Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Loxonin - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : loxoprofeno sódicodiidratado

Apresentação : Embalagem contendo 30 ou 60 comprimidos. Grnulos: embalagem contendo 15 ou 30 sachás.

Indicação : antiinflamatório e Analgésico no tratamento de: artrite reumatéide, osteoartrite, periartrite escapuloumeral, processos inflamatórios osteomusculares do pescoo, ombro, brao e lombalgias; como Analgésico e antiinflamatório em Pós-cirurgia, Pós-traumatismo e Pós-exodontia; como Analgésico, antiinflamatório e antitrmico em processos inflamatórios agudos do trato respiratério superior (acompanhado ou não de bronquite aguda).

Efeito Colateral :

reações adversas que podem ocorrer raramente: urticária, úlcera péptica, cefaleia, reações adversas hematológicas (anemia, anemia hemoltica ou anemia aplástica), leucopenia, trombocitopenia, palpitação, choque, síndrome de Stevens-Johnson, insuficiência renal aguda, síndrome nefrtica e pneumonia intersticial. Nestes casos Loxonin Deverá ser suspenso. reações adversas que podem ocorrer pouco frequentemente: erupção, prurido, sonolência, edema, eosinofilia, aumento nas transaminases TGO (ALT), TGP (AST) e AI-T (fosfatase alcalina), reações adversas gastrintestinais (dor abdominal, desconforto gástrico, anorexia, náusea e vômito, diarreia, constipação, pirose, dispepsia e estomatite).

Modo de Usar :

Em geral recomenda-se para o adulto a posologia de 1 comprimido ou 1 sachá de Loxonin (60 mg de loxoprofeno sódico), 3 vezes ao dia, por via oral. Em casos agudos poderá ser realizada uma única administração de 1 a 2 comprimidos ou 1 a 2 sachás de Loxonin (60-120 mg de loxoprofeno sódico), por via oral, ajustando-se a dose de acordo com a idade e os sintomas. No tratamento de inflamações agudas do trato respiratério superior deve-se administrar 1 comprimido ou 1 sachá de Loxonin (60 mg de loxoprofeno sódico), por via oral. Como regra geral a administração deve ser feita até 2 vezes ao dia. Loxonin grnulos deve ser dissolvido em água antes da administração. Deve-se evitar ultrapassar a dose diária de 180 mg bem como a administração em jejum. - Superdosagem: não há relato de superdosagem com Loxonin, porêm em caso de Ocorrência de ingestão acidental recomenda-se proceder ao esvaziamento gástrico e tratamento de suporte com monitoração das funções vitais e assistência ventilatéria, se necessário. Não É conhecido antídoto específico para a droga. Uso em idosos: atenção especial deve ser dada É condição do paciente após a administração especialmente em idoso com febre alta ou com doença debilitante.

Contra indicação :

Está contra indicado em: pacientes com hipersensibilidade a qualquer um dos componentes do produto; pacientes portadores de úlcera péptica, graves distúrbios hematológicos, hepáticos ou renais; pacientes com insuficiência cardíaca congestiva grave; pacientes com asma induzida por drogas antiinflamatórias não esteroidais; pacientes gestantes no últim trimestre de gravidez e durante o perãodo de lactação.

Precauções :

Loxonin deve ser administrado com cautela em: pacientes com história de hipersensibilidade aos componentes da fórmula; pacientes com antecedentes de úlcera péptica, distúrbios hematológicos, hepáticos ou renais; pacientes com asma brônquica. As seguintes precauções devem ser consideradas quando o Loxonin é utilizado no tratamento de patologias crônicas (artrite reumatéide ou osteoartrite). Durante tratamento prolongado com Loxonin, exames laboratoriais, tais como, análise urinária, hematológica e testes da função hepática devem ser realizados periodicamente. Se forem observadas alterações, recomenda-se redução da dose ou interrupção da terapia. Os pacientes em uso de Loxonin devem ser rigorosamente observados e atenção Deverá ser dada caso ocorram reações adversas. Queda acentuada da temperatura, colapso e extremidades frias, etc. podem ocorrer. Loxonin pode mascarar os sinais e sintomas de infecção. Portanto, deve ser administrado concomitantemente com um agente antibacteriano apropriado quando se tratar de processo inflamatório de origem infecciosa. Nete caso, recomenda-se a administração e observação cuidadosa. O uso concomitante de Loxonin com outros agentes antiinflamatórios ou Analgésicos deve ser feito sob supervisão médica. Uso durante a gravidez e lactação: a segurança do uso de Loxonin na gravidez não foi estabelecida. Portanto, Loxonin somente Deverá ser administrado a pacientes gestantes se os benefícios teraPóuticos justificarem os riscos potenciais para o feto. Loxonin não deve ser usado no últim trimestre da gravidez e durante o perãodo de lactação. - Uso em pediatria: a segurança do Loxonin em crianças não foi estabelecida. - Uso em idosos: atenção especial deve ser dada É condição do paciente após a administração, especialmente em idosos com febre ou com doença debilitante. - Interações Medicamentosas:: co-Administração cautelosa: anticoagulantes cumarúnicos (p. ex.: varfarina): os pacientes devem ser observados cuidadosamente, uma vez que Loxonin pode intensificar os efeitos anticoagulantes de tais drogas. Se necessário, reduzir a dose. Hipoglicemiantes sulfoniluricos (p. ex.: clorpropamida): uma vez que Loxonin potencializa os efeitos hipoglicemiantes de tais drogas, os pacientes devem ser cuidadosamente observados. Se necessário, reduzir a dose. Antibacteriano fluorquinolúnico (p. ex.: norfloxacina): Loxonin pode potencializar os efeitos de tais drogas na indução de convulsão. Preparações de lítio (carbonato de lítio): Loxonin pode aumentar a concentração sanguínea de lítio e causar envenenamento. A concentração de lítio deve ser cuidadosamente controlada e, se necessário, reduzir a dose. Derivados benzotiazúnicos (p. ex.: hidroclorotiazida): Loxonin pode reduzir os efeitos hipotensores e diuréticos de tais drogas.

Fórmula :

Cada comprimido contém: loxoprofeno sódicodiidratado (equivalente a 60 mg de loxoprofeno sódico anidro) 68,1 mg. Excipiente (lactose, estearato de magnésio, hidroxipropilcelulose, hidroxipropilcelulose de baixa substituição, xido de ferro vermelho) q.s.p. 0,25 g. Cada sachá de Loxonin grnulos contém: loxoprofeno sódico diidratado (equivalente a 60 mg de loxoprofeno sódico anidro) 68,1 mg. Excipiente (lactose, estearato de magnésio, hidroxipropilcelulose de baixa substituição, xido de ferro vermelho) q.s.p. 0,6 g.

Fabricante :

Sankyo Pharma Brasil Ltda.


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.

Emagrecimento e Aumento de Massa Muscular