Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Norelbin - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : vinorelbina

Apresentação : Em frasco-ampola com 1 ml ou 5 ml de solução injetível.

Indicação : Carcinoma de pulmão de não pequenas células. Carcinoma de mama.

Modo de Usar :

Vinorelbina deve ser administrada exclusivamente por via intravenosa. Em monoterapia: A dose habitual é de 25 a 30 mg/mup4 2, administrada uma vez por semana (e ajustada de acordo com a tolerabilidade hematológica). Em poliquimioterapia: a dose e a frequência so definidas em função do protocolo a ser seguido. Obs.: a dose calculada deve ser diluda em solução fisiológica (125 ml, por exemplo) e infundida em um perãodo curto de tempo (15 a 20 minutos). a administração deve ser seguida de lavagem abundante da veia por solução fisiológica. No caso de ocorrer extravasamento de vinorelbina no tecido adjacente veia, É conveniente interromper a injeção e administrar o restante da dose em outra veia. Em caso de contato com os olhos, deve-se lav-los imediata e abundantemente. após preparo, a solução (sozinha ou em diluição em soro fisiológico ou glicosado) pode ser conservada em frasco de vidro hermeticamente fechado por 24 horas, em temperatura ambiente. Em pacientes com insuficincia hepática, a posologia deve ser reduzida. - Superdosagem: o antídoto para uma superdosagem de Norelbin não É conhecido. As complicações primrias consistem de supresso da medula óssea e neurotoxicidade perifrica. Se superdosagem ocorrer, geralmente medidas de suporte associadas a transfuses de sangue e terapia antibiótica, devem ser instituídas conforme julgar necessário o médico.

Contra indicação :

Gravidez; aleitamento; insuficincia hepática grave.

Precauções :

O tratamento deve ser efetuado sob controle hematológico rigoroso (determinação da taxa de hemoglobina, do nmero de leuccitos e granulcitos antes de cada nova administração). Em caso de granulopenia (< 2000/mmup4 3), deve-se adiar a injeção até a normalização e acompanhar o paciente cuidadosamente. Em caso de insuficincia hepática, É conveniente reduzir a posologia. Na ausência de estudos específicos em insuficincia renal, recomenda-se, neste caso, prudncia ao administrar-se Norelbin. Evitar qualquer contaminação acidental dos olhos, pois há risco de irritação severa e até mesmo ulceração da crnea se o produto projetado sob presso. Em caso de contato acidental com os olhos, deve-se lav-los imediata e abundantemente. Norelbin deve ser administrado exclusivamente por via intravenosa. extremamente importante assegurar-se de que a agulha foi corretamente introduzida na veia antes de comear a injeção de Norelbin. Se houver extravasamento de vinorelbina no tecido adjacente veia, pode provocar considervel irritação. Neste caso, É conveniente interromper a injeção e administrar o restante da dose em outra veia. - Interações Medicamentosas:: reações agudas pulmonarestêm sido registradas com vinorelbina e outros alcalóides antiulcerosos da vinca usados em conjunto com mitomicina. Entretanto, a farmacocinética de vinorelbina não influenciada pela administração concomitante de cisplatina, e o aumento da granulocitopenia não significativo. - reações de adversas: sistema hematopoitico: a toxicidade limitante é a granulocitopenia; anemia frequente, mas de intensidade moderada. Sistema nervoso perifrico: abolição dos reflexos osteotendinosos; parestesias so pouco frequentes; após tratamento prolongado, pode-se observar fatigabilidade dos membros. Sistema nervoso vegetativo: a manifestação principal é a paresia intestinal com conseqente constipação; raros casos de óleo paralítico foram observados. Aparelho digestivo: constipação, náuseas e vômitos (com Incidência relativamente baixa). Aparelho respiratório: dispnéia, broncospasmo (estas reações podem ocorrer minutos depois da administração ou vrias horas depois). Outras: alopecia (moderada e progressiva); dor na mandbula; reações no local da injeção, que podem chegar necrose no caso de ocorrer extravasamento do produto durante a administração.

Fórmula :

Cada frasco-ampola de 10 mg/1 ml contêm:vinorelbina (sob a forma de ditartarato de vinorelbina) 10 mg. veículo q.s.p. 1 ml. Cada frasco-ampola de 50 mg/5 ml contêm: vinorelbina (sob a forma de ditartarato de vinorelbina) 50 mg. veículo q.s.p. 5 ml.

Fabricante :

EUROFARMA LABORATÓRIOS LTDA.
Av. Ver. José Diniz, 3.465
São Paulo – SP
SAC 0800-704-3876
euroatende@eurofarma.com.br
CNPJ: 61.190.096/0001-92
Indústria Brasileira

Medicamentos do mesmo fabricante :

Acetilcisteina, Aciclovir, Aires, Algiprofen, Amoxicilina, Amplacilina, Anastrozol, Andolba, Anginorub, Benzetaci, Bromazepam, Calfolin, Cefadroxil, Cefalexina, Cefazol, Cefotax, Ceftazidima, Cetoprofeno, Ciprocin, Cisplatex, Citab, Citavir, Closecs, Debei, Dexalgen, Digestbem, Diupress, Diurisa, Doxina, Equitam, Etopos, Fisiofer, Flusan, Fluxene, Helmiben, Hiperex, Inotam, Lamivudina, Lento C, Locoid, Lorium, Mantidan, Mecacin, Mepraz, Micotrizol, Minilax, Mucodestrol, Mud, Nistatina, Norelbin, Omnic 04, Paclitax, Paracetamol, Pipurol, Pondera, Proflan Comprimidos, Proflan Creme, Rubina, Selene, Siludrox, Simeco Plus, Stimulance Multi Fiber, Subitan, Superhist, Vagitrene, Vagivit, Vasativ, Wycillin, Zart 50 mg, Zart H, Zart, Zidix, Zina 5 mg, Zina,

Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.

Emagrecimento e Aumento de Massa Muscular