Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Motrin - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Ibuprofeno.

Classe terapêutica : Analgesicos, Antiinflamatórios, Antipireticos e Antireumaticos.

Apresentação : Frascos com 30 drageas.

Indicação : Motrin e um agente antiinflamatorio nao esteroide que possui atividades analgesicas e antipiretica. age, provavelmente, inibindo a sintese das prostaglandinas. esta indicado em todos os processos reumaticos (artrite reumatoide, osteoartrite, reumatismo articular) e nos traumatologicos relacionados ao sistema musculoesqueletico, quando estejam presentes os componentes inflamatorios e dolorosos. motrin esta ainda indicado no alivio da dor apos procedimentos cirurgicos em odontologia, ginecologia, ortopedia, traumatologia e otorrino-laringologia.

Efeito Colateral :

Diminuicao nos niveis de hemoglobina, de um grama ou mais, foi observada em 20% dos pacientes. as seguintes reacoes adversas podem ocorrer, em 3-9% dos pacientes tratados com motrin: nauseas, dor epigastrica, tontura, ``rash'' nao especifico, elevacao da creatinina serica e anemia. embora mais raramente, as seguintes reacoes adversas foram observadas: insuficiencia renal, sindrome lupica eritematosa com meningite asseptica, ictericia, anormalidades nos testes de funcao hepatica e discrasias sanguineas. a meningite asseptica e mais comum em pacientes com lupus eritematoso sistemico e doencas do tecido conectivo. interacoes medicamentosas: anticoagulantes tipo cumarinicos: varios estudos realizados mostraram que motrin nao afeta significativamente o tempo de protrombina, quando administrado simultaneamente a cumarinicos.Ácido acetilsalicilico: estudos em animais mostraram que quando oÁcido acetilsalicilico e administrado em associacao com agentes Antiinflamatórios nao esteroides, como motrin, ocorre nitida reducao na atividade antiinflamatoria destes ultimos. metotrexato: foi relatado que motrin e outros agentes Antiinflamatórios nao esteroides reduzem a secrecao tubular do metotrexato ``in vitro''. isto pode aumentar a toxicidade do metotrexato, razao pela qual deve-se ter cautela quando motrin foi administrado em associacao com essa droga. furosemida: diversos estudos mostraram que motrin pode reduzir o efeito natriuretico da furosemida e dos tiazidicos de alguns pacientes. esta resposta foi atribuida a inibicao da sintese da prostaglandina renal por motrin e outros agentes Antiinflamatórios nao esteroides. portanto, quando motrin for utilizado concomitantemente a furosemida ou a um tiazidico, o paciente deve ser cuidadosamente observado para se determinar se foi obtido o efeito desejado da furosemida ou do tiazidico. litio: motrin produziu uma elevacao clinicamente significativa dos niveis plasmaticos de litio e uma reducao no clearance do litio renal, em um estudo com onze voluntarios normais. durante os sete dias da fase de controle, foi administrado, a cada 12 horas, 450 mg de carbonato de litio, de liberacao prolongada; o motrin 400 mg foi entao adicionado ao tratamento, quatro vezes ao dia. a concentracao media minima de litio aumentou 15% e o clearance renal de litio foi significativamente mais baixo durante o periodo de administracao simultanea do medicamento. este efeito foi atribuido a inibicao da sintese das prostaglandinas renais. portanto, quando motrin e litio sao administrados simultaneamente, os pacientes devem ser cuidadosamente observados para deteccao de toxicidade por litio.

Modo de Usar :

A dose recomendada e de 600 mg tres ou quatro vezes ao dia. nao deve ser excedida a dose diaria total de 3200 mg. na ocorrencia de disturbios gastrintestinais, administrar motrin com as refeicoes, leite ou Antiácidos. em condicoes cronicas, os resultados terapeuticos sao comprovados no prazo de alguns dias a uma semana, porem, na maioria dos casos, estes efeitos sao observados ao fim de duas semanas de administracao. a posologia de motrin deve ser adequada a cada caso clinico e pode ser diminuida ou aumentada a partir da dose inicial sugerida, dependendo do peso do paciente e da gravidade dos sintomas, seja por ocasiao do inicio da terapia ou de acordo com as respostas positivas ou negativas obtidas. recomenda-se a menor dose de motrin, a fim de que seja obtido um controle aceitavel. nos casos de artrite reumatoide juvenil, recomenda-se administrar 30-40 mg/kg/dia, em doses divididas. superdosagem: neste caso, o estomago deve ser esvaziado por lavagem ou inducao do vomito, embora estes procedimentos tenham pouca eficacia se efetuados depois de uma hora de ingestao da droga. como a droga e acida e excretada na urina, e teoricamente benefico administrar-se alcalis e induzir a diurese. alem das medidas de suporte, o uso de carvao ativado pode ajudar a reduzir a absorcao de motrin.

Contra indicação :

Motrin (ibuprofeno) nao deve ser administrado a pacientes hipersensiveis ao seu principio ativo ou a individuos com a sindrome de polipos nasais, angioedema e reatividade broncoespastica aoÁcido acetilsalicilico ou a outras drogas antiinflamatorias nao esteroides. ocorreram reacoes anafilactoides em tais pacientes.

Precauções :

Houve relatos de ulceracao peptica e sangramento gastrintestinal, algumas vezes severo, em pacientes tratados com motrin. este produto deve ser administrado com cautela a pacientes com historia de ulcera. tem-se descrito diminuicao da acuidade visual e/ou visao turva, escotomas e alteracoes na ``visao em cores''. se qualquer destas reacoes ocorrer na vigencia do tratamento com motrin (ibuprofeno), o medicamento deve ser descontinuado e o paciente submetido a um exame oftalmologico. motrin deve ser utilizado com cautela em pacientes com asma preexistente. motrin deve ser utilizado com cuidado em pacientes com historia de descompensacao cardiaca ou hipertensao, ja que tem-se relatado retencao liquida e edema com o seu uso. como ocorre com outros agentes Antiinflamatórios nao esteroides, a administracao prolongada de ibuprofeno a animais resultou em necrose papilar renal e outras patologias renais anormais. em seres humanos, houve relatos de nefrite intersticial aguda ou hematuria, proteinuria e, em raras ocasioes, sindrome nefrotica. uma segunda forma de toxicidade renal foi verificada em pacientes com patologias pre-renais, que levam a uma diminuicao do fluxo sanguineo; nestes casos, as prostaglandinas renais se apresentam como auxiliares na manutencao da perfusao renal. nestes casos, a administracao de um agente antiinflamatorio nao esteroide pode causar uma reducao dose-dependente na formacao de prostaglandinas, podendo precipitar uma descompensacao renal. os pacientes que correm maior risco com esta reacao sao aqueles com insuficiencia renal, insuficiencia cardiaca, disfuncao hepatica, usuarios de Diuréticos e idosos. estas reacoes desaparecem com a descontinuacao da terapia. uma vez que motrin e eliminado basicamente pelos rins, pacientes com insuficiencia renal devem ser cuidadosamente observados e ter a dose reduzida para evitar acumulo da droga. os pacientes com alto risco de desenvolvimento de disfuncao renal com o uso cronico de motrin devem ter a funcao renal avaliada periodicamente. o ibuprofeno, como outros agentes Antiinflamatórios nao esteroides, pode inibir a agregacao plaquetaria, embora este efeito seja menos importante ou de menor duracao do que o observado com oÁcido acetilsalicilico. foi demonstrado que motrin prolonga o tempo de sangramento (mas dentro dos limites normais) em pacientes normais. em vista deste efeito poder ser mais acentuado em pacientes com defeitos hemostaticos subjacentes. motrin deve ser usado com cautela em pessoas com defeitos intrinsecos da coagulacao e naqueles em uso de anticoagulantes. pacientes em tratamento com motrin devem informar o medico sobre o aparecimento de sinais ou sintomas de ulceracao gastrintestinal ou sangramento, visao turva ou outros sintomas oftalmologicos, erupcao cutanea, ganho de peso ou edema. a atividade antipiretica e antiinflamatoria do ibuprofeno pode reduzir a febre e a inflamacao, diminuindo assim a utilidade destes sinais como meio diagnostico. gravidez: estudos de reproducao realizados em ratos e coelhos com doses menores do que a dose clinica maxima, nao mostraram evidencia de anormalidades evolutivas. como nao ha estudos bem controlados em mulheres gravidas, este medicamento somente deve ser usado durante a gravidez se for absolutamente necessario. por causa dos efeitos conhecidos das drogas antiinflamatorias nao esteroides sobre o sistema cardiovascular fetal (fechamento do duto arterial), deve ser evitado o seu uso no final da gravidez. como outras drogas inibidoras da sintese de prostaglandinas, motrin acarretou maior incidencia de distocia e pos-termo, em ratas. amamentacao: nos estudos realizados, um ensaio capaz de detectar 1 mcg/ml, nao indicou a presenca de ibuprofeno no leite de nutrizes. entretanto, devido a natureza limitada desses estudos, e dos possiveis efeitos adversos das drogas inibidoras da prostaglandina em neonatos, motrin nao e recomendado no periodo de amamentacao.

Fórmula :

Cada dragea contem: ibuprofeno 600 mg; excipiente q.s.p. 1 dragea.

Fabricante :

Rhodia Brasil Ltda.

Faz São Francisco - Jd Vista Alegre
CEP: 13140-000 - Paulínia / SP

Tel.: (19) 3874-8000

Medicamentos do mesmo fabricante :

Azmacort, Calsynar, Cisplatyl, Clexane, Contrathion, Ebastel, Flagyl, Flaxedil, Frademicina, Gardenal, Granocyte, Imovane, Intal nasal 2, Intal nasal 4, Intal nasal, Intal, Keduril 100 mg, Keduril gel, Keduril gotas 2, Keduril, Maalox plus, Maalox tc, Menorest, Metrotex, Motrin, Narcan, Neozine, Neuleptil, Nubain, Oddibil, Opticrom, Paluther, Peflacin 2, Peflacin, Pentaspan, Periodontil, piportil l4, piportil, pipram, postafen, primasone, profenid iv, Rilutek, Ronal, Rovamicina, Secnidal 450 mg, Secnidal 500 mg, Secnidal 900 mg, Secnidal, Solu cortef, Vincristina


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.

Emagrecimento e Aumento de Massa Muscular