Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Nootron - Bula

Bula do medicamento ativador do metabolísmo cerebral, indicado no Tratamento do mioclono.

Princípio ativo : Piracetam. (SIMONETTI,180)

Classe terapêutica : Ativadores do Metabolismo Cerebral. (JOPEU,45)

Apresentação :

Comprimidos: embalagens com 60 comprimidos.
Injetável: embalagens com 5 ampolas.
Xarope pediátrico: frascos com 110 ml.

Efeito Colateral :

Geralmente é bem tolerado.

Pode ocorrer agitação psicomotora no início do tratamento, porêm raramente.

Podem, ainda, ocorrer efeitos neurológicos (cefaleias, convulsões, vertigens, sintomas extrapiramidais) e sintomas gastrintestinais (náuseas, vômitos, anorexia, diarreia ou constipação e gastralgias).

Podem ocorrer perturbações funcionais digestivas.

Contra indicação :

No primeiro trimestre da gravidez.

Hipersensibilidade ao piracetam.

Insuficiência renal grave; desaconselha-se a utilização de doses elevadas a intervalos próximos quando há diálise.

Composições

Cada comprimido contêm:

Piracetam .................... 400 mg
Excipiente q.s.p. .................... 1 comprimido

Cada ampola contêm:

Piracetam .................... 1.000 mg
veículo q.s.p. .................... 5,0 ml

Cada colher das de chá (5 ml) de xarope pediátrico contêm:

Piracetam .................... 300 mg
veículo q.s.p. .................... 5,0 ml

Indicação :

Tratamento do mioclono.

Nos casos acompanhados de diminuição intelectual global (síndromes involutivas senis (atenção, concentração, vigilância, memorização, sociabilidade), alcoolismo, toxicomania, síndromes pós-traumáticas, acidentes vasculares cerebrais).

Nos distúrbios da vigilância e da consciência (delírios, confuses mentais de origem vascular, estados comatosos e subcomatosos de origem vascular, traumática ou tóxica).

Síndromes mentais da insuficiência cerebral, distúrbios do rendimento mental e irritabilidade dos anciões, distúrbios do comportamento e dificuldade de adaptação.

Indicações pediátricas

Distúrbios de aprendizagem (memorização, atenção e vigilância).

Distúrbios da integração e do pensamento (coordenação de idias, julgamento, raciocnio, compreenso e performances intelectuais).

Distúrbios do comportamento e da adaptação ao meio (familiar, social e escolar).

Sequelas psicoafetivas de afecções neurológicas (nos casos de meningites agudas, por exemplo, o tratamento conduz a uma normalização rápida dos distúrbios afetivos e eletroencfalogrficos secundários, permitindo abreviar o tempo de hospitalização).

Informações ao paciênte

Este medicamento destina-se a melhorar as atividades mentais superiores.

Conserve o medicamento sempre em lugar seco e escuro.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

Use este medicamento sempre sob prescrição médica.

Interação Medicamentosa :

Pode ocorrer sangramento (menorragia) com o uso concomitantemente de warfaria e piracetam.

Modo de Ação

NOOTRON, medicamento neurcorticotórpico, tem como base o piracetam, substância que inicia uma nova classe de medicamentos que atuam sobre o SNC, preferencialmente ao nível do córtex, sede das atividades mentais superiores.

O piracetam ativaria o metabolismo das células corticais.

Em verdade ele ativa, protege e restaura o funcionamento da célula nervosa em estado de "stress" e melhora as performances da mesma no seu estado normal.

Em síntese, o piracetam facilita certas formas de aprendizagem; aumenta a eficiência dos mecanismos que asseguram as consolidações da memória; aumenta as reservas energéticas da célula e facilita a sua mobilização quando necessário; reforça a resistância hipoxia da célula cerebral e facilita a recuperação pós-anóxica.

Quando administrado por via oral, é completa e rapidamente absorvido, atingindo nível sanguíneo máximo em 45 minutos.

Eliminado principalmente pela urina, sem sofrer biotransformação, em 30 horas; cerca de 1 a 2% so encontrados nas fezes.

A meia-vida no sangue de 4 a 5 horas; nos pacientes com insuficiência renal total e irreversível, a meia-vida biológica de 48 a 50 horas.

Atravessa a barreira placentária.

Posologia e Modo de Usar

Comprimidos: no início do tratamento, administrar 2 comprimidos 3 vezes ao dia; obtido o efeito desejado, diminuir a dose para 1 comprimido 3 vezes ao dia.

Injetável: administrar 1 ampola até 3 vezes ao dia, pela via intramuscular ou endovenosa. a posologia poderá ser modificada a critério médico, de acordo com a gravidade do caso.

Xarope pediátrico: administrar 60 mg (1 ml) por kg de peso, dividindo-se esta dose em 3 administrações.

Idosos: as dosagens podem ser ajustadas, especialmente em pacientes com função renal comprometida.

Insuficiência renal: uma vez que nootron excretado por via renal, a dose deve ser ajustada nos casos de grave insuficincia renal.

Fabricante :

Fabricante : Biosintética Ltda.

Av. das Nações Unidas, 22.428
São Paulo/SP
Tel: 0800-0151036

Bibliografia :

JOPEU, Drogas E Doses - Clube de Autores, 2009.

SIMONETTI, Alfredo, Manual de Psicologia Hospitalar, O Mapa da Doença -1. Edição, São Paulo, Casa do Psicólogo, 2004

Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.