Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Nutriplasmal - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Aminoácidos + Electrólitos + Glucose + Lipidos

Classe terapêutica : Misturas de macronutrientes e micronutrientes

Código ATC: B05B - Soluções I.V.

Apresentação : emulsão para perfuso.

Indicação :

O Nutriplasmal pode ser utilizado nas seguintes situações:
O Nutriplasmal utiliza-se para alimentação parentérica total ou parcial em patologias que
conduzem a esta indicação , como por exemplo: coma, impossibilidade de deglutição,alterações no trnsito intestinal, fase Pós-operatéria ou Pós-traumática com atoniagastrointestinal, digestáo ou absorção insuficiente (por exemplo, como consequncia de umainflamação intestinal, síndrome do intestino curto ou pancreatite), desnutrição por anorexianervosa, patologias malignas ou anorexia em gerontes.
A alimentação parentérica pode também estar indicada como forma de melhorar o estado
nutricional antes de uma intervenção cirúrgica ou como coadjuvante da quimioterapia ouradioterapia, para melhorar a tolerância a este tipo de abordagem terapêutica, assim comopara equilibrar as perdas de substâncias produzidas pela hemodilise.
A relação aminoácidos/calorias proporcionada pelo Nutriplasmal garante um aproveitamento
anablico suficiente da oferta de aminoácidos, inclusivamente em casos de catabolismo grave.
A sua formulação responde s exigncias nutricionais através do aporte equilibrado de
nutrientes.
O Nutriplasmal permite o aporte combinado dos três macronutrientes principais:
aminoácidos, lpidos e glucose, cuja eficácia nutricional está comprovada pela bibliografiamédica e pelos ensaios clínicos realizados com esta especialidade farmacêutica.

2. ANTES DE UTILIZAR O Nutriplasmal

Não utilize o Nutriplasmal nos seguintes casos :

Se tem alergia (hipersensibilidade) s substâncias ativas ou a qualquer dos componentes.
O Nutriplasmal contêm óleo de soja (ver composição qualitativa e quantitativa). Este

medicamento não Deverá ser administrado a doentes alérgicos soja ou ao amendoim.
As contra-Indicaçõesdesta especialidade farmacêutica resultam das propriedades
fisiológicas dos componentes do Nutriplasmal. O Nutriplasmal está contra indicado em casosde: alterações no metabolismo dos aminoácidos, insuficincia renal com valores de Azotoresidual aumentados, graves alterações na coagulação sanguínea, episódios tromboemblicos agudos, embolia gorda, colapso e choque, spsis aguda com acidose e hiPóxia,fase aguda do enfarte do miocárdio e apoplexia, gravidez.
Em caso de diabetes mellitus, o Nutriplasmal só deverá ser utilizado mediante estreita
vigilância dos valores de glicemia e mediante a administração de insulina, segundo asnecessidades do doente.
Em caso de acumulação de triglicridos durante a perfuso, surgem as seguintes Contra Indicações : alterações no metabolismo dos lpidos, insuficincia hepática, patologias dosistema reticulo-endotelial e pancreatite.
As contra-Indicaçõesgerais de uma alimentação parentérica so: desidratação hipotúnica,
hiperhidratação, hipocaliemia e hipernatremia, acidose de distinta etiologia, por exemplo,lactoacidose, cetoacidose devida a diabetes mellitus, insuficincia cardíaca declarada ecolestase intra-hepática.
Não se recomenda a utilização de Nutriplasmal em nutrição parentérica de lactentes e
crianças, dado que estes grupos etrios apresentam necessidades especficas em nutrientes.

Tome especial cuidado com o Nutriplasmal:
Deverá fazer-se monitorização do equilíbrio hídrico e ácido-base, regularmente Deverá ser
realizado um ionograma srico e controlar a glicemia.
Tendo como base a prtica clínica e a interpretação do ionograma srico, poderá optar-se
pela administração de electrólitos adicionais, isto aplica-se especialmente no caso dosfosfatos, necessários para a metabolização dos substratos.
O bissulfito de sódio pode causar reações de tipo alérgico, incluindo sintomas anafilticos e
espasmo brônquico em indivíduos sensíveis, especialmente nos casos em que a históriaclínica refira asma ou alergias.
Antes de utilizar, agitar e sé administrar se a emulso estiver homogênea.
Não adicionar outros fármacos.

Utilizar o Nutriplasmal com outros medicamentos:
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente
outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.

A administração conjunta de alguns fármacos com o Nutriplasmal pode alterar a clearance,
distribuição e ligação a proteínas plasmáticas desses fármacos. Os estudos realizados indicamque existe um atraso no incio do efeito farmacológico e um prolongamento do tempo de semivida, com acumulação potencialmente tóxica. Isto acontece com os fármacos: clorpromazina,hidrocortisona, imipramina, propranolol e verapamil, entre outros fármacos.
Não se deve misturar o Nutriplasmal com outras soluções de perfuso, concentrados
electrolticos ou fármacos, a não ser que esteja garantida a estabilidade da emulso após A sua adição. a administração de vasodilatadores, antiarrtmicos e antibióticos conjuntamentecom o Nutriplasmal pode alterar a estabilidade da emulso.

Utilizar o Nutriplasmal com alimentos e bebidas
Não aplicvel.

Gravidez e aleitamento
Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.
a administração de Nutriplasmal está contra-indicada durante a gravidez.

Durante o perãodo de lactação Deverá evitar-se a administração de Nutriplasmal, a menos que

seja absolutamente necessário, segundo critério médico.

Condução de veículos e utilização de máquinas
Não aplicvel.

Informaçães importantes sobre alguns componentes de Nutriplasma.

O Nutriplasmal contêm, como componentes:
Frasco de 1000 ml (emulso de aminoácidos, glucose e lpidos)
composição
por 100 ml
U s.a./excip

de solução
Oleato de sódio
0,006
g
excip.
Bissulfito de sódio
0,015
g
excip.
ácido cítrico
0,112
g excip.
monohidratado

água para
qbp 100
ml
excip.
preparações
injetáveis

Notas:
s.a.:substância ativa
excip:excipiente
U:unidades

O bissulfito de sódio pode causar reações de tipo alérgico, incluindo sintomas anafilticos e
espasmo brônquico em indivíduos sensíveis, especialmente nos casos em que a históriaclínica refira asma ou alergias.

Modo de Usar :

O Nutriplasmal

Utilizar Nutriplasmal sempre de acordo com as instruções do médico. Fale com o seu médicoou farmacêutico se tiver dúvidas.

Na prtica clínica as doses de Nutriplasmal a administrar, em função das necessidades dodoente, so as seguintes:
0,18-0,30 g de Azoto por kg de peso corporal e por dia.
2,5-6,0 mg de glucose por kg de peso corporal e por minuto.
No máximo, 50% da energia não proteica fornecida sob a forma de lpidos.
Volume máximo de perfuso: 3 litros.

A dose máxima de Nutriplasmal de 40 ml por kg de peso corporal e por dia e fornece:
0,23 g de Azoto por kg de peso corporal e por dia.
3,33 mg de glucose por kg de peso corporal e por minuto.
42% de kcal não proteicas sob a forma de lpidos.
141 kcal não proteicas por g de Azoto.

O volume máximo de Nutriplasmal a administrar de:
2000 ml para doentes com 50 kg de peso.

2400 ml para doentes com 60 kg de peso.
2800 ml para doentes com 70 kg de peso.
Para doentes com 80 kg de peso, a dose máxima (3000 ml) deve ser de
37,5ml/kg de peso corporal, pelo que o aporte nutritivo nestes doentes ser de 0,22g de Azoto por kg de peso corporal e por dia e de 3,22 mg de glucose por kg depeso corporal e por minuto, estes valores estáo dentro dos aportes recomendados.

NORMAS PARA UMA CORRECTa administração:
A perfuso deve iniciar-se a uma velocidade de gotejamento relativamente baixa (15-20
gotas/minuto). Ao fim de 10-15 minutos Deverá aumentar-se a velocidade de perfuso para 30gotas/minuto, até um máximo de 40 gotas/minuto. Em doentes com carncias nutricionais e emcrianças Deverá adaptar-se a velocidade de gotejamento ao peso corporal.
Como regra geral, a duração máxima do tratamento não Deverá ultrapassar as 4 semanas.
No entanto, este perãodo de tempo pode ser alargado de acordo com as necessidadesindividuais.
Via de Administração
Via intravenosa.
Instruções para a utilização
A solução polielectroltica deve ser adicionada emulso no momento em que se vaiadministrar o Nutriplasmal.
Duração do tratamento mdio
A duração média do tratamento determinada através da avaliação do estado geral do doente.
é o médico quem decide quanto tempo deve durar o tratamento de acordo com asnecessidades nutricionais especficas desse doente.

Se utilizar mais Nutriplasmal do que deveria:
A sobredosagem com Nutriplasmal pode surgir como consequncia de uma velocidade deperfuso demasiado elevada, podem surgir então os efeitos indesejáveis já mencionados e/ouperdas de hidratos de carbono e aminoácidos na urina.

Caso se tenha esquecido de utilizar Nutriplasmal

Não aplicvel.

Se parar de utilizar Nutriplasmal:
Não aplicvel.

Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médico ou

farmacêutico.

4. Efeitos secundários POSSVEIS

Como os demais medicamentos, Nutriplasmal pode causar efeitos secundários em algumas
pessoas.

Tal como acontece com qualquer solução para perfuso que contenha lpidos, podem surgir
casos isolados das chamadas reações agudas precoces, como sejam calafrios, ligeiradescida da temperatura corporal, cefaleias, dores retro-esternais, dificuldades respiratórias,sabor metlico ou náuseas. Sempre que surjam estes sintomas Deverá interromper-se aperfuso até que eles desapaream, depois poderá reiniciar-se a perfuso mas a umavelocidade mais lenta.
As chamadas reações tardias que surgem após Administração repetida de emulses
lipódicas poderão ocorrer em casos isolados síndrome de sobrecarga. Este síndromeapresenta os seguintes sintomas: hepatomegalia com ou sem icterícia, esplenomegalia,alteração dos parâmetros da função hepática, anemia, leucopenia, trombopenia, tendência ahemorragias, alterações ou diminuição dos factores de coagulação do sangue.
As alterações no metabolismo liPódico, para as quais está contra-indicada a administração de
Nutriplasmal, podem ser facilmente identificadas por uma turvação lipódica do soro que semanifesta ao fim de 12 horas após terminar a perfuso. Nos doentes para os quais hajasuspeita de alterações do metabolismo liPódico, deveria despistar-se a possibilidade delipidemia em jejum, por exemplo da seguinte forma: recolher sangue em jejum e centrifugar a
1500 r.p.m.; se o sobrenadante (plasma) se apresentar turvo (leitoso), não se podemadministrar emulses lipódicas. A repetição deste teste ao fim de 24 horas decidirá sobre aAtuação terapêutica a seguir. Quando a administração de Nutriplasmal diária Deverá fazerse a monitorização dos triglicridos plasmáticos.
Em nutrição parentérica, especialmente quando se administravam soluções nutritivas
concentradas, foram descritos casos de colestase intra-hepática com um aumento dabilirrubina e transaminases. Não se conhece a causa exacta destas alterações reversíveis dafunção hepática; se elas surgirem Deverá reduzir-se a dose ou interromper-se a nutriçãoparentérica durante uns dias. Os valores da bilirrubina e das transaminases deverão serregularmente monitorizados.
Em casos de tolerância diminuída glucose pode surgir hiperglicemia e eliminação de
glucose na urina. Geralmente, estes problemas podem evitar-se reduzindo a dose ouadministrando insulina.

5. COMO CONSERVAR O Nutriplasmal

Conservar no frigorfico (2C e 8C), ao abrigo da luz. Não congelar.
Rejeitar se a emulso não se apresentar lmpida e o recipiente intacto.

Manter fora do alcance e da vista das crianças.
Não utilizar o Nutriplasmal após o prazo de validade impresso no rótulo. O prazo de validadecorresponde ao ltimo dia do mês indicado.

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte aoseu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita. Estas medidas irãoajudar a proteger o ambiente.

6. Outras Informações

Qual a composição qualitativa e quantitativa do Nutriplasmal em substâncias ativas:
Frasco de 1000 ml (emulso de aminoácidos, glucose e lpidos)
composição
por 100 ml
U s.a./excip

de solução
L-Isoleucina 0,220 g
s.a.
L-Leucina 0,386 g
s.a.
L-Lisina
0,269 g s.a.
monohidratada
L-Metionina 0,180 g
s.a.
L-Fenilalanina 0,220 g
s.a.
L-Treonina 0,176 g
s.a.
L-Triptofano 0,073 g
s.a.
L-Valina 0,210 g
s.a.
L-Arginina 0,080 g
s.a.
L-Histidina 0,080 g
s.a.
Glicina 0,483 g
s.a.
L-Alanina 0,830 g
s.a.
L-Prolina 0,390 g
s.a.
L-Asparagina
0,159 g
s.a.
monohidratada

L-Serina 0,106 g
s.a.
L-Tirosina 0,015 g
s.a.
N-Acetil-L-Tirosina 0,031 g
s.a.
Acetato de L-Ornitina
0,116 g s.a.
monohidratada
Glucose
13,20 g s.a.
monohidratada
óleo de soja
1,90 g
s.a.
Triglicridos de cadeia
1,90 g s.a.
média
ácido Caprlico
ácido Cprico
Lecitina de ovo
0,228 g
s.a.

Frasco de 20 ml (solução polielectroltica)
Substância por
20
ml
U
Cloreto de sódio
2,046 g
Acetato de potássio
2,944 g
Acetato de
0,322 g
magnésio

tetrahidratado
Cloreto de zinco
0,010 g
Gluconato de cálcio
0,785 g
monohidratado

água para
qbp 20 ml
preparações
injetáveis

Notas:
s.a.:substância ativa
excip:excipiente
U:unidades

Mistura (informação nutricional)
Azoto (N) total
5,81 g
Azoto (N) nos ? 4,95 g/l
aminoácidos
AAE/AAT 0,47
Equivalncia em Proteínas
36,31 g/l
Energia total
982,96 kcal/l
kcal não proteicas/g Azoto
141
Rel. kcal glucose/lpidos
58/42
Osmolaridade 1082
mOsm/l
pH aprox.
6,4-6,9

Os outros componentes so:

Frasco de 1000 ml (emulso de aminoácidos, glucose e lpidos)
composição
por 100 ml
U s.a./excip

de solução
Oleato de sódio
0,006
g
excip.
Bissulfito de sódio
0,015
g
excip.
ácido cítrico
0,112
g excip.
monohidratado

água para
qbp 100
ml
excip.
preparações
injetáveis

Notas:
s.a.:substância ativa
excip:excipiente
U:unidades

Ver secção 2. "Não utilize Nutriplasmal nos seguintes casos":

Qual o aspecto do Nutriplasmal e conteúdo da embalagem:

O Nutriplasmal apresenta-se numa caixa contendo um frasco de vidro de 1000 ml
(aminoácidos, glucose e lpidos) e uma ampola de polietileno de média densidade (soluçãopolielectroltica); e caixa contendo 10 frascos de vidro de 1000 ml (aminoácidos, glucose e

lpidos) e 10 ampolas de polietileno de média densidade (solução polielectroltica).

Fabricante :

B|Braun Medical Lda.
Queluz Park.
Est. Consiglieri Pedroso, 80.
Queluz de Baixo.
2730-053 Barcarena.

Para quaisquer informaçães sobre este medicamento, queira contactar o representante localdo Fabricante :.


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.

Emagrecimento e Aumento de Massa Muscular