Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Levovist - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : D-galactosee

Apresentação : Cartucho com frasco-ampola contendo 2,5 g de grnulos, ampola com 20 ml de água para injeção, perfurador e seringa descartvel. Cartucho com frasco-ampola contendo 4,0 g de grnulos, ampola com 20 ml de água para injeção, perfurador e seringa descartável.

Indicação : Representação sonogrfica Doppler uni e bidimensional do fluxo sanguíneo quando há intensidade de sinal Doppler insuficiente. Ecocardiografia de contraste modo B.

Efeito Colateral :

Podem ocorrer ocasionalmente, durante ou logo após a administração, dor passageira e sensação de calor ou frio no local da injeção. Em casos isolados, sensações de sabor, dispnéia, alterações de pressão arterial ou pulso, náusea e vômito, assim como cefaleia, tontura e manifestações cutâneas tém sido observados. A hiperosmolalidade de Levovist pode causar irritação transitéria, não especfica, do endotlio vascular. Injeção paravascular acidental pode causar dor e irritação tissular.

Modo de Usar :

Orientações para a escolha da dose: recomendam-se as seguintes doses: sonografia Doppler uni e bidimensional: sonografia Doppler vascular: adultos: no caso de sinais Doppler moderadamente bem detectveis, mas diagnosticamente insatisfatérios: 10-16 ml da concentração de 200 mg/ml; no caso de sinais Doppler fracos, por exemplo, de vasos pequenos, fluxo sanguíneo baixo ou condições de exploração desfavorveis: 5-10 ml da concentração de 300 mg/ml; no caso de sinais Doppler muito fracos ou não detectveis: 5-8 ml da concentração de 400 mg/ml. Crianças: 1 mês: 0,5 ml da concentração de 200 mg/ml; 1 a 12 meses: 1-2 ml da concentração de 200 mg/ml; 1 a 5 anos: 2 ml da concentração de 200 mg/ml; 6 a 12 anos: 3-4 ml da concentração de 200 mg/ml; > 12 anos: 4-10 ml da concentração de 200 mg/ml. A injeção intravenosa deve ser feita sem interrupção (aproximadamente 1-2 ml/s) para obter efeitos homogêneos de realce no registro Doppler. Em casos especiais pode ser necessária outra injeção de Levovist, por exemplo, para examinar Vários planos seccionais. Para obter realce mais intenso ou duração mais longa, a dose pode ser aumentada, especialmente por escolha de uma concentração mais elevada. O aumento de fora de sinal geralmente perdura por 2 a 4 minutos. Dose máxima recomendada: 6 injeções da dose única. Ecocardiografia Doppler das cmaras cardíacas direita e esquerda. Adultos: 10-16 ml da concentração de 200 mg/ml. Em pacientes com sinais Doppler muito fracos ou não detectveis e para esclarecimento de insuficiência mitral: 5-10 ml da concentração de 300 mg/ml; exame apenas das cmaras cardíacas direitas: 4-10 ml da concentração de 200 mg/ml. Crianças: 1 mês: 0,5 ml da concentração de 200 mg/ml; 1 a 12 meses: 1-2 ml da concentração de 200 mg/ml; 1 a 5 anos: 2 ml da concentração de 200 mg/ml; 6 a 12 anos: 3 ml da concentração de 200 mg/ml; > 12 anos: 3-4 ml da concentração de 200 mg/ml. A injeção intravenosa deve ser feita sem interrupção (aproximadamente 1-2 ml/s) para obter efeitos homogêneos de realce no registro Doppler. Em casos especiais pode ser necessária outra injeção de Levovist, por exemplo, para examinar Vários planos seccionais. Para obter realce mais intenso ou duração mais longa, a dose pode ser aumentada, especialmente por escolha de uma concentração mais elevada. O aumento de fora de sinal geralmente perdura por 1 a 2 minutos. Dose máxima recomendada: 6 injeções da dose única. Ecocardiografia de contraste modo B. Adultos: 10 ml da concentração de 300 mg/ml. Se as condições de condução de som forem desfavorveis e para ecocardiografia de sobrecarga: 5-8 ml da concentração de 400 mg/ml. Exame apenas das cmaras cardíacas direitas: 4-10 ml da concentração de 300 mg/ml. Crianças: 1 mês: 0,5 ml da concentração de 200 mg/ml; 1 a 12 meses: 1-2 ml da concentração de 200 mg/ml; 1 a 5 anos: 2 ml da concentração 200 mg/ml; 6 a 12 anos: 3 ml da concentração de 300 mg/ml; > 12 anos: 3-4 ml da concentração de 300 mg/ml. A injeção intravenosa deve ser feita em bolo. Administração de 5 a 10 ml de soro fisiológico, em seguida, assegura a administração da dose total e pode, caso desejado (por exemplo, para avaliações quantitativas), melhorar a reprodutibilidade do contraste mensurvel. Com a finalidade de facilitar a injeção de solução fisiológica sem demora, recomenda-se utilizar um dispositivo da conexo de 3 vias. Dose máxima recomendada: 6 injeções da dose única. Superdosagem: o risco de intoxicação acidental extremamente baixo. Para sintomas de diurese osmática: controlar os eletrôlitos séricos e volumes intravasculares. Se necessário, iniciar terapia de substituição. Se houver sintomas de hipervolemia: administrar diuréticos (por exemplo, furosemida) por via intravenosa.

Contra indicação :

Galactosemia.

Precauções :

Em pacientes com insuficiência cardiovascular grave (por exemplo, NYA estágio IV), deve-se considerar cuidadosamente a carga osmática total promovida pelas injeções de Levovist. Gestação e lactação: não existem quaisquer objeções médicas é Administração intravenosa de Levovist com Referência s substâncias contidas no produto. Entretanto, não existe nenhuma experiência com o uso de Levovist em gestação e lactação. Interações Medicamentosas:: não se conhece, até o momento, qualquer interação com outras substâncias ou outras formas de interação.

Fórmula :

Cada g de grnulos contém 999 mg de D-galactosee 1 mg de ácido palmático.

Fabricante :

Schering do Brasil

Av Alfredo Egídio de Souza Aranha, 384 An 4
São Paulo - SP

Medicamentos do mesmo fabriante :

Azelan, Betaferon, Cliane, Dopergin, Ecovis 200, Esmeron, Estrofem 2 mg, Femiane, Fludara, Gestadinona, Ginedisc, Gyno icaden, Icaden, Levovist, Lindisc 50, Lindisc duo, Loratadina, Mesigyna, Microvlar, Nebido, Neovlar, Procin, Proviron, Puregon, Quadriderm, Rebetol, Rotram, Sporostatin, Ultraproct, Vasomax


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.