Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Nisuflan - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Nimesulida.

Classe terapêutica : Antiinflamatórios.

Apresentação : Comprimidos 100 mg: Caixa com 12 comprimidos.

Indicação : NISUFLAN (nimesulide) é indicado como antiinflamatório. Analgésico e antipirático. No tratamento coadjuvante de doenças otorrinolaringológicas e respiratórias, tais como otites, amigdalites, faringites, laringotraqueótes, bronquites e gripe. Em Ginecologia, no tratamento da dismenorria primria. Nos estados inflamatórios dolorosos Pós-traumáticos. Nos processos inflamatórios musculoesquelticos agudos. Inflamação e dor nos estados Pós-operatérios. Cirurgias odontológicas. Doenças reumatológicas, tais como osteoartrose e artrite reumatéide. Processos inflamatórios urológicos. tais como cistites, uretrites, orquiepididimites e prostatites. Nas flebites e tromboflebites. cefaleias.

Efeito Colateral :

Ocasionalmente podem ocorrer febre, náuseas e epigastralgias, geralmente leves e transitérias. Estes efeitos dificilmente so de ordem tal que seja necessária a suspenso do tratamento. A semelhana de outros fármacos antiinflamatórios não-esteroides, o medicamento pode provocar sonolência, vertigens, ulcerações pépticas e sangramento gastrointestinal. Foram observados, raras vezes, casos de erupções cutâneas do tipo alérgico.

Modo de Usar :

Adultos: Comprimidos 50-100 mg, 1/2 a 1 comprimido duas vezes ao dia, podendo alcançar até 200 mg duas vezes ao dia. Crianças: 5 mg/kg/dia, fracionada a critério médico em 2 administrações.

Contra indicação :

Hipersensibilidade individual ao produto, ao Ácido acetilsalicílico ou a outros fármacos antiinflamatórios não-esteroides; hemorragias gastrintestinais; úlcera duodenal em fase ativa e disfunções hepática ou renal graves.

Precauções :

O produto deve ser administrado com cautela a pacientes com histrico de doenças hemorrágicas, portadores de afecções do trato gastrointestinal superior e em pacientes sob tratamento com anticoagulantes e outros fármacos inibidores da agregação plaquetária. Pacientes em tratamento com substâncias de limitada tolerabilidade gástrica devem ser submetidos a rigoroso controle médico. Por ser a eliminação do fármaco predominantemente renal, o produto deve ter sua posologia adaptada a pacientes com insuficincia renal. O tratamento deve ser suspenso e deve-se proceder a um exame oftalmológico caso ocorram perturbações visuais em pacientes apresentando histrico de alterações oculares devidas a outros fármacos antiinflamatórios não-esteroides. Não foram relatadas até o momento evidências teratogênicas ou detecção no leite materno, porêm o emprego não aconselhado durante os perãodos de gravidez e lactação. Em pacientes idosos, necessário particular atenção na administração do produto.

Modo de usar :

Adultos: Comprimidos 50-100 mg, 1/2 a 1 comprimido duas vezes ao dia, podendo alcançar até 200 mg duas vezes ao dia. Crianças: 5 mg/kg/dia, fracionada a critério médico em 2 administrações.

Atenção

Este produto é um novo medicamento e embora as pesquisas realizadas tenham indicado eficácia e segurança quando corretamente indicado, podem ocorrer reações adversas imprevisíveis ainda não descritas ou conhecidas. Em caso de suspeita de reação adversa o médico responsável deve ser notificado.

Fórmula :

Cada comprimido contêm: nimesulida 100 mg; Excipiente q.s.p. 1 comprimido.

Interação Medicamentosa :

semelhana de outros fármacos antiinflamatórios não-esteroides, a nimesulida pode sofrer Interações com o álcool e com substâncias comprovadamente irritativas da mucosa gástrica, exacerbando os respectivos potenciais gastrolesivos; também interage com ácido acetilsalicílico, metotrexato, lítio e anticoagulantes, aumentando o risco de hemorragias gastrintestinais.

Superdosagem :

Em caso de superdosagem com o produto, recomenda-se indução de mese ou aspiração e lavagem gástrica. Se ocorrer intoxicação , pode ser necessária diurese alcalina e se houver comprometimento da função renal, poderá ser necessária a realização de uma hemodilise.
CAZI química farmacêutica Indústria e Comrcio Ltda.

Fabricante :

CAZI QUÍMICA FARMACÊUTICA INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA
Endereço: Rua Ramon Fernandes Peres, 96
Jandira - SP, 06612-100
Telefone:(11) 4789-3652
CNPJ: 44.010.4370001-81
Indústria Brasileira
SAC 0800.7706632

Medicamentos do mesmo fabricante :

Acfol, Angiodarona, Diurezinl, Nisuflan, Salazoprin, Viagra,

Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.