Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Lupron S.c. - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Leuprolide.

Classe terapêutica : Hormônios Gonadotrópicos.

Apresentação : Cada caixa contem: 1 frasco-ampola de 2,8 ml (para uso injetavel em multiplas doses). 14 seringas descartaveis. nota: os frascos incluem um pequeno excesso para facilitar a retirada do produto. assim sendo, os frascos de 2,8 ml destinam-se, habitualmente, a 14 doses.

Indicação : Lupron (acetato de leuprolide) e indicado no tratamento paliativo da neoplasia avancada da prostata, oferecendo uma alternativa no seu tratamento quando igualmente a orquiectomia ou estrogenioterapia nao forem indicadas ou aceitaveis para o paciente. leuprolide atua como um inibidor da producao de gonadotrofina e e quimicamente distinto dos esteroides. diferentemente dos Hormônios esteroides, leuprolide exerce acao especifica nas gonadotrofinas pituitarias e no sistema reprodutivo humano. essa especificidade reduz a probabilidade de reacoes adversas secundarias, tais como ginecomastia, trombembolismo, edema e comprometimento do figado e vesicula biliar. em homens, a administracao subcutanea de doses diarias de leuprolide resulta num aumento inicial dos niveis circulantes do hormonio luteinizante (lh), e hormonio foliculo-estimulante (fsh), conduzindo a um transitorio aumento dos niveis dos esteroides gonadais (testosterona e diidrotestosterona em homens e estrona e estradiol em mulheres na pre-menopausa). contudo, administracao diaria continua do leuprolide resulta em diminuicao dos niveis de lh e fsh em todos os pacientes. em homens, androgenos sao reduzidos aos niveis de castracao. em mulheres na pre-menopausa, os estrogenos sao reduzidos aos niveis pos-menopausa. essas diminuicoes ocorrem em 2 a 4 semanas apos o inicio do tratamento e sao mantidas tanto tempo quanto durar o tratamento. leuprolide tem uma meia-vida plasmatica de aproximadamente 3 horas.

Modo de Usar :

A dose recomendada e 1 mg (0,2 ml) administrada numa unica injecao subcutanea diaria. como com outras drogas administradas cronicamente por via subcutanea, o local da injecao deve ser variado periodicamente.

Fórmula :

Cada 0,2 ml contem 1 mg de acetato de leuprolide. lupron (acetato de leuprolide injetavel) e um nonapeptideo sintetico analogo do hormonio liberador da gonadotrofina natural (gnrh ou lh-rh). o analogo possui maior potencia que o hormonio natural.

Fabricante :

Abbott Laboratórios do Brasil Ltda.

Endereço: Estrada dos Bandeirantes, 2400 - Taquara, Rio de Janeiro - RJ, 22710-907

Medicamentos do mesmo fabricante :

Bufedil, Cetiva AE, Depakote, Ensure Pó, Etrane, Gentaplus, Iberol, Isomil, Klaricid UD, Klaricid, Leutrol, Lupron sc, Magnopyrol, Metiocolin b12, Noctal, Norvir, Ogastro, Pantomicina, Pedialyte 45 pó, Pedialyte 45, Pedialyte 90 pó, Pedialyte 90, Pedialyte, Quelicin, Selsun Azul, Selsun Ouro, Sevorane, Siliver, Sobrepin, Solvobil


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.