Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Midecamin - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Miocamicina.

Classe terapêutica : Antibióticos Sistêmicos.

Apresentação :

Midecamin 200mg suspensão
Embalagem contendo um frasco com 20g de granulado para preparo de suspensão oral a 20%.
Midecamin 600mg comprimidos
Embalagem contendo 10 comprimidos.

Indicação : MIDECAMIN é indicado para tratamento dos processos infecciosos causados por microrganismos sensíveis miocamicina.
A miocamicina exibe grande atividade contra microrganismos Gram-positivos - estreptococos (exceto os enterococos), estafilococos, pneumococos, clostrdeos, Corynebacterium diphteriae e Listeria monocytogenes - o que garante sua importncia no tratamento de infecções do trato respiratério.
Mostra-se também ativa contra Chlamydia trachomatis, Bordetella pertussis, Campylobacter jejuni, germes anaerbios Gram-negativos (inclusive Bacteroides fragilis), Mycoplasma pneumoniae, Ureaplasma urealyticum e algumas cepas de Haemophilus influenzae. praticamente nula sua atividade sobre bactrias Gram-negativas e Pseudomonas aeruginosa.

Efeito Colateral :

MIDECAMIN é um produto bem tolerado pelos pacientes. Os efeitos colaterais mais frequentes relacionam-se com o aparelho digestivo.
Segundo alguns estudos podem surgir, em cerca de 5% dos pacientes, náuseas, vômitos, desconforto abdominal, célicas e diarreia. Esses efeitos usualmente desaparecem 24 ou 48 horas após a suspensão do medicamento.
Em menos de 0,5% dos casos podem surgir reações alérgicas, manifestando-se por exantemas maculopapulares, prurido, urticária e angioedema. Muito mais raramente podem aparecer distúrbios respiratérios e fenmenos anafilticos.

Contra indicação :

MIDECAMIN não pode ser utilizado por pacientes com hipersensibilidade miocamicina, midecamicina ou a qualquer um dos excipientes do produto.

Precauções :

Por não estar estabelecida a segurança do emprego da miocamicina durante a gravidez, não se aconselha o uso do produto por gestantes.
Apesar de não existirem relatos de alterações hepáticas, renais e hematológicas conseqentes ao uso da miocamicina, recomendável, em caso de tratamento prolongado, proceder-se é avaliação das funções renal e hepática, assim como do quadro hematológico.
O médico deve pensar na possibilidade de superinfecções por fungos e bactrias resistentes miocamicina. Nesse caso deve-se interromper a administração de MIDECAMIN e instituir o tratamento adequado.

Fórmula :

MIDECAMIN 200mg Suspensão
Cada 1g de granulado de MIDECAMINÉ contém 200mg de miocamicina. Excipientes (ácido cítrico, aroma de banana, corante amarelo crePósculo, fosfato de sódio, hidroxipropilmetilcelulose, manitol, metilparabeno, monoesterato de glicerila, monoestearato de sacarose, polissorbato 20, propilparabeno, sacarina e silicone).
após adição de água até a marca de 100ml, cada 5ml (É copo-medida) da suspensão contém 200mg de miocamicina.
MIDECAMIN 600mg Comprimido
Cada comprimido contém 600mg de miocamicina.
Excipientes (aminoacetato de alumínio, carboximetilamido, celulose, estearato de magnésio, hidroxiproprilmetilcelulose e laca de alumínio de amarelo crePósculo)

Conduta Na Superdosagem e Nas reações Adversas

Na eventualidade de superdosagem deve-se proceder à lavagem gástrica e procurar acelerar a eliminação renal do produto, aumentando a diurese (hidratação, diuréticos). se necessário, pode-se recorrer hemodilise.
As reações alérgicas devem ser tratadas com Anti-histamínicos e corticoesteroides, intramuscular ou endovenosamente. as reações de tipo anafiltico requerem utilização de adrenalina, corticoesteroides, controle da volemia (Administração de soluções hidrossalinas e plasma), respiração assistida e, eventualmente, traqueotomia.

Lnterações Medicamentosas

Não se deve administrar MIDECAMIN juntamente com penicilinas ou cefalosporinas, pois poderia haver inibição da ação bactericida desses antibióticos. Da mesma maneira, não se deve administr-lo juntamente com as lincomicinas cujo mecanismo de ação quase idntico ao dos macrolídios, havendo assim antagonismo entre essas classes de antibióticos.
Embora não existam estudos específicos, sugere-se utilizar a miocamicina cautelosamente nos pacientes em uso de derivados do ergot e carbamazepina, uma vez que alguns macrolídios comprovadamente aumentam os níveis séricos dessas substâncias.
A utilização conjunta de anticoncepcionais orais e alguns macrolídios, pode desencadear, em algumas mulheres, aparecimento de icterícia e prurido. Isso ocorre por interferncia com o citocromo P450.
A icterícia e o prurido desaparecem no perãodo de um mês após a suspensão dos medicamentos. Não existem relatos da Ocorrência desses fenmenos durante o uso da miocamicina.

Posologia e Modo de Usar

Crianças com menos de 40kg - A posologia diária recomendada é de 30mg de MIDECAMIN por quilograma de peso corporal. Em casos graves a dose diária prescrita pode chegar a 45mg de MIDECAMIN por quilograma de peso. A dose total pode ser fracionada em duas ou três tomadas, em intervalos de 12 ou 8 horas, respectivamente.
Crianças com 40kg ou mais e adultos - A posologia diária recomendada é de 1.200mg, dividida em duas ou três tomadas, em intervalos de 12 ou 8 horas, respectivamente. Casos mais graves podem requerer dose de 1.800mg/dia, igualmente dividida em duas ou três tomadas diárias.
Em média deve ser de 7 a 15 dias a duração do tratamento, sendo de cinco dias o tempo mínimo recomendado.
MIDECAMIN pode ser ingerido antes ou depois das refeições, uma vez que a presença ou ausência de alimentos no tubo digestivo não influencia a absorção do produto.
MIDECAMIN Suspensão preparado pela adição de água filtrada ao conteúdo do frasco até atingir o nível indicado, no rótulo do vidro, por uma seta. Agitar para homogeneizar a suspensão. após preparada, a suspensão vlida por sete dias. O frasco deve ser agitado antes de cada tomada.
Pacientes idosos
Não existem Advertências ou recomendações especiais sobre o uso do produto por pacientes idosos.

Fabricante :

Merck S.A. Indústrias Químicas

Estrada dos Bandeirantes, 1099
Jacarepaguá – Rio de Janeiro - RJ - Brasil
Tel.: +55 (21) 2444-2000
Fax: + 55 (21) 2444-2060

SAC Farmacêutica - 0800 727 7293
contato.merck@merck.com.br
SAC Química - 0800 727 7292
quimica@merck.com.br

Medicamentos do mesmo fabricante :

Aciclovir, Adronat 70 mg, Adronat, Alergomed, Alginac, Arcoxia, Asalit, Asmalergin, Biconcor, Bionorm, Cebion 500 mg, Cebion, Cestox, Cetirizina Mylan, Chibroxin, Cisticid, Clinfar, Co Renitec, Concor, Cronodipin, Cronomet, Dancor, Denapril, Diclin, Droptison, Elas, Emecort, Endrox, Euthyrox, Eutirox, Fem 7, Flaxin, Flogan AI, Flogan, Floratil, Floxacin, Fosamax 5, Fosamax, Glifage 850 mg, Glifage, Glucophage, Gludon, Hyzaar, Iloban, Kiadon 80 mg, Kiadon, Laxtam, Lipril 5, lipril 20, Lisinopril Mylan, Lisinopril, Loratadina, Lortaan 100, Lortaan, Maxalt 2, Maxalt, Mefoxin, Metformed, Mevacor, Midecamin, Mucoflux, Neobar, Nutrizim, Olfen Gel, Omcilon A M, Pan Emecort, Paracetamol, Pinapaz, Piroxicam, Plenax, Propecia, Proscar, Psiquial, Renitec, Roxflan, Septopal, Singulair, Tornassol, Vaqta, Vioxx, Zocor,

Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.