Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Micetinoftalmina - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Cloranfenicol

Classe terapêutica : Medicamentos usados em afecções oculares. Anti-infecciosos tópicos. Antibacterianos.

Apresentação : Micetinoftalmina 5 mg/ml Colírio, solução

Indicação :

Micetinoftalmina, Colírio, solução, é indicado:
-No tratamento tópico das infecções oculares, causadas por microorganismossensíveis ao cloranfenicol;
-Nas conjuntivites;
-No tracoma;
-Nas queratites ou queratoconjuntivites;
-Nas blefarites;
-Nas dacriocistites;
-Nas úlceras da crnea.

2. ANTES DE Utilizar Micetinoftalmina

Não utilize Micetinoftalmina
-Se tem alergia (hipersensibilidade) ao cloranfenicol ou a qualquer outrocomponente de Micetinoftalmina.

-Em crianças com menos de seis meses de idade;
-Em doentes com antecedentes de insuficiência medular.

Tome especial cuidado com Micetinoftalmina
Micetinoftalmina, Colírio, solução, não deve ser utilizada de forma prolongadae/ou em tratamentos repetidos e frequentes dado que nessas condições podefavorecer:
-O aparecimento de aplasias medulares e discrasias sanguíneas (anemiaaplástica, anemia hipoplástica, neutroPónia, trombocitoPónia e granulocitoPónia);
-Desequilíbrios da flora local, permitindo o crescimento de microorganismos nãosucetíveis, como os fungos.
-Superinfecção;

Recomenda-se que indivíduos que estáo a fazer, concomitantemente,tratamento com outro(s) medicamento(s) de uso oftálmico, com substânciasativas diferentes, aguardem 15 minutos de intervalo entre as aplicações.

O uso prolongado do Micetinoftalmina, Colírio, solução, é um factor de risco aoaparecimento de mielodisplasias, embora este risco esteja maximizado na administração sistémica do cloranfenicol.

Evitar a terapêutica concomitante com medicamentos que produzem depressãomedular.

Utilizar Micetinoftalmina com outros medicamentos
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomadorecentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos semreceita médica.

O cloranfenicol inibe de forma irreversível as enzimas microssomais hepáticas,como o citocromo P450, e por conseguinte, pode prolongar a semi-vida dosmedicamentos que são metabolizados por este sistema. Entre estesmedicamentos estáo o dicumarol, a fenitona, a clorpropamida e a tolbutamida.

Da mesma forma, outros medicamentos podem alterar a eliminação docloranfenicol. a administração crônica de fenobarbital ou a administração agudade rifampicina encurta a semi-vida do antibiótico, presumivelmente por induçãoenzimática e pode resultar em níveis subteraPóuticos do medicamento.

Existe a possibilidade de antagonismo do cloranfenicol com outros agentesantimicrobianos, em particular ?-lactémicos e aminoglicosdeos.

Gravidez e aleitamento
Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.

A segurança da utilização do cloranfenicol durante a gravidez e aleitamento nãoestá totalmente estabelecida.

O seu uso, Deverá ser controlado directamente pelo médico, que deve avaliar arazo benefício/risco mais favorvel para cada caso.

Condução de veículos e utilização de máquinas
Não foram observados efeitos sobre a capacidade de conduzir e utilizarmáquinas.

Informaçães importantes sobre alguns componentes de Micetinoftalmina
Este medicamemto contém tiomersal. Pode causar reações alérgicas.

3. COMO UTILIZAR Micetinoftalmina

Utilizar Micetinoftalmina sempre de acordo com as Indicaçõesdo médico. Falecom o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

Seguir escrupulosamente a indicação do médico. A posologia aconselhada ,em média, uma a duas gotas de Colírio, quatro a seis vezes ao dia. Senecessário, a posologia pode ser ajustada de acordo com a intensidade dainfecção.

Correntemente utiliza-se o Colírio durante o dia e a pomada oftlmica
(Micetinoftalmina) à noite.

Via e modo de Administração
Uso oftálmico.
O modo de Administração, consiste em aplicar a dose de Micetinoftalmina,Colírio, solução, indicada pelo médico, no(s) olho(s) afectado(s). Evitar ocontacto do frasco com o olho.

Duração do tratamento mdio
Seguir as instruções médicas. Dada a ação do cloranfenicol serpredominantemente bacteriostática, a terapêutica deve ser continuada até, pelomenos, 48 horas após a cura ser confirmada.

No caso de persistância ou agravamento dos sintomas dever-se-É consultar ummédico.

Se utilizar mais Micetinoftalmina do que deveria
Na eventualidade de ocorrer sobredosagem pela aplicação de elevadasquantidades do medicamento Micetinoftalmina, Colírio, solução, ou pela suaingestão acidental poderão surgir as seguintes complicações: náuseas, vômitos,

paladar desagradável, diarreia, irritação perineal, visão turva, parestesiasdigitais, perda simtrica de células ganglionares da retina, atrofia do nervo
ptico, e complicações hematológicas. Nesta situação deve ser imediatamenteprocurada assistência médica / hospitalar.

Caso se tenha esquecido de utilizar Micetinoftalmina
Não utilize uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu deutilizar.
No caso de se esquecer de uma dose, administre-a assim que se lembrar e,continue o tratamento de acordo com o estabelecido. Em caso de dúvidas,Deverá contactar o seu médico assistente ou farmacêutico.

Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seumédico ou farmacêutico.

Efeitos secundários possíveis

Como todos os medicamentos, Micetinoftalmina pode causar efeitossecundários, no entanto estes não se manifestam em todas as pessoas.

Os efeitos secundários estáo listados por classes de sistemas de rgos efrequência. A frequência dos efeitos secundários foi definida como: muitofrequentes (> 1/10), frequentes (>1/100 e <1/10), pouco frequentes (>1/1000,
<1/100), raros (>1/10.000, <1/1000) e muito raros (<1/10.000), incluindo relatosisolados.

Perturbações gerais e alterações no local de Administração
Pouco frequentes: alérgica local, sob a forma de conjuntivite de contacto, pruridoou sensação de queimadura, edema angioneurtico, urticária, dermatitesvesicular e maculopapular.

5. COMO CONSERVAR Micetinoftalmina

Manter fora do alcance e da vista das crianças.
Conservar a temperatura inferior a 25ºC.
Conservar o frasco conta-gotas bem fechado e na embalagem de origem.

Embalagem fechada: 3 anos.
após a primeira abertura do frasco conta-gotas: 28 dias.

Não use para Além de 28 dias depois da abertura do frasco conta-gotas.
após interrupção do tratamento, não Deverá guardar o frasco com a soluçãopara posterior utilização.

Não utilize Micetinoftalmina após o prazo de validade impresso na embalagem exterior após Validade. O prazo de validade corresponde ao últim dia do mêsindicado.

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixodoméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos deque já não necessita. Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

6. Outras Informações

Qual a composição de Micetinoftalmina

-A substância ativa é o cloranfenicol. Cada mililitro de Colírio, solução contém 5mg de Cloranfenicol como substância ativa.
-Os outros componentes são: ácido brico, brax, hipromelose, tiomersal, ácidoclordrico 1M (q.b.p pH 7-7,5), hidróxido de sódio a 10 % (q.b.p pH 7-7,5) e águapara preparações injetáveis.

Qual o aspecto de Micetinoftalmina e conteúdo da embalagem
Micetinoftalmina apresenta-se na forma farmacêutica de Colírio, solução, lmpido,incolor a ligeiramente amarelado. Micetinoftalmina apresenta-se em embalagenscom um frasco conta-gotas de LDPE, contendo 5 ml de Colírio, solução.

Fabricante :
DAVI II farmacêutica, S.A.
Estrada Consiglieri Pedroso, n 71, Edificio D, 3é andar
2730-055 Queluz de Baixo Barcarena
Portugal

Fabricante
Labesfal Laboratórios Almiro, S.A.
Rua S. João de Deus, n 19, s/c Venda Nova
2700-487 Amadora
Portugal

Medicamento Sujeito a Receita médica


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.