Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Mirtazapina-Mirpax 30 mg - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Mirtazapina

Apresentação : 30 mg comprimidos revestidos

Os outros ingredientes (excipientes) são: lactose anidra, amido de milho, hidroxipropilcelulose, estearato de magnésio, slica coloidal anidra, dióxido de titânio (E171), lactosemonohidrato, macrogol 4000, hipromelose e xido de ferro vermelho, amarelo e negro
(E172).
responsável pela A.I.M.:
Merck s.a.
Rua Alfredo da Silva, 3C
1300-040 Lisboa

Indicação :


Mirtazapina pertence ao grupo de medicamentos conhecidos como antidepressivos queAtuam sobre o humor deprimido, melhorando-o. A depressão é uma perturbação davida emocional. Durante a depressão verificam-se algumas alterações cerebrais. Ascélulas nervosas no crebro comunicam umas com as outras através de substânciasquímicas. Em caso de depressão, o fornecimento normal destas substâncias reduzido.
Os antidepressivos podem restabelecer estas deficiências e restabelecer a função normaldo crebro. Em geral, pode levar duas a quatro semanas antes que se experimente umamelhoria.

Mirtazapina Mirpax alivia o humor deprimido que é a principal caracterstica dadepressão.
Apresentação : e embalagem
Os comprimidos Mirtazapina Mirpax são circulares, convexos, marcados com ?MR/30?num dos lados e ?G? do outro lado.

Antes de TomarMIRTAZAPINA MIRPAX

Não tome Mirtazapina Mirpax:

Se pensa que poderá apresentar hipersensibilidade a este medicamento ou a qualquer umdos seus excipientes.
Tome especial cuidado com MIRTAZAPINA MIRPAX
Se tem ou alguma vez teve:epilepsia (convulsões)doença do fgado, tal como icterícia doença renaldoenças cardíacas diminuição de tensão arterialdoenças psiquitricas, tais como esquizofrenia e doença manaco-depressiva (perãodosalternados de humor com hiperatividade ou depressão do humor)diabetes mellitusglaucoma (aumento da pressão intra-ocular)dificuldades urinárias como resultado de um aumento da próstata.
Em casos raros, Mirtazapina pode diminuir a contagem dos glbulos brancos,resultando numa diminuição da resistância infecção. Se tiver febre, dor de garganta,
úlceras da boca, perturbações gastrintestinais graves ou outros sinais de infecção, devecontactar o seu médico imediatamente e proceder a .uma análise sanguínea. Estessintomas aparecem mais frequentemente após 4-6 semanas de tratamento e, em geral,são reversíveis após a suspensão do tratamento.
Por favor informe o seu médico, caso apresente ou tenha antecedentes das situaçõesacima referidas.

utilização em crianças e adolescentes com idade inferior a 18 anos
Mirtazapina Mirpax não deve ser normalmente utilizada em crianças e adolescentescom idade inferior a 18 anos. Importa igualmente assinalar que os doentes com idadeinferior a 18 anos correm maior risco de sofrerem efeitos secundários, tais comotentativa de suicdio, ideação suicida e hostilidade (predominantemente agressividade,comportamento de oposição e célera) quando tomam medicamentos desta classe.
Apesar disso, o médico poderá prescrever Mirtazapina Mirpax para doentes com idadeinferior a 18 anos quando decida que tal necessário. Se o seu médico prescreveu
Mirtazapina Mirpax para um doente com menos de 18 anos e gostaria de discutir estaquestáo, queira voltar a contact-lo. Deverá informar o seu médico se algum dossintomas acima mencionados se desenvolver ou piorar quando doentes com menos de
18 anos estejam a tomar Mirtazapina Mirpax. Assinala-se igualmente que não foramainda demonstrados os efeitos de segurança a longo prazo no que respeita aocrescimento, maturação e ao desenvolvimento cognitivo e comportamental da
Mirtazapina Mirpax neste grupo etrio.

Pensamentos relacionados com o suicdio e agravamento da sua depressão ou distúrbiode ansiedade
Se se encontra deprimido e/ou tem distúrbios de ansiedade poderá por vezes pensar emse auto-agredir ou até suicidar. Estes pensamentos podem aumentar no incio dotratamento com antidepressivos, pois estes medicamentos necessitam de tempo paraAtuarem. Normalmente os efeitos teraPóuticos demoram cerca de duas semanas afazerem-se sentir, mas por vezes pode demorar mais tempo.
poderá estar mais predisposto a ter este tipo de pensamentos nas seguintes situações:
-Se tem antecedentes de ter pensamentos acerca de se suicidar ou se auto-agredir.

-Se é um jovem adulto. A informação proveniente de estudos clínicos revelou um maiorrisco de comportamento suicida em indivíduos adultos com menos de 25 anos comproblemas psiquitricos tratados com antidepressivos.
Se, em qualquer momento, vier a ter pensamentos no sentido de auto-agressão ousuicdio Deverá contactar o seu médico ou dirigir-se imediatamente ao hospital.
poderá ser til para si comunicar a uma pessoa próxima de si ou a um familiar que seencontra deprimido ou que tem distúrbios de ansiedade e dar-lhes esta bula a ler.
poderá também solicitar-lhes que o informem caso verifiquem um agravamento do seuestado de depressão ou ansiedade, ou se ficarem preocupados com alterações no seucomportamento.

Ao tomar Mirtazapina Mirpax com alimentos e bebidas:
Mirtazapina Mirpax pode aumentar o efeito do álcool. Assim, não recomendada aingestão de álcool durante o tratamento com Mirtazapina.
Gravidez
Se estiver a tomar Mirtazapina Mirpax e ficar grávida, pergunte ao seu médico se podecontinuar a tomar Mirtazapina.
Aleitamento
O uso de Mirtazapina Mirpax não é recomendado durante todo o perãodo dealeitamento.
Uso em crianças
A segurança e eficácia de Mirtazapina Mirpax não foram ainda estabelecidas emcrianças.
Assim, não se recomenda o tratamento de crianças com Mirtazapina.
Condução de veículos e utilização de máquinas
Mirtazapina Mirpax pode diminuir o estado de viglia e a capacidade de concentração.
Devem ser evitadas, durante o tratamento com Mirtazapina, tarefas potencialmenteperigosas que requeiram atenção contínua, tais como, condução de veículos motorizadosou manuseamento de máquinas.
Ao tomar Mirtazapina com outros medicamentos
Não deve tomar Mirtazapina Mirpax em combinação com inibidores da MAO (outracategoria de antidepressivos) ou nas duas semanas a seguir a ter terminado o tratamentocom estes fármacos. Além disso, deve ter cuidado quando tomar Mirtazapina Mirpaxem combinação com benzodiazepinas, porque Mirtazapina pode potenciar os efeitossedativos destes fármacos.
Por favor informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tenharecentemente tomado qualquer outro medicamento, incluindo aqueles obtidos semreceita médica.

Modo de Usar: MIRTAZAPINA MIRPAX

O que tomar
Em geral, comea-se com 15 ou 30 mg por dia (a dose mais alta deve ser tomada noite). Quando necessário, a dose pode ser gradualmente aumentada pelo médico até dose diária clinicamente eficaz. Para um tratamento com sucesso muito importanteque tome o(s) seu(s) comprimido(s) todos os dias.
Siga cuidadosamente a dose recomendada e as instruções de uso. Não pare de tomar
Mirtazapina Mirpax sem primeiro consultar o seu médico.

Após 2-4 semanas de tratamento, deve informar o seu médico sobre quais os efeitos queo tratamento lhe causou. Se os efeitos tiverem sido insuficientes, o seu médico podeprescrever uma dose mais elevada
Como e quando tomar Mirtazapina Mirpax
Os comprimidos devem ser tomados mesma hora, preferivelmente numa dose diária
única ao deitar; se recomendado pelo médico, Mirtazapina Mirpax pode ser tomado emsubdoses igualmente divididas durante o dia (uma vez de manhã e outra ao deitar).
O seu médico indicar-lhe-é a duração do tratamento com Mirtazapina Mirpax. Nãointerrompa o tratamento prematuramente porque o seu problema pode sofreragravamento. Discuta o tratamento com o seu médico. Ele dar-lhe- informação sobrecomo diminuir gradualmente a dose e quando pode parar o tratamento.
Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver a impressão de que Mirtazapina Mirpax
é demasiado forte ou demasiado fraco.
Se tomar mais Mirtazapina Mirpax do que deveria
Caso tenha tomado mais Mirtazapina Mirpax do que deveria, fale com o seu médico oufarmacêutico imediatamente.
Caso se tenha esquecido de tomar Mirtazapina Mirpax
Não tome o dobro da dose para compensar aquela que se esqueceu e faa o seguinte:
Se suposto tomar uma dose diária única ao deitar e se se esqueceu, não tome ocomprimido esquecido na manhã seguinte, porque este poderá causar-lhe diminuição doestado de viglia e/ou sonolência durante o dia. Continue o tratamento à noite com a suadose normal.
Se suposto tomar 2 comprimidos por dia (um de manhã e outro ao deitar) e se seesqueceu de tomar uma ou as duas doses:se se esqueceu da sua dose da manhã, tome-a juntamente com a dose nocturna; se se esqueceu da dose nocturna, não a tome com a dose da manhã seguinte; continue otratamento com as suas doses normais;se se esqueceu de ambas as doses, não deve tentar compensar os comprimidosesquecidos; no dia seguinte deve continuar o tratamento com as suas doses normais.
Efeitos da interrupção do tratamento com Mirtazapina Mirpax
Se seguir cuidadosamente as instruções do seu médico sobre como interrompergradualmente o tratamento, não se prevem efeitos indesejáveis.
No entanto, a suspensão sbita de um longo tratamento com Mirtazapina Mirpax poderesultar em náusea, dores de cabeça e mal-estar.

4. Efeitos secundários POSSVEIS

Como todos os medicamentos, Mirtazapina Mirpax pode ter efeitos secundários. Efeitossecundários que podem ocorrer:aumento do apetite e consequente aumento de pesodiminuição do estado de viglia e/ou sonolênciatornozelos e Pós inchados como resultado de uma acumulação de fluidos (edema)tonturas ocasionais, sensação de desmaio e de mal-estar, especialmente quando selevanta rapidamente de uma posição de repousocefaleia.
Em casos raros:ataques epilpticos (convulsões)crise de mania

coloração amarela dos olhos ou da pele; isto pode sugerir perturbações da funçãohepáticaexantema da pelepernas inquietasdor nas articulaçõescansaço pesadelos/sonhos vividos
Consulte o seu médico se estes efeitos secundários forem graves ou se nãodesaparecerem.
Em casos raros, Mirtazapina Mirpax pode diminuir a contagem dos glbulos brancosresultando numa diminuição da resistância infecção, Se tiver febre, dor de garganta,
úlceras da boca ou outros sinais de infecção deve contactar o seu médicoimediatamente.
Foram notificados casos de ideação ou comportamento suicida durante o tratamentocom mirtazapina ou imediatamente após a sua interrupção.
Caso detecte efeitos secundários não mencionados nesta bula, informe o seu médicoou farmacêutico.

5. CONSERVAção DE MIRTAZAPINA MIRPAX

Manter Mirtazapina Mirpax fora do alcance e da vista das crianças.
Conservar na embalagem de origem.
Não use Mirtazapina Mirpax após expirar o prazo de validade indicado na embalagem.


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.