Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Lipobay - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : cerivastatina

Apresentação : Embalagens com 14 e 28 comprimidos.

Indicação : Hipercolesterolemia primria (tipos IIa + IIb). Tratamento de hipercolesterolemia em pacientes que não responderam adequadamente a uma dieta apropriada.

Efeito Colateral :

Lipobay , em geral, bem tolerado. reações adversas, clínica ou laboratorial, são leves e transitérias. Geral: astenia, cefaleia, dor abdominal, dor lombar. Digestivo: flatulência, constipação e náusea, dispepsia, dor gastrintestinal, hemorragia gengival, testes anormais da função hepática, descoloração das fezes. Alterações nutricionais e metabólicas: aumento da creatina fosfoquinase. Sistema musculoesqueltico: artralgia. Sistema nervoso: pesadelo, insônia, sudorese aumentada. Pele e anexos: erupção da pele. Sentidos: alteração ocular. Como com outras estatinas, opacificação subcapsular e nuclear tem ocorrido, apesar da associação causal com Lipobay não estar estabelecida. As seguintes reações adversas graves tém sido documentadas com esta classe de drogas, mas não com Lipobay até o momento: reações de hipersensibilidade (incluindo anafilaxia, angioedema, síndrome lupus-like eritematoso, vasculite, trombocitopenia, leucopenia, anemia hemoltica, necrose epidérmica tóxica, eritema multiforme), icterícia colestática, opacificação do cristalino, depressão, pancreatite, neuropatia perifrica.

Modo de Usar :

Adultos: a dose recomendada é de 0,2 mg, 1 vez ao dia, à noite (durante o jantar ou antes de dormir). a administração com alimentos não influi no efeito da cerivastatina. Antes de iniciar o uso de Lipobay, devem ser excluídas causas secundárias de hipercolesterolemia. Os pacientes devem manter as dietas padronizadas para diminuir o colesterol durante o tratamento. Resposta ao tratamento com Lipobay é observada após 2 semanas e o efeito teraPóutico máximo ocorre no perãodo de 4 semanas. Idosos: não existem evidências clínicas que sugiram a necessidade de uma dosagem diferenciada para estas pacientes. Da mesma forma que para os demais agentes hipocolesterolemizantes, o tratamento deve ser iniciado com a dose mais baixa. Insuficiência renal: de acordo com os dados farmacocinéticos, o ajuste da dose Não é necessário na insuficiência renal. No entanto, devido à experiência clínica limitada nesse grupo de pacientes, devem ser adotados cuidados maiores, principalmente no incio do tratamento e quando o clearance de creatinina for inferior a 30 ml por minuto. Crianças: na ausência de experiências clínicas, não se recomenda o uso em crianças. Administração simultânea com outras drogas: considerando-se que o Lipobay eficaz na diminuição dos níveis de colesterol total e LDL como monoterapia, sua eficácia pode ser elevada quando combinado com um seqestrante de bile cida (por exemplo, colestiramina). Superdosagem: não existem experiências com superdose de cerivastatina e não se conhece antídoto específico. Neste caso, tratar sintomaticamente e adotar as medidas apropriadas conforme o quadro.

Contra indicação :

Hipersensibilidade conhecida a algum componente de Lipobay. Insuficiência hepática ou elevações persistentes não explicveis das transaminases séricas. O uso em crianças não é recomendado devido à ausência de experiências clínicas comprovadas. Não foram observados efeitos teratogúnicos durante os estudos em animais. Não há dados disponíveis sobre o uso de Lipobay em mulheres grávidas. Tanto o colesterol como outros produtos de biossíntese do colesterol, são componentes essenciais para o desenvolvimento fetal. Portanto, os inibidores da HMG-CoA-redutase são contra indicados durante a gestação e em mulheres em idade frtil, que não estejam adotando precauções contraceptivas adequadas não hormonais. Lipobay não deve ser prescrito a mulheres durante a amamentação.

Precauções :

função hepática: como com outros agentes hipolipemiantes, a elevação das enzimas hepáticas tem ocorrido durante o tratamento com Lipobay. Na maioria dos casos estas elevações foram pequenas e assintomáticas. Como com outros agentes hipolipemiantes, recomenda-se que sejam realizadas provas de função hepática antes de iniciar o tratamento e, periodicamente, após seu incio. Devem ser observados os pacientes que desenvolvem níveis elevados de transaminases e o tratamento deve ser interrompido se a elevação de ALT e AST exceder em 3 vezes o limite normal máximo. Lipobay deve ser administrado com cuidado a pacientes com história de ingestão elevada de álcool ou de doença hepática pregressa (doença hepática ativa ou elevações inexplicadas dos níveis de transaminases, são contra-Indicaçõesao uso de cerivastatina). Efeito nos mêsculos: como nos demais inibidores HMG-CoA-redutase, foram observadas elevações esporódicas de creatinina-fosfoquinase (CPK) em pacientes tratados com Lipobay. Em geral, não tém um significado clínico. Raramente, uma miopatia associada aos aumentos marcantes de CPK (maior ou igual a 10 vezes o limite normal máximo) e/ou com mialgias difusas, enfraquecimento muscular ou fraqueza, tém sido relatados os inibidores da HMG-CoA-redutase. Deve-se solicitar aos pacientes que relatem prontamente dores musculares, sensibilidade ou fraqueza muscular, principalmente se acompanhadas por mal-estar ou febre. O uso de Lipobay deve ser interrompido se os níveis de CPK estiverem marcadamente elevados, ou se houver suspeitas ou diagnóstico de miopatia. O risco de miopatia aumenta em pacientes tratados simultaneamente com inibidores da HMG-CoA-redutase e ciclosporina, derivados do ácido fbrico e ácido nicotúnico. Raramente ocorreram casos de disfunção renal secundária e rabdomilise com drogas desta classe. No entanto, a terapia com Lipobay deve ser temporariamente descontinuada em qualquer paciente que apresente condição favorvel evolução de uma insuficiência renal secundária rabdomilise. - Interações Medicamentosas:: agentes seqestrantes dos ácidos biliares: o Lipobay deve ser administrado pelo menos uma hora após a resina (por exemplo, colestiramina) para evitar uma interação devida ligação da droga com a resina. Não foi detectado nenhum efeito clinicamente significante de interação com drogas geralmente prescritas a pacientes hipocolesterolmicos (por exemplo, varfarina, digoxina, antiácidos, cimetidina). Existem dados mínimos que atestam a eficácia e segurança de Lipobay associado ao ácido nicotúnico, fibratos ou ciclosporina, porêm, tais Interações devem ser prescritas com cautela.

Fórmula :

Cada comprimido contém 0,2 mg de cerivastatina.Componentes inertes: crospovidona, estearato de magnésio, manitol, polividona, hidróxido de sódio, hidroxipropilmetilcelulose, macrogol, dióxido de titânio e xido de ferro.

Fabricante :

Fabricante : s Biosintética Ltda.

Medicamentos do mesmo fabricante :

adalat_oros., anangor., ansentron, arovit., avalox., baycuten-n, bayro-gel, benerva, bepantol, biocarbo, biometrox, biopaxel, biorrub, bioxifeno, bonar, brozepax, canesten, cipro, copaxone, corus_50_mg, corus_h, corus-h, deprilan_5_mg, dermomax, disgren, dysport, ephynal, eupressin, eupressin, ezulen, filgrastima, fluticaps, formocaps, gino-canesten_1, gino-canesten_3, leucovorina, lipobay, lisinopril, litiocar, loratadina, micetal, minor, miodaron, naproxeno, nicolan, nifelat, nootron, oceral, omeprazol, ondansetron, one-a-day_50, osteocalcic, osteotrat, oxcord, paclitaxel, pantopept, paracetamol, prevax, progresse, revangel, ribavirina, rupafin, saridon, sinergen, somatrop, supradyn, vincetron


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.

Emagrecimento e Aumento de Massa Muscular