Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Lopril D - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Captopril e Hidroclorotiazida.

Classe terapêutica : Antihipertensivos, Diuréticos e Inibidores da Eca

Apresentação : Caixas com strips de alumínio com 16 e 30 comprimidos.

Indicação : Tratamento da hipertensão. Os efeitos redutores da pressão arterial de captopril e das tiazidas são aproximadamente aditivos. Esta combinação fixa de drogas pode ser utilizada como terapia inicial ou como terapia de substituição em pacientes recebendo doses individuais previamente tituladas dos seus componentes. A associação de captopril + hidroclorotiazida, por ter efeito aditivo, permite dose única diária para o controle da hipertensão. Lopril-D pode ser administrado em pacientes com função renal normal, nos quais o risco relativamente pequeno. Em pacientes com função renal comprometida, particularmente naqueles com doença vascular do colgeno, Lopril-D deve ser reservado para pacientes hipertensos que desenvolveram efeitos colaterais inaceitveis com outras drogas ou que não tenham respondido satisfatoriamente a outras combinações de drogas.

Modo de Usar :

A posologia deve ser individualizada de acordo com a resposta do paciente. Lopril-D pode ser substituído pelos componentes individuais previamente titulados. Alternativamente, a terapia pode ser instituída com meio comprimido de Lopril-D uma vez ao dia. Para os pacientes que demonstraram resposta insuficiente para a dose inicial, aumentar Lopril-D para 1 comprimido 1 vez ao dia ou adicionar captopril ou hidroclorotiazida como componentes individuais. Pelo fato de que o efeito total pode não ser atingido por 6-8 semanas, os ajustes de dosagem normalmente deverão ser feitos em intervalos de 6 semanas, a menos que a situação clínica demande um ajuste mais rpido. Em geral, as doses diárias de captopril não deverão exceder 150 mg e as de hidroclorotiazidas, 50 mg. Lopril-D deve ser ingerido 1 hora antes das refeições.

Contra indicação :

Pacientes hipersensíveis ao captopril ou a qualquer outro inibidor da enzima conversora da angiotensina (p. ex.: um paciente que tenha apresentado angioedema durante a terapia com qualquer outro inibidor da ECA). também contra indicado em pacientes que tenham demonstrado hipersensibilidade prvia hidroclorotiazida ou outras drogas derivadas da sulfonamida. A hidroclorotiazida É contra-indicada na anúria. - Gravidez e lactação: quando usados na gravidez durante o segundo e terceiro trimestres, os inibidores da ECA podem causar danos ao desenvolvimento e mesmo morte fetal. Quando a gravidez for detectada, Lopril-D deve ser descontinuado o quanto antes. O uso de inibidores da ECA durante o segundo e terceiro trimestres da gravidez tem sido associado com dano fetal e neonatal, incluindo hipotensão, hipoplasia do crnio no recêm-nascido, anúria, insuficiência renal reversível ou não, e mesmo morte fetal. Tanto captopril como hidroclorotiazida são excretados no leite materno. Devido ao potencial das duas drogas para causar reações adversas graves em lactentes, deve-se decidir em descontinuar a amamentação ou o tratamento, levando-se em consideração a importncia de Lopril-D para a me.

Fórmula :

Cada comprimido divisível contém: captopril 50mg; hidroclorotiazida 25 mg.

Fabricante :

Bristol Myers Squibb S.A.

Endereço: R. Verbo Divino, 1711 - Chacara Santo Antonio (Zona Sul), São Paulo - SP, 04719-002
Telefone:0800 727 6160

Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.