Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial.Vários tipos de calculadoras médicasProcure o medicamento pelo princípio ativoProcure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Neotoss - Bula

Bula do Medicamento da Classe dos Antitussígenos, indicado no combate a tosse não produtiva, proveniente de qualquer causa.

Princípio ativo : dropropizina.

Classe Terapêutica: antitussígeno.

Apresentação : Xarope adulto: frasco de vidro âmbar de 100 ml. Xarope infantil: frasco de vidro âmbar de 60 ml. Gotas: frasco de vidro âmbar de 10 ml.

Indicação : Tratamento da tosse não produtiva, de qualquer etiologia.

Efeito Colateral :

As reações adversas mais comuns são: náuseas, sonolência, taquicardia, depressão respiratória, broncospasmo, hipotensão ortostática.

Interações Medicamentosas: os possíveis efeitos colaterais como hipotensão ortostática e sonolência podem ser potencializados pelo álcool e depressores do SNC.

Modo de Usar :

Xarope adulto: adultos e crianças acima de 12 anos: 1 copo medida (10 ml) 3 a 4 vezes ao dia. Xarope infantil: crianças de 3 a 12 anos: 1 copo medida (10 ml) 3 a 4 vezes ao dia. Crianças de 1 a 3 anos: 1/2 copo medida (5 ml) 3 a 4 vezes ao dia. Crianças de 6 meses a 1 ano: 1/4 copo medida (2,5 ml) 3 a 4 vezes ao dia. Gotas: adultos e crianças acima 12 anos: 30 gotas 3 a 4 vezes ao dia. Crianças de 3 a 12 anos: 15 gotas 3 a 4 vezes ao dia. Crianças de 1 a 3 anos: 7 gotas 3 a 4 vezes ao dia. Crianças 6 meses a 1 ano: 4 gotas 3 a 4 vezes ao dia. - Superdosagem: as manifestações de superdosagem maciça de dropropizina são sintomas de hipotensão ortostática e sonolência, não se conhece antídoto específico. O tratamento usual em superdosagem aguda é a indução de vômito ou a administração de carvão ativado, o mais precocemente possível. Esses procedimentos devem ser realizados na ausência de contra indicações específicas (por ex.: indução de vômito em pessoas inconscientes). A lavagem gástrica somente til se aplicada muito precocemente, pela rápida absorção intestinal da dropropizina.

Contra indicação :

Insuficiência respiratória grave, hipotensão, asma brônquica, crianças com idade inferior a 6 meses. A dropropizina está contra indicada para mulheres grávidas ou em fase de lactação, e para pacientes com hipersensibilidade a qualquer dos componentes da fórmula.

Características Farmacológicas:

A dropropizina é um agente antitussígeno sintético ativo nos receptores periféricos e nos seus condutores aferentes, envolvidos no reflexo da tosse, através da redução da excitabilidade dos receptores traqueo- brônquicos.

Desta forma, é um sedativo da tosse com ação miorrelaxante brônquica, levando à melhora da ventilação pulmonar, isento dos efeitos secundários dos antitussígenos de ação central, em especial a depressão respiratória e o efeito emético. Não ocorrem dependência ou constipação com doses terapeuticamente ativas.

Sua eficácia foi demonstrada através de inúmeros estudos clínicos, sendo que as primeiras administrações já produzem considerável diminuição da intensidade e número dos acessos de tosse, permitindo rápido alívio ao paciente. Tem, também, ação lítica sobre o broncoespasmo produzido pela histamina e, portanto, tem alguma atividade sobre a tosse de origem alérgica. Isto explica porque doses de 4 a 8 mg/kg de dropropizina reduzem a bronco constrição induzida pela histamina. Entretanto, não tem efeito sobre o broncoespasmo induzido por acetilcolina.

Em animais de laboratório, em doses elevadas, foram comprovadas leve ação analgésica central e fraca atividade hipo tensora e adrenolítica. Este efeito desaparece em até 24 horas, mesmo após administração de doses de 30 mg/kg/dia, as quais excedem amplamente as doses terapêuticas habitualmente recomendadas.

Farmacocinética:

A dropropizina é rapidamente absorvida pelo trato gastrintestinal. Concentrações plasmáticas máximas são observadas de 15 a 30 minutos após administração oral. A meia-vida plasmática é de aproximadamente 2 a 3 horas.

Não se observa acúmulo após doses múltiplas.

Superdosagem:

O tratamento usual da superdosagem aguda é a provocação do vômito, o mais precocemente possível, a não ser que o paciente esteja inconsciente No hospital, a lavagem gástrica somente é útil se aplicada precocemente, devido à rápida absorção intestinal da dropropizina Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações Neotoss ®

Fórmula :

Xarope adulto: cada 5 ml contêm: dropropizina 15 mg; excipientes: açúcar, sorbitol, glicerina, parabenos, álcool etílico, corante amarelo, essência, ácido cítrico e água deionizada. Xarope infantil: cada 5 ml contêm: dropropizina 7,5 ml; excipientes: açúcar, sorbitol, glicerina, parabenos, álcool etílico, corante vermelho, essência, ácido cítrico e água deionizada. Gotas: cada ml (30 gotas) contêm: dropropizina: 30 mg; excipientes: propileno glicol, glicerina, parabenos, ácido cítrico e água deionizada.

Fabricante :

Neo Química Comércio e Indústria Ltda.

Rua Rangel Pestana, 1171 - Sapiranga,
Fortaleza, CE - CEP: 60833-012

Medicamentos do mesmo fabricante :

Asmapen, Ateneo, Atenoric, Boldopeptan, Bontoss, Butazil, Digesprid, Doralgina, Doxiciclina, Ductopan, Estomagel, Eucaliptol, Ferrotonico b12, Fungimax, Gerivix, Glipizida, Gonol, Histamin, Ibufran, Magnostase, Massageol, Metformina, Mucocistein, Neoflogin, Neossolvan, Neosulida, Neotoss, Neotrin, Neovermin, Nifedipina, Ouvidonal, Quadrilon, Resfry, Rifamp, Sulfiram, Ulcinax, Verapamil


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.


Curso Master O Cara da Foto