Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Menotensil - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Cloridrato de Clordiazepoxido e Estrogenos Esterificados.

Classe terapêutica : Ansioliticos e Estrógenos

Apresentação : Caixas com 21 drágeas.

Indicação : distúrbios do climatério decorrentes da deficiência estrogênica, com manifestações de tensão
e ansiedade. Na menopausa recente, como prevenção da osteoporose.

Efeito Colateral :

MENOTENSIL é bem tolerado, havendo baixa Incidência de efeitos colaterais. poderá
eventualmente ocorrer, como em toda a terapêutica estrogênica, hemorragia uterina funcional,
aumento de peso, mastodinia e aumento do volume mamrio. Poderão raramente surgir efeitos
relacionados ao uso de cloridrato de clordiazePóxido, tais como sonolência, ataxia e confusão
mental. Mais raramente ainda poderão ocorrer sintomas extrapiramidais, erupções cutâneas,
discrasias sanguíneas e alterações hepáticas.

Modo de Usar :

1 a 3 drágeas por dia, conforme a necessidade estrogênica da paciente, durante
21 dias consecutivos. Fazer um intervalo de sete dias entre cada srie de tratamento.

Contra indicação :

Miastenia gravis e doenças ou fenmenos tromboemblicos. Hipersensibilidade aos
componentes da fórmula e glaucoma.

Modo de usar :

1 a 3 drágeas por dia, conforme a necessidade estrogênica da paciente, durante
21 dias consecutivos. Fazer um intervalo de sete dias entre cada srie de tratamento.

Caractersticas

MENOTENSILÉ contém estrgenos esterificados compostos por uma mistura de sais sódicos
de sulfatos de steres de substâncias estrogênicas, principalmente estrona, associados ao
cloridrato de clordiazePóxido, benzodiazepúnico de ação prolongada, com meia-vida de 24 a
48 horas.
Os estrgenos esterificados contém não menos que 75% e não mais de 85% de sulfato de
estrona sódica, e não menos de 6% e não mais que 15% de sulfato de equilina sódica, em tal
proporção que o total destes componentes não seja menor que 90%, do conteúdo declarado.
Os estrgenos esterificados tém ações e usos semelhantes aos do estradiol e, portanto
Indicaçõessimilares.
O cloridrato de clordiazePóxido é um protátipo dos compostos benzodiazepúnicos, ansioltico
de comprovada eficácia e elevada segurança.

Fórmula :

Cada drágea contém:
Estrgenos esterificados .................... 0,4 mg
Cloridrato de clordiazePóxido .................... 5,0 mg
Excipiente q.s.p. ....................1 drgea
(Excipientes: sacarose, amido de milho, estearato de magnésio, lactose, povidona, talco,
dióxido de titânio, carbonato de cálcio, cera branca, cera de carnaba, corante, goma arbica,
goma laca, óleo de rcino)
Obs.: cada drágea contém 0,056 g de açúcar na forma de sacarose.

Conduta Na Superdosagem

Devem ser adotadas medidas gerais de combate depressão excessiva do Sistema Nervoso
Central, tais como o emprego de metilfenidato e cafena.

Informações ao paciênte

Ação esperada do medicamento: MENOTENSIL destinado ao tratamento dos sintomas e
sinais do climatério, constituindo-se de uma associação de steres de estrgenos e de
cloridrato de clordiazePóxido, um ansioltico benzodiazepúnico de comprovada eficácia e
segurança. Os estrgenos esterificados tém ações e usos semelhantes ao hormnio natural
estradiol, tendo assim, Indicaçõessimilares.
Cuidados de armazenamento: Manter a temperatura ambiente (15C a 30ºC), em local seco
e proteger da luz.
Prazo de validade: A validade do produto de 36 meses, a partir da data de fabricação . Não
use medicamento com prazo de validade vencido.
Gravidez e lactação: Informe seu médico sobre a Ocorrência de gravidez na vigncia do
tratamento ou após o seu trmino. Informar ao médico se está amamentando.
Cuidados de Administração: Não usar o medicamento por prazo superior a 6 meses
consecutivos, devido ao risco potencial de desenvolver-se tolerância e dependência
medicamentosa ao cloridrato de clordiazePóxido. Siga a orientação do seu médico,
respeitando sempre os horrios, as doses e a duração do tratamento.
Interrupção do tratamento: No caso de interrupção do tratamento, o risco de ocorrer
sintomas e sinais de abstinncia pequeno, uma vez que os níveis sanguíneos de cloridrato de
clordiazePóxido declinam lentamente, em Vários dias. Contudo, não interromper o tratamento
sem o conhecimento do seu médico.
reações adversas: Informe seu médico sobre o aparecimento de reações desagradveis como
varizes, flebite, dolorimento e aumento de volume das mamas, hemorragia uterina, sonolência
e confusão mental, alterações da pele ou quaisquer outras irregularidades.
"TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS
crianças".
ingestão concomitante com outras substâncias: Durante a vigncia do tratamento não fazer
uso concomitante de álcool ou outros sedativos e tomar cuidado ao dirigir veículos e ao operar
máquinas.
NO INGERIR álcool OU OUTROS SEDATIVOS CONCOMITANTEMENTE.
Contra-Indicaçõese precauções: Comunicar ao médico eventual Ocorrência de reações
alérgicas a medicamentos no passado, a existância de glaucoma ou outras doenças.
Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do incio, ou
durante o tratamento.
Durante o tratamento a paciente não deve dirigir veículos ou operar máquinas, pois sua
habilidade e atenção podem estar prejudicadas.
Não deve ser utilizado durante a gravidez.
Em pacientes diabticas deve-se considerar o conteúdo de açúcar das drágeas (0,056g/drgea).
"NO TOME Remédio SEM O CONHECIMENTO DE SEU médico, PODE SER
PERIGOSO PARA SUA Saúde".

Interação Medicamentosa :

Deve ser evitado o uso concomitante com outros sedativos hipnéticos, outras drogas com ação
no Sistema Nervoso Central e com o álcool, devido à possibilidade de potencialização dos
efeitos sobre o Sistema Nervoso Central.

Pacientes Idosas

Até o momento, não há evidência que sugira que a resposta de pacientes idosas seja diferente
daquela apresentada por pacientes mais jovens.
Reg. MS -1.0082.0027
Farm. Resp.: Dr. Jos de Andrade - CRF-SP n 6369
"VENDA SOB PRESCRIção médica. O ABUSO DESTE MEDICAMENTO PODE
CAUSAR dependência".
N lote, data de fabricação e data de validade: vide cartucho e/ou rótulo.
Solvay Farma Ltda.
Rua Salvador Branco de Andrade, 93
Taboo da Serra - SP - Indústria Brasileira
CNPJ: 60.499.639/0001-95
são Paulo, 29 de Outubro de 2002.
Jean Michel Rosenfeld Jos de Andrade
REPRESENTANTE LEGAL farmacêuTICO responsável

Precauções e Advertências

A exemplo de todos os demais benzodiazepúnicos, as pacientes devem ser advertidas quanto
aos riscos do uso concomitante de álcool ou outras drogas com ação depressora sobre o
Sistema Nervoso Central.
No incio do tratamento, cuidados especiais devem ser tomados ao dirigir veículos ou operar
máquinas perigosas, pois conforme a dose e a sensibilidade da paciente, sua capacidade de
reação poderá ser influenciada.
Os estrgenos podem levar à maior Incidência de fenmenos tromboemblicos e aumentar o
risco de hemorragias. Não há absoluta certeza quanto ao aumento do risco de neoplasias
mamrias e endometriais.
Como ocorre com todos os benzodiazepúnicos, a terapêutica não Deverá prolongar-se por mais
de 6 meses consecutivos devido ao risco potencial de indução de dependência fsica e
psquica.
O tratamento Deverá ser descontinuado com intervalos sem medicação (vide Posologia).
Sintomas de abstinncia não deverão ocorrer devido aos níveis sanguíneos lentamente
decrescentes em Vários dias, dada a prolongada meia-vida plasmática do cloridrato de
clordiazePóxido.
Em pacientes diabticas deve-se considerar o conteúdo de açúcar das drágeas (0,056g/drgea).
USO NA GRAVIDEZ - Foi relatado maior risco de malformações congnitas com uso
durante o 1 trimestre de gravidez, dos tranqilizantes menores, entre eles o cloridrato de
clordiazePóxido.
Desta forma, mulheres com eventual potencial de gravidez, no incio ou durante o tratamento
com MENOTENSIL, devem ser advertidas a comunicar-se com o médico para a suspensão
da medicação .
até o momento, não há evidência que sugira que a resposta de pacientes idosas seja diferente
daquela apresentada por pacientes mais jovens.

Fabricante :

Solvay Farma Ltda.

Rua Salvador Branco de Andrade, 93 Taboão da Serra - SP

Indústria Brasileira CNPJ: 60.499.639/0001-95 SAC: 0800141500

Medicamentos do mesmo fabricante :

Alfasin, Burinax, Cetrizin, Cobavital, Creon, Cynt, Deltacid, Duspatalin, Edhanol, Endronax, Famoset, Floxid, Geriavite, Menotensil, Neurium, Pankreoflat, Piascledine_300, Piroxene, Poliginax, Sintalgin, Sintozima, Valmane, Vibral



Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.