Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Norestin - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : noretisterona

Apresentação : Estojo com 35 comprimidos de 0,35 mg.

Indicação : Contracepção, tratamento das hemorragias uterinas funcionais e distúrbios do ciclo menstrual. Dismenorria. Tenso pré-menstrual. Algias Pólvicas. Mastodinia. distúrbios de fertilidade por insuficincia progestánica.

Efeito Colateral :

Ressalvadas as condições referidas no item Advertências, passveis de serem influenciadas por medicamentos desta natureza, os seguintes efeitos secundários podem ser observados: provavelmente ligados com a terapia: náusea, vômito e sintomas gastrintestinais; sangramento intermenstrual; alterações no fluxo menstrual; dismenorria; amenorria durante ou após o uso; esterilidade temporria; edema; cloasma; alterações mamrias de sensibilidade; secreção e aumento de volume; alterações de peso; alterações na eroso e secreção cervicais; diminuição da lactação; icterícia; cefaleia; manifestações alérgicas cutâneas; depresso psquica; trolerncia reduzida aos carboidratos, candidase vaginal; alteração na curvatura da crnea; intolerância a lentes de contato. Sem confirmação de relação com a terapia: síndrome semelhante tenso pré-menstrual; catarata; alteração na libido; alterações no apetite; síndrome semelhante cistite; nervosismo; tontura; eritema nodoso; erupção hemorrágica; vaginite; porfiria e insuficincia renal. Interações Medicamentosas:: a eficácia contraceptiva reduzida e uma Incidência maior de sangramento intermenstrual pode ocorrer com o uso concomitante de contraceptivos orais com as seguintes drogas: rifampicina, penicilina, ampicilina, neomicina, tetraciclina, cloranfenicol, sulfonamidas, barbitúricos, fenilbutazona, meprobamato, Analgésicos contendo fenacetina e pirazolona, clorpromazina e clordiazePóxido. Os anticonceptivos orais podem antagonizar a eficácia dos agentes anti-hipertensivos, anticonvulsivantes, anticoagulantes orais e agentes hipoglicmicos. Podem interferir no metabolismo oxidativo do diazepam e outros benzodiazepúnicos, podendo ocorrer acumulação dos níveis plasmáticos dessas drogas. - Interferncia em exames laboratoriais: os seguintes exames laboratoriais podem ser alterados pelos anticonceptivos: hepáticos: retenção aumentada da BSP e outros testes. Coagulação: aumento das protrombinas e dos fatores VII, VIII, IX e X; diminuição de antitrombina III; aumento da agregação plaquetária. endócrinos: aumento do PBI e BEI; diminuição de T3; aumento dos níveis de glicose sanguínea. Outros: aumento dos níveis de fosfoliPódeos e triglicerdeos; diminuição do folato srico e distúrbios de metabolismo do triptofano.

Modo de Usar :

Tomar 1 comprimido ao dia, de pReferência na mesma hora, ininterruptamente, iniciando o tratamento a partir do primeiro dia da menstruação. A medicação não deve ser interrompida durante o fluxo menstrual. Na eventualidade de esquecer a tomada de um comprimido, continuar a tomá-lo no dia seguinte, sem prejuzo do que deveria ser tomado nesse dia. Para obtenção do efeito teraPóutico desejado, necessário que os comprimidos de noretisterona sejam tomados com a regularidade preconizada. Qualquer alteração no esquema posológico fica a critério médico. Superdosagem: a superdosagem pode causar náuseas e, algumas vezes, sangramento vaginal por supresso. Devem-se utilizar procedimentos gerais de lavagem gástrica e tratamento geral de suporte.

Contra indicação :

Pacientes com tromboflebite, distúrbios tromboemblicos, doença vascular cerebral e coronariana ou história progressiva de tais condições. Hepatopatia grave. Carcinoma de mama e neoplasia estrgeno-dependente diagnosticada ou suspeita. Sangramento genital anormal diagnosticado. Gravidez diagnosticada ou suspeita. - Advertências: a observação ou suspeita de qualquer dessas manifestações implicar na interrupção imediata do medicamento. Estudos realizados relacionando compostos desta classe terapêutica mostraram um aumento do risco de tromboflebite, distúrbios cerebrovasculares, infarto do miocárdio e embolia pulmonar. Este aumento do risco foi estimado em 4 a 11 vezes mais alto (para hemorragia cerebral, 2 vezes mais) para as usurias. Comparado com as não-usurias, paralelamente, o risco de trombose venosa superficial ou profunda foi menor nas pacientes que vo ser submetidas cirurgia. O médico deve considerar a interrupção do tratamento pelo menos quatro semanas antes da data provável da intervenção. A medicação deve também ser interrompida se houver: gradual ou sbita, parcial ou completa perda de viso; exoftalmia ou diplopia; incio ou agravamento de enxaqueca ou aparecimento de cefaleia recorrente, persistente ou grave; edema da papila; alguma evidência de leso vascular retiniana. Anormalidades fetaistêm sido relatadas em descendentes de mulheres que tomaram estes medicamentos durante a gravidez, portanto a possibilidade de gestação deve ser afastada, antes do incio ou da continuação de um tratamento desta natureza. Tumores hepáticos, ocasionalmente fatais, foram diagnosticados em usurias destes compostos. Estes tumores podem se apresentar como uma massa abdominal, com sangramento e (ou) sinais e sintomas de abdômen agudo, tanto em pacientes que estáo se submetendo terapêutica em curto como em longo prazo. Em fumantes que usam este medicamento, o risco de efeitos secundários cardiovasculares aumenta em relação idade (acima de 35 anos) e ao consumo de cigarros (15 ou mais por dia). As mulheres nestas condições deverão ser severamente advertidas para não fumarem.

Precauções :

Algumas condições médicas podem ser influenciadas por este tipo de tratamento. O médico deve estar alertado quanto às mesmas, examinar cuidadosamente a paciente e avaliar criteriosamente a convenincia de continuar ou não a terapia: fibroma uterino preexistente pode aumentar de tamanho; a tolerância glicose pode diminuir em um significativo nmero de mulheres; a presso arterial pode aumentar em pequeno, mas significativo, nmero de pacientes; icterícia colestática. Gestantes com história pregressa dessa afecção so mais propensas ao desenvolvimento dessa patologia; amenorria durante e após o tratamento. Mulheres com passado de dismenorria secundária ou com ciclos irregulares so mais propensas a não ovular, ou se tornarem amenorricas; depresso psquica; retenção líquida. Condições que poderiam ser afetadas por esse fator incluem epilepsia, enxaqueca, asma, disfunção cardíaca ou renal. Com um estudo controlado retrospectivo, foi cirurgicamente confirmado um aumento do risco de doenças da vescula biliar. Antes de iniciar o tratamento, a paciente deve ser submetida a um exame físico completo e seus antecedentes familiares devem ser investigados. Na vigncia do tratamento, aconselha-se que sejam realizados com periodicidade exames físico s e colpocitológico. Lactantes: pequenas quantidades de contraceptivos esteroides oraistêm sido identificados no leite materno e alguns efeitos adversostêm sido relatados na criança, incluindo icterícia e ingurgitamento mamrio. Por outro lado, os contraceptivos orais administrados no puerPório imediato podem diminuir a quantidade e a qualidade do leite materno.

Fórmula :

Cada comprimido contêm: noretisterona (noretindrona) 0,35 mg.

Fabricante :

Biolab Sanus Farmacêutica

Endereço: Avenida Paulo Ayres, 280, Taboão da Serra - SP, 06767-220
Telefone:(11) 3573-6000

Medicamentos do mesmo fabricante :

Alergolon, Amiretic, Aradois h, Aradois, Benzitrat, Ciclovular, Coronar, Ecasil, Elamax, Eritos, Fastium, Gestrelan, Itrazol, Lipless, Lovelle, Nipride, Norestin, Novatropina, Pantogar, Plaket, Pressat, Quinoflox, Serenus, Suxar, Virustat, Wassertrat, Xefo


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.

Emagrecimento e Aumento de Massa Muscular