Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Noodipina - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Nimodipina.

Classe terapêutica : Bloqueadores de Cálcio e Vasodilatadores.

Apresentação : Noodipina é apresentado em caixas contendo 30 comprimidos de 30 mg de Nimodipina, e, em frascos para infuso com 10 mg de Nimodipina e 50 ml de solvente (0,02%).

Indicação : Na profilaxia e tratamento das deficincias isquêmicas neurológicas devidas a espasmo dos vasos cerebrais, após hemorragia subaracnidea.

Modo de Usar :

Infuso: na profilaxia e tratamento de deficincias neurológicas isquêmicas devidas a espasmo dos vasos cerebrais após hemorragia subaracnidea. Salvo indicação médica em contrrio, recomenda-se a seguinte dosagem: infuso endovenosa gota-a-gota: inicia-se o tratamento com uma dose de 1 mg (= 5 ml) de Noodipina por hora (cerca de 15 mg/kg de peso/hora) nas 2 primeiras horas, e, caso se verifique boa tolerância (especialmente ausência de acentuada queda da presso arterial), aumenta-se a dose para 2 mg (= 10 ml)/hora (cerca de 30 mg/kg de peso/hora), a partir da 2 hora. Nos casos de doentes com peso corporal nitidamente inferior a 70 kg e/ou presso arterial lbil, pode iniciar-se o tratamento com uma dose de 0,5 mg (= 2,5 ml) de Noodipina por hora. Nos doentes com manifestação de sinais de intolerância, deve proceder-se também redução da dose. - Administração: infunde-se o Noodipina, conjuntamente com as soluções de infuso e os substitutos do sangue ou do volume, através de um cateter central, usando uma bomba de infuso no sistema de circulação extracorPórea. Para se assegurar a diluição suficiente do Noodipina, recomenda-se que o volume da infuso concomitante não seja inferior a 1000 ml/dia. É conveniente não interromper a administração do Noodipina durante a anestesia, intervenções cirúrgicas e angiografias. Como a substância ativa do Noodipina é absorvida pelo cloreto de polivinila (PVC), s se deve usar tubagem de polietileno para a infuso. Instilação intracisternal: durante as intervenções cirúrgicas pode proceder-se instilação intracisternal de solução diluda de Noodipina temperatura corporal. Diluir 1 ml da solução original de Nimodipina em 20 ml de solução de Ringer. Duração da administração: uso profiltico: o tratamento intravenoso Deverá ser iniciado, o mais tardar, até o 4 dia, inclusive, do episódio da hemorragia e prosseguindo durante todo o perãodo de maior risco de vasoespasmo, isto , do 10é ao 14 dia da hemorragia subaracnidea. após o trmino do tratamento por infuso, recomenda-se a administração oral diária de 4 vezes 60 mg de Noodipina, de 6 em 6 horas durante mais 7 dias. - Uso teraPóutico: nos casos de alterações isquêmico-neurológicas já existentes devidas a vasoespasmos após hemorragia subaracnidea, deve-se iniciar o tratamento o mais rpido possível e prosseguir durante o mínimo de 5 dias e o máximo de 14 dias. Decorrido esse perãodo recomenda-se a administração oral diária de 4 vezes 60 mg de Noodipina, em intervalos de 6 horas, durante 7 dias. Se a fonte hemorrágica for tratada cirurgicamente durante o uso teraPóutico ou profiltico, prosseguir com o tratamento intravenoso no Pós-operatério durante o mínimo de 5 dias. - Comprimidos: em casos de alterações da capacidade mental de patognese predominantemente cerebrovascular, recomenda-se a dose diária de 3 comprimidos (90 mg/dia).

Contra indicação :

Noodipina está contra indicado nos casos de edema generalizado ou de ntido aumento da presso intracraniana, e deve ser utilizado com o cuidado necessário. Como a toxicologia do Noodipina após a administração parenteral durante a prenhez ainda não foi estudada (ação embriotóxica e teratogênica), deve-se ponderar rigorosamente o emprego do produto durante a gravidez, pelo que devem ser bem consideradas, de acordo com a gravidade do quadro patológico, as vantagens e os riscos de uma eventual Administração.

 

Fórmula :

Cada comprimido de Noodipina contêm 30 mg denimodipina. Cada frasco-ampola para infuso I.V. de 50 ml de Noodipina contêm 10 mg de nimodipina.

Fabricante :

Apsen Brasil Indústria Química Farmacêutica

Endereço: Rua la Paz, 39, São Paulo - SP, 04755-020
Fone: 0800-165678
FAX: 11 5644-8226
E-mail: infomed@apsen.com.br

Medicamentos do mesmo fabricante :

Analgina, Arpadol, Azulfin, Colchis 1 mg, Colchis 05 mg, Delgar, Destilbenol, Diserim, Donaren, Enteronorm, Etoxin, Finigas, Fitoscar, Gastrodine, Hantina, Inibina, Labirin, Liberan, Lidospray, Litocit, Meclin, Miodrina, Noodipina, Plamin, Postec, Primidona, Rectocetil, Retemic, Reuquinol, Reutrexato, Suspirin, Unoprost, Xilodase, Yomax


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.

Emagrecimento e Aumento de Massa Muscular