Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Mesigyna - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Estradiol e Noretindrona.

Classe terapêutica : Contraceptivo Injetavel

Apresentação : Cartucho com 1 seringa pré-carregada com 1 ml + agulha.

Indicação : Contracepção hormonal.

Efeito Colateral :

Durante o tratamento com Mesigyna podem ocorrer, em casos isolados, cefaleias, distúrbios gástricos, náuseas, tensão mamria, alterações do peso e da libido, bem como estados depressivos. Isoladamente, podem ocorrer amenorrias e sangramento por disrupção. Na presença de sangramentos por disrupção intensos, persistentes e recorrentes, que não desapaream espontaneamente, o medicamento deve ser suspenso para que se exclua alguma causa orgânica. após tratamentos prolongados, pode ocorrer, Às vezes, cloasma em mulheres predispostas, que se acentua com a exposição prolongada ao sol. Recomenda-se a mulheres com esta tendência que não se exponham durante muito tempo aos raios solares. Tem-se observado em casos isolados, uma diminuição da tolerância frente a lentes de contato.

Modo de Usar :

Mesigyna deve sempre ser administrada por via intramuscular profunda (de pReferência na regio gltea, e como alternativa no brao). As reações de curta duração (ccegas na garganta, acessos de tosse, dispnéia) que podem ocorrer em casos isolados, durante ou imediatamente após a injeção intramuscular de soluções oleosas, podem ser evitadas, conforme tem-se comprovado, administrando-se a injeção lentamente. recomendável cobrir a regio onde se administrou o produto com esparadrapo, para evitar o refluxo da solução. A primeira injeção deve ser administrada no primeiro dia de um ciclo menstrual. As injeções seguintes devem ser administradas, independentemente do padro menstrual, em intervalos de 30 (mais ou menos 3) dias, isto , no mínimo 27 e no máximo 33 dias. Transcorrendo intervalos de injeção superiores aos 33 dias, não se pode contar, a partir desta data, com o grau de segurança contraceptiva necessário. Se dentro dos 30 dias posteriores é Administração do produto não ocorrer sangramento por privação hormonal, deve-se afastar a possibilidade de gravidez por meio de teste adequado. Uma ou duas semanas após a primeira injeção ocorrer sangramento vaginal. Com a continuação do tratamento, os episódios de sangramento apresentar-se-o geralmente em intervalos de 30 dias. O dia da injeção mensal estaré normalmente dentro do intervalo livre de sangramento. Em geral, decorridos 60 dias após a última injeção de Mesigyna recupera-se a capacidade normal de concepção. Entretanto, se neste perãodo não se estabelecer o curso fisiológico do ciclo, é aconselhável estabelecer tratamento adequado nas mulheres que desejam engravidar.

Contra-indicaçao ;

Gravidez; alterações graves da função hepática; antecedentes de icterícia idioPótica gravódica ou prurido gestacional grave; síndrome de Dubin-Johnson e de Rotor; tumores hepáticos atuais ou antecedentes dos mesmos; processos tromboemblicos arteriais ou venosos ou antecedentes dos mesmos, bem como condições que aumentem a tendência a tais enfermidades (por exemplo, distúrbios do sistema de coagulação com tendência a trombose, determinadas cardiopatias); anemia falciforme; carcinoma de mama ou de endométrio, ou antecedentes dos mesmos; diabetes mellitus grave com alterações vasculares; transtornos do metabolismo liPódico; antecedentes de herpes gravdico; otosclerose com agravamento durante alguma gestação anterior.

Precauções :

Antes de iniciar o tratamento devem ser realizados exames clínico detalhado e ginecológico minucioso (incluindo mamas e citologia cervical), inclusive com cuidadosa anamnese familiar. Devem ser descartados distúrbios do sistema de coagulação quando houver histrico familiar, durante a juventude, de enfermidades tromboemblicas (por exemplo, trombose venosa profunda, apoplexia, infarto do miocárdio). A possibilidade de haver gestação deve ser excluída. Durante o tratamento recomendam-se exames de controle em intervalos de aproximadamente 6 meses. Deve-se evitar a administração de uma nova injeção se durante o tratamento ocorrerem, pela primeira vez, cefaleias do tipo enxaqueca ou cefaleias com frequência fora do habitual; perturbações repentinas de percepção (por exemplo, da visão, da audição); sinais precursores de tromboflebites ou tromboembolias (por exemplo, edema ou dores habituais nas pernas, dores do tipo pontada ao respirar ou tossir, de origem desconhecida); sensação de dor e constrição no trax. também em casos de cirurgias já planejadas (6 semanas antes da data prevista) ou imobilização forçada decorrente, por exemplo, de acidentes, a medicação deve ser suspensa. Em todos estes casos pode existir um risco maior de trombose. são também razes para suspender a medicação : o aparecimento de icterícia; hepatite; prurido generalizado; aumento de ataques epilpticos; acentuada elevação da pressão arterial e gravidez. Segundo os conhecimentos atuais, não se pode excluir a associação entre o uso de contraceptivos hormonais e um aumento do risco de doenças tromboemblicas venosas e arteriais. Com relação trombose arterial (por exemplo, apoplexia e infarto do miocárdio) parece ocorrer aumento do risco relativo quando existem concomitantemente os seguintes fatores: consumo intenso de cigarro, idade mais avançada e tratamento com contraceptivos hormonais combinados. Durante o tratamento com substâncias hormonais, tais como as contidas em Mesigyna, foram observadas, em casos raros, alterações hepáticas benignas e, mais raramente alterações malignas, que em casos isolados podem ocasionar hemorragias intra-abdominais com risco de vida para a paciente. Se ocorrerem transtornos epigástricos graves, aumento de tamanho do fgado ou sinais de hemorragia intra-abdominal, deve-se incluir tumor hepático nas considerações diagnóstico-diferenciais. Pacientes com diabetes mellitus; tendência a diabetes; hipertensão; varizes; antecedentes de flebite; otosclerose; esclerose múltipla; epilepsia; porfiria; tetania ou coria menor devem ser mantidas sob cuidadosa vigilância. Mesigyna não apresenta efeito inibidor sobre o mecanismo de lactação. também não foram observados até o presente efeitos desfavorveis sobre lactentes, embora deva ser considerado que pequenas quantidades de esteroides podem passar para o leite materno. Como ocorre com outros esteroides, existe, portanto, a possibilidade teórica, principalmente durante a primeira semana de vida do lactente, de que se modifiquem os processos de degradação da bilirrubina. Se o recêm-nascido apresentar icterícia neonatal de maior grau ou to prolongada que requeira tratamento médico, a lactação deve ser interrompida durante o mesmo.

Fórmula :

Cada ml contém 50 mg de enantato denoretisterona e 5 mg de valerato de estradiol em solução oleosa.

Fabricante :

Schering do Brasil

Av Alfredo Egídio de Souza Aranha, 384 An 4
São Paulo - SP

Medicamentos do mesmo fabriante :

Azelan, Betaferon, Cliane, Dopergin, Ecovis 200, Esmeron, Estrofem 2 mg, Femiane, Fludara, Gestadinona, Ginedisc, Gyno icaden, Icaden, Levovist, Lindisc 50, Lindisc duo, Loratadina, Mesigyna, Microvlar, Nebido, Neovlar, Procin, Proviron, Puregon, Quadriderm, Rebetol, Rotram, Sporostatin, Ultraproct, Vasomax


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.