Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Meloxil - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Meloxicam.

Apresentação : Comprimido de 7,5 mg - caixa com 10 comprimidos. comprimido de 15 mg - caixa com 10 comprimidos. Solução injetável intramuscular - caixa com 5 ampolas.

Indicação : (Meloxicam) é indicado para o tratamento sintomático da artrite reumatéide e das osteoartroses dolorosas, tais como artroses e doenças degenerativas das articulações.

Efeito Colateral :

As drogas antiinflamatórias não-esteroidais podem produzir reações de hipersensibilidade individuais, mas as mais comuns incluem: "rush" cutâneo, urticária, rinite, angioedema, broncoespasmo e choques anafilticos. As reações adversas mais comuns relacionadas particularmente ao Meloxicam são: dispepsia, náusea, vômito, dor abdominal, constipação, flatulência, diarreia, anemia, prurido, erupção cutânea, asma aguda (em sua maioria com antecedentes de história de asma aguda após a administração de AAS ou de outros antiinflamatórios não esteroidais), tontura, cefaleia, edemas e casos de alterações dos níveis sanguíneos de creatinina e/ou uria, com comprometimento da função renal.

Modo de Usar :

A dose habitual é de 15 mg ao dia, em pacientes mais sensíveis dose deve ser reduzida a 7,5 mg/dia.
A forma injetável deve ser restrita aos primeiros dias de tratamento ou nos quadros de agudização dos sintomas. Não devendo ultrapassar a dose de 15 mg ao dia.
Pacientes com insuficiência renal grave, em hemodilise, não devem utilizar doses acima de 7,5 mg/dia.

Contra indicação :

MELOXIL (Meloxicam) está contra indicado em casos de hipersensibilidade droga ou a quaisquer componentes de sua formulação. Não deve ser administrado em pacientes com úlcera péptica ativa, insuficiência hepática ou renal grave, bem como em pacientes que apresentaram casos de asma, Pólipos nasais, edema de Quincke ou urticária, após a administração de ácido Acetil Salicélico ou de outros antiinflamatórios não-esteroidais. MELOXIL (Meloxicam) não deve ser utilizado em crianças e adolescentes com idade inferior a 15 anos, bem como em gestantes e lactantes.

Modo de usar :

A dose habitual é de 15 mg ao dia, em pacientes mais sensíveis dose deve ser reduzida a 7,5 mg/dia.
A forma injetável deve ser restrita aos primeiros dias de tratamento ou nos quadros de agudização dos sintomas. Não devendo ultrapassar a dose de 15 mg ao dia.
Pacientes com insuficiência renal grave, em hemodilise, não devem utilizar doses acima de 7,5 mg/dia.

Advertências

Conduta na gravidez e lactação: até o momento não foram relatados estudos comprovando a utilização de Meloxicam em gestantes e lactantes, portanto, MELOXIL (Meloxicam), não deve ser utilizado nessas situações. Nefropatas: Em pacientes nefropatas, a administração de MELOXIL (Meloxicam) não deve exceder a dosagem de 7,5 mg diárias. Em casos de insuficiência renal severa, deve-se manter monitorização da função renal com determinada constância. Deve-se fazer, tambm, o acompanhamento dos níveis da pressão arterial em pacientes que estáo em uso concomitante das drogas anti-hipertensivas e Meloxicam, devido à redução do efeito hipotensor dessas drogas. MELOXIL (Meloxicam) deve ter sua prescrição avaliada em pacientes com antecedentes de úlcera gástrica e/ou duodenal; pacientes com doenças graves do coração, rins ou fgado; e se a paciente for usuria de DIU, pois diminui o efeito do mesmo.

Advertências e Recomendações para Pacientes Com Idade Superior a 65 Anos

indivíduos com idade superior a 65 anos apresentam maior sensibilidade ao medicamento.

Fórmula :

Comprimido de 7,5 mg _ cada comprimido contém:
Meloxicam 7,5 mg
Excipientes: Celulose Microcristalina, Amido de Milho, Estearato de magnésio.
Comprimido de 15 mg _ cada comprimido contém:
Meloxicam 15 mg
Excipientes: Celulose Microcristalina, Amido de Milho, Estearato de magnésio.
Solução injetável intramuscular _ cada 1,5 ml contém:
Meloxicam 15 mg
Excipientes: Meglumina, Glicofurol, Pluronic F68, Cloreto de sódio, Glicina, Hidróxido de sódio, água Destilada Apirogênica q.s.p.

Informaçães Técnicas

As propriedades analgésica, antiinflamatória e antipirática de Meloxicam (um novo agente antiinflamatório não esteroidal, pertencente a classe do ácido enlico, um dos derivados de oxicam) foram investigadas em uma variedade de esPócies animais e comparadas com as propriedades do piroxicam, diclofenaco, indometacina e uma variedade de outros antiinflamatórios não esteroidais. O Meloxicam inibe, preferencialmente, a ciclooxigenase - 2 (COX-2), enzima responsável pela produção de prostraglandinas. "In vitro", o Meloxicam três vezes mais eficiente contra a inibição da COX-2 no cultivo de macrfagos de cobaias, do que contra o componente COX-1 destas células. A maioria dos antiinflamatórios não-esteroidais (NSAIDs) apresentam-se mais eficientes contra COX-1 do que COX-2. Meloxicam mostrou uma propriedade farmacocinética favorvel, que muito similar no rato e no homem (t 1/2 homem: 20 h; rato: 16 h - ligação com proteínas plasmáticas no rato e no homem: 99,5-99,7%). O Meloxicam é absorvido cerca de 89% após Administração oral. Dados relatados mostram que o Meloxicam difere dos NSAIDs clssicos com respeito a suas propriedades antiinflamatória, analgésica e antipirática. Mas, significantemente, a tolerância gastrintestinal em relação potncia antiinflamatória do Meloxicam muito mais favorvel do que a dos outros NSAIDs testados, devido, preferencialmente, a sua ação sobre COX-2, em relação a COX-1. Pesquisas realizadas demonstram que a inibição de COX-2 proporciona efeitos teraPóuticos, enquanto a inibição de COX-1 gera efeitos colaterias gástricos e renais. a administração concomitante de Meloxicam com líquidos ou alimentos não altera a sua absorção. A taxa de ligação do Meloxicam s proteínas plasmáticas superior a 99%. Doses diárias únicas proporcionam concentrações plasmáticas variando de 0,4-1,0 mcg/ml para doses de 7,5 mg e de 0,8-2,0 mcg/ml para doses de 15 mg. Meloxicam atinge cerca de 50% de seu valor nas concentrações plasmáticas. Cerca de 5% excretado pelas fezes, de forma inalterada. Na urina, ocorrem apenas traos de substâncias inalteradas. Sua principal via de metabolização é o radical metila da fração tiazolil. 50% dos metabólitos são eliminados pela urina e a mesma quantidade nas fezes. Os efeitos anti-exsudativos do Meloxicam, como medida nos testes de edema, são tópicos de um inibidor da ciclooxigenase. O Meloxicam demonstrou uma maior potncia contra a artrite do que os outros NSAIDs.

Informações ao paciênte

MELOXIL (Meloxicam) é indicado no tratamento sintomático da artrite reumatéide e das osteoartroses dolorosas.
CUIDADOS NA CONSERVAção: O medicamento deve ser conservado ao abrigo da luz, calor e umidade, em temperatura entre 15 e 30ºC.
Prazo de validade: 24 meses após a data de fabricação
Verifique a data de fabricação no cartucho
Não utilize medicamentos com o prazo de validade vencido
Conduta na Gravidez e Lactação: MELOXIL (Meloxicam) está contra indicado em mulheres grávidas e amamentando. Informe ao seu médico a Ocorrência de gravidez, na vigncia do tratamento ou após o seu trmino. Informe ao seu médico se estiver amamentando.
Cuidados na administração: A dosagem Deverá ser seguida criteriosamente, segundo a indicação do médico responsável. O medicamento Deverá ser administrado nos intervalos de tempo estipulados, podendo-se fazer uso de líquidos e alimentos. MELOXIL (Meloxicam) injetável deve ser administrado, exclusivamente, por via intramuscular. Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horrios, as doses e a duração do tratamento.
NO INTERROMPA O TRATAMENTO SEM O CONHECIMENTO DO SEU médico
reações Adversas: As reações adversas mais comuns são: "rush" cutâneo, dispepsia, náusea, vômito, dor abdominal, constipação, flatulência, diarreia. Informe seu médico do surgimento de reações desagradveis.
TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS. ingestão Concomitante com outras Substâncias: Foram relatados casos de interação medicamentosa entre os antiinflamatórios esteroidais, diuréticos, antiinflamatórios não-esteroidais, ciclosporina, anticoagulantes orais e parenterais, anti-hipertensivos (betabloqueadores, inibidores da ECA, vasodilatadores, diuréticos) e contraceptivos intra uterinos (DIU).
Contra-Indicaçõese Precauções: MELOXIL (Meloxicam) está contra indicado em pacientes com hipersensibilidade ao Meloxicam ou aos constituintes da formulação, bem como em gestantes, lactantes e adolescentes menores que 15 anos. MELOXIL (Meloxicam) deve ter sua prescrição avaliada em pacientes com antecedentes de úlcera gástrica e/ou duodenal, pacientes com doenças graves do coração, rins e fgado. Informar a seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do incio, ou durante o tratamento
NO TOME Remédio SEM O CONHECIMENTO DO SEU médico, PODE SER PERIGOSO PARA SUA Saúde.

Interação Medicamentosa :

Foram relatados casos de interação medicamentosa entre os antiinflamatórios esteroidais e os seguintes compostos: Diuréticos (devido ao risco de insuficiência renal em pacientes desidratados), antiinflamatórios não-esteroidais, Ciclosporina (risco de nefrotoxicidade), Anticoagulantes orais (ticlopidina, heparina) e Anticoagulantes parenterais (trombolticos) ambos por eventual risco aumentado de hemorragia, Colestiramina (aumento do tempo de eliminação do Meloxicam), Anti-hipertensivos: tem-se relatado diminuição do efeito hipotensor dessas drogas (betabloqueadores, inibidores da ECA, vasodilatadores, diuréticos), lítio (aumento da concentração de lítio no sangue), Metotrexato (aumento da toxicidade hematológica do metotrexato), o uso de dispositivo intra uterino (DIU), concomitantemente, com Meloxicam, pode diminuir a eficácia do DIU. Como os outros NSAIDs, Meloxicam mostra semelhantes Interações com paracetamol, pirenzepina, clortalidona e tolbutamina.

Superdose

Na superdosagem, deve-se tomar medidas de esvaziamento gástrico e de suporte geral; o uso de colestamina acelera a eliminação de Meloxicam.

Fabricante :

Ativus farmacêutica Ltda.

Rua Fonte Mécia, 2050
Cep 13270-000 - CX Postal 489
Bairro São Pedro - Valinhos /SP
E-mail: ativus@ativus.com.br

Medicamentos do mesmo fabricante :

Antagon, Asmax, Azimix, Calcichell, Calman, Cinoflax, Colpist mt, Cortax, Dexador, Ferrin, Fluidin, Folifer, Ginotrax, Gynax n, Inflax, Klispel, Licovit, Livten 500 mg, Loratadina, Loremix d, Loremix, Meloxil, Miconan, Mivalen, Nasterid a, Nasterid, Nortec, Novativ, Xelix, Xirvit


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.