaparecido. Consulte sempre o seu médico se considerar terminar esta terapia. Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médico ou farmacêutico.

    Efeitos secundários Omnic

    Como os demais medicamentos, o Omnic comprimidos de libertação prolongada pode causar efeitos secundários em algumas pessoas. Frequentes (menos de 1 em 10, mais de 1 em 100 (1-10%)): Tonturas, em particular quando se senta ou levanta.

    Pouco frequentes (mais de 1 em 1.000, mas menos de 1 em 100 (0.1-1%)):

    Dor de cabeça, palpitações (o coração bate mais rpido do que o normal e de forma que se consegue notar), baixa da presso sanguínea, por exemplo, quando se levanta rapidamente da posição de sentado ou deitado, por vezes em associação com tonturas, nariz congestionado (rinite), diarreia, náuseas e vômitos, obstipação, fraqueza (astenia), erupções cutâneas, comicháo e urticária, ejaculação anormal. Este ltimo significa que o sêmen não sai do corpo através da uretra, mas que vai para a bexiga. Este fenmeno inofensivo.

    Raros (mais de 1 em 10.000, mas menos de 1 em 1.000 (0.01-0.1%)):

    Desmaio e inchao repentino localizado nos tecidos moles do corpo (por exemplo, a garganta ou a lngua), dificuldade em respirar e / ou comicháo e erupção cutânea, frequentemente como uma reação alérgica (angioedema).

    Muito raros (menos de 1 em 10.000 (<0.01%)):

    Priapismo (erecção prolongada, não desejada e dolorosa para a qual requerido tratamento médico imediato).

    Se vai ser operado aos olhos devido à sua viso estar enevoada (cataratas) e está a tomar ou tomou recentemente Omnic comprimidos de libertação prolongada, a pupila pode dilatar pouco e a ris (a parte circular colorida do olho) pode tornar-se refractria durante o procedimento.

    É como conservar o Omnic

    Manter Omnic comprimidos de libertação prolongada fora do alcance e da vista das crianças. Não utilize Omnic comprimidos de libertação prolongada após o prazo de validade impresso no blister e na embalagem de carto a seguir a ‘VAL.’. O prazo de validade refere-se ao ltimo dia do mês indicado.

    Conservar este medicamento na embalagem original.

    Este medicamento não necessita de quaisquer precauções especiais de conservação. Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita. Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

    Outras Informaçães

    Qual a composição do Omnic comprimidos de libertação prolongada A substância ativa é o cloridrato de tansulosina 0,4 mg.

    Os outros componentes so: no Núcleo do comprimido: macrogol 7.000.000, macrogol 8.000, estearato de magnésio (E470b), butil-hidroxitolueno (E321), slica coloidal anidra (E551); na película de revestimento: hipromelose (E464) e o corante xido de ferro amarelo (E172). Qual o aspecto do Omnic comprimidos de libertação prolongada e conteúdo da embalagem Os comprimidos do Omnic comprimidos de libertação prolongada so redondos, amarelos, revestidos por película e gravados com o cdigo ’04′.

    Os comprimidos do Omnic comprimidos de libertação prolongada so embalados em blisteres de alumínio que so fornecidos dentro de uma embalagem de carto com o nome Omnic 0,4 mg comprimidos de libertação prolongada gravado. As embalagens contêm 10, 14, 20, 28, 30, 50, 56, 60, 90, 100 ou 200 comprimidos. É possível que não sejam comercializadas todas as Apresentações.

    Fabricante :

    Astellas Farma, Ltda.

    Endereço: Torre B Vila Almeida, 04794-000, Av. Nações Unidas, 14171 - Brooklin Paulista, São Paulo - State of São Paulo, 04730-090
    Telefone: (11) 3027-4500

    Para registrar uma suspeita de reação adversa, entre em contato com Nosso Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) que atende no número 0800 600 70 80, no horário comercial de segunda-feira a sexta-feira.


    Advertências :

    Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

    Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

    Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

    Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

    Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

    O ministério da saúde adverte:

    A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

    Como descartar os medicamentos :

    Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

    Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

    Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

    Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

    Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

    As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

    Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

    Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

    No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

    Mantenha-o longe do alcance de crianças.

    Manuseie-o com as mãos limpas.

    Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

    O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

    Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

    Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

    Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

    Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.

    Curso Master O Cara da Foto