Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Mentocana-R - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Benzocana e Tirotricina .

Apresentação : Pastilhas

Indicação :

MENTOCANA-R é uma associação de Benzocana e de Tirotricina, assim constitui numfármaco com acções analgésicas, adstringentes e antisspticas. A tirotricina tem umaforte ação bactericida sobre os microorganismos causadores das afecções da cavidadebucal.

MENTOCANA-R utilizada para tratar inflamações e infecções da cavidade bucal e daorofaringe como: dores de garganta, rouquidão, faringites, laringites, estomatites,gengivites e aftas.

Antes de TomarMENTOCANA-R

Não tome Mentocana-R

-se tem alergia (hipersensibilidade) s substâncias ativas, Benzocana e Tirotricina ou aqualquer outro componente da Mentocana-R;
-se foi informado pelo seu médico que tem intolerância a alguns açucares, contacte-oantes de tomar este medicamento;
-se tiver menos de 6 anos devido a uma possível hipersensibilidade ao mentol;
-se tem alergia (hipersensibilidade) aos anestásicos locais;

-se tem alergia (hipersensibilidade) ao ácido para-aminobenzico e derivados e aosconservantes do grupo do hidroxibenzoato;
-se tem alergia (hipersensibilidade) fenilcetonrica;
-se faz uma dieta pobre em sódio ou se hipertenso;
-se faz uma dieta pobre em potássio;
-se tem diabetes.

Tome especial cuidado com Mentocana-R

O tratamento normal não deve ultrapassar os 10 dias; para Além desse tempo Deveráreavaliar-se a conduta a executar.

As Indicaçõesnão justificam um tratamento prolongado (para Além de 10 dias), uma vezque se poderá expor a um desequilíbrio da flora microbiana normal da cavidade oral, comrisco de difusão bacteriana ou fngica (candidase). Um tratamento prolongado ao nívelda mucosa, poderá expor a riscos de efeitos sistémicos txicos (poderá afectar o SNCcom convulsões).

Ao tomar Mentocana-R com outros medicamentos

A MENTOCANA-R tem um efeito local, absorção mínima e interaçõesmedicamentosas desprezveis.

Ao tomar Mentocana-R com alimentos e bebidas

A toma das pastilhas independente dos alimentos ou bebidas.

Gravidez e aleitamento

MENTOCANA-R não deve ser utilizada no primeiro trimestre da gravidez, devido àpresença do anestásico local

Não é aconselhado tomar MENTOCANA-R enquanto estiver a amamentar.

Condução de veículos e utilização de máquinas

A formulação de MENTOCANA-R contém uma dosagem baixa de substâncias ativas,assim sendo, não são esperados efeitos sobre a capacidade de condução de veículos emáquinas.

Informaçães importantes sobre alguns componentes de Mentocana-R

Contém uma fonte de fenilalanina. Pode ser prejudicial em indivíduos comfenilcetonria.

Os diabéticos devem ter em conta que cada pastilha contém 807 mg de sacarose.

Modo de Usar: MENTOCANA-R

A dose usual em Adulto é de 1 Pastilha a cada hora, não devendo exceder dez Pastilhaspor dia.

A dose usual em crianças com idade superior a 6 anos, de 3 a 5 comprimidosorodispersveis por dia, espaadas ao longo do dia.

As Pastilhas de MENTOCANA-R devem dissolver-se lentamente na boca, paraassegurar uma concentração adequada das substâncias ativas na saliva. Para obtenção doefeito desejado devem ser tomados de pReferência fora das refeições e nunca devem sermastigados ou engolidos inteiros.

Duração do tratamento
Enquanto durarem os sintomas, não devendo exceder os 10 dias.

Doentes com problemas hepáticos ou renais
A absorção das substâncias ativas mínima pelo que não existem inconvenientes na administração em doentes com problemas no fgado e/ou dos rins.

Crianças
No caso de crianças com menos de 6 anos MENTOCANA-R não recomendada devidoa uma possível hipersensibilidade ao mentol

Idosos
MENTOCANA-R pode ser utilizada por pessoas idosas. Contudo, deve-se administrarcom precaução a pessoas idosas com problemas de diabetes, pois a formulação contémaçúcar.

Se tomar mais Mentocana -R do que deveria
Apesar de não existirem estudos de sobredosagem até data, razovel supor quepossam ocorrer algumas manifestações desagradveis, particularmente convulsões,depressão do sistema cardiovascular. Caso ocorra uma sobredosagem, deve-se contactarimediatamente o seu médico ou o hospital mais próximo. O tratamento recomendadoconsiste na eliminação do fármaco através da lavagem gástrica e tratamento sintomáticode suporte, se necessário.

Efeitos secundários possíveis

Como todos os medicamentos, Mentocana-R pode causar efeitos secundários, no entantoestes não se manifestam em todas as pessoas.

Geralmente MENTOCANA-R é bem tolerada, mas existe um potencial risco desensibilização benzocana.

Como na formulação contém ácido benzico, podem surgir, raramente, pequenasirritações locais.
Pode tambm, eventualmente, surgir uma inflamação da lngua, mas que desaparece coma suspensão do tratamento.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaiquer efeitos secundáriosnão mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

5. COMO CONSERVAR MENTOCANA-R

Não conservar acima de 25ºC.
Manter fora do alcance e da vista das crianças

Não utilize Mentocana-R após o prazo de validade impresso na embalagem exterior após
VAL. O prazo de validade corresponde ao últim dia do mês indicado.

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico.
Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita.
Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

6. Outras Informações

Qual a composição de Mentocana-R

-As substâncias ativas são: Benzocana (2,5 mg) e Tirotricina (1,05 mg.

Os outros componentes são: Borato de sódio; Clorato de potássio; Sacarose; Estearato demagnésio; Talco; Spray gum c; ácido benzico; Gelatina ouro; Carmelose sódica;
Essência de hortel-pimenta CD02081; Mentol e Aspartamo granulado (E 951).

Qual o aspecto de Mentocana-R e conteúdo da embalagem
MENTOCANA-R apresenta-se em embalagens de 20 Pastilhas. Cada pastilha apresentauma cor branca, com gravação ?M? numa das faces.

Fabricante :

Fabricante : s Azevedos Indústria farmacêutica, S.A.
Estrada Nacional 117-2
Alfragide
2614-503 Amadora
Tel: 21 472 59 00
Fax: 21 472 59 90e-mail: azevedos@mail.telepac.pt

Fabricante :

Sofarimex Indústria química e farmacêutica, Lda.
Avenida das Indústrias Alto de Colaride ? Agualva
2735-213 Cacm


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.