Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Globocef - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Cefetamet.

Classe terapêutica : Antibióticos Sistémicos.

Apresentação :

Comprimidos de 500 mg: caixas com 8 comp.

Suspensão peditrica 250 mg/5 ml: frascos contendo 100 ml de suspensão, após reconstituição com água.

Indicação :

Globocef é indicado para o tratamento de infecções causadas por microorganismos sensíveis em:
Infecções de ouvidos, nariz e garganta: Otite média, sinusite, faringo-amigdalite.
Infecções das vias aéreas inferiores: Traqueobronquite, bronquite, exacerbação aguda da bronquite crônica, pneumonia.
Infecções do trato urinário: Infecções não complicadas do trato urinário; infecções complicadas do trato
urinário (inclusive pielonefrite aguda primria); uretrite gonoccica aguda em homens.

Efeito Colateral :

Os efeitos adversos observados após a administração de Globocef foram de natureza leve a moderada e de curta duração.

Precauções :

diarreia severa, colite e raramente colite pseudomembranosa foram relatadas em adultos tratados com antibióticos de diferentes grupos, inclusive Globocef, devido à modificação da microflora colorretal.
Clostridium difficile toxigúnico é a causa mais frequente destes tipos de complicações, que podem ocorrer durante ou após o tratamento. A descontinuação da terapêutica com antibiótico auxilia a restaurar a microflora colúnica e a função intestinal.
Na presença de Clostridium difficile ou em casos de recidiva, a vancomicina oral É considerada o tratamento de eleição.
Insuficiência renal: Em pacientes com insuficiência renal estando ou não submetidos a dilise peritoneal ambulatorial ou hemodilise, a dose de Globocef deve ser ajustada de acordo com a severidade da
insuficiência renal (ver item "Posologia").

Fórmula :

Comprimidos de 500 mg (correspondendo a 362,6 mg de cefetamet).
Suspensão peditrica em frascos de 100 ml (frascos contendo 85g da substância em Pó), contendo 250 mg de cloridrato de cefetamet pivoxil em 5 ml, após reconstituição com água, correspondendo a 181,3 mg de cefetamet.

Contra indicação :

Globocef É contraindicado a pacientes com hipersensibilidade conhecida s cefalosporinas. Em pacienteshipersensíveis penicilina, a possibilidade de reações alérgicas cruzadas não pode ser excluída. reaçõesanafilticas severas requerem imediato tratamento de emergência.

Interação Medicamentosa :

Não foi relatado sinal clinicamente evidente ou sintomas de Interações durante o tratamento de pacientes
severamente enfermos que receberam concomitantemente outras medicações (pacientes idosos, exacerbação aguda de bronquite crônica, etc.). Não se observou alteração da função renal após tratamento concomitante com diuréticos (p.ex.: furosemida).
Antiácidos e/ou antagonistas H2 não exercem efeito sobre o perfil farmacocinético do Globocef, que pode ser administrado concomitantemente com essas drogas.
Não foi relatada evidência de influência do Globocef sobre os valores laboratoriais medidos e/ou sobre os métodos utilizados.

Modo de Usar :

Dosagem padro
Adultos e crianças acima de doze anos: 500 mg, duas vezes ao dia.
Crianças com menos de 12 anos: 10 mg/kg, duas vezes ao dia.
Em infecções complicadas do trato urinário, a dose diária total pode ser administrada como dose única, uma hora antes ou após a refeição da noite.
Na uretrite gonoccica em homens e cistite não complicada em mulheres, uma dose única de 1.500-2.000 mg, antes ou após uma refeição (no caso da cistite, de preferência à noite), suficiente para erradicar o patégeno.
Instruções posológicas especiais
Idosos: As doses recomendadas para idosos são as mesmas que s recomendadas para pacientes adultos.
Posologia em crianças (dose padro: 10 mg/k)
Peso corporalSuspensão 250 mg 5ml
< 15 kg É colher-medida, 2 x dia
16-30 kg 1 colher-medida, 2 x dia
31-40 kg 1É colher-medida, 2 x dia
> 40 kg 2 colheres-medida, 2 x dia
Crianças com até 12 anos: a dose não deve ultrapassar 500 mg duas vezes ao dia.
INSUFIciência RENAL: As concentrações plasmáticas de cefetamet em estado de equilíbrio mdio
(steady-state) aumentam em presença de função renal comprometida. Entretanto, cefetamet é bem tolerado, tornando-se necessário o ajuste da dose apenas em pacientes com insuficiência renal moderada a severa (ClCR 40 ml/min.500 mg 12 horas
10-40 ml/min.125 mg 12 horas

Superdosagem :

Em voluntários sadios que receberam doses de até 4 g, não foram observados maiores problemas, exceção de cefaleia e vertigens transitérias. não se disPóe, até o momento, de experiências clínicas com a administração de doses mais altas do que 4 g. em casos que se suspeite de superdosagem, deve-se efetuar lavagem intestinal.
Não se conhece até o momento qualquer antídoto. tratamento sintomático deve ser empregado, quando
Necessário.
Atenção: este produto é um novo medicamento. e embora as pesquisas realizadas
Tenham indicado eficácia e segurança quando corretamente indicado, podem
Ocorrer reações adversas imprevisíveis ainda não descritas ou conhecidas. em
Caso de suspeita de reação adversa, o médico responsável deve ser notificado.

Uso durante a Gravidez e na Lactação

Investigações pré-clínicas não revelaram efeito mutagúnico, embriotxico ou teratogúnico do cefetamet. Tais efeitos também não são previstos em seres humanos. Contudo, na ausência de dados clínicos relacionados com os riscos fetais em seres humanos, o uso de Globocef não é recomendado durante a gravidez.
No caso de infecções severas provocadas por microrganismos sensíveis droga e menos sensíveis ou resistentes a outros antibióticos, deve-se avaliar cuidadosamente o risco envolvido frente ao benefício terapêutico desejado.
Desconhece-se se o cefetamet excretado pelo leite materno.

Fabricante :

Roche Químicos Farmacêuticos S/A

Estrada dos Bandeirantes, 2020 – cep 22775-109
Rio de Janeiro – RJ - Brasil

Canal do Médico: 0800 77 20 292
Canal do Paciente: 0800 77 20 289

Ancotil, Bactrim, Cellcept, Coreg, Efurix, Fansidar, Fortovase, Globocef, Granulokine, Herceptin, Hivid, Lanexat, Lariamar, Limbitrol, Liquemine, Mabthera, Marcoumar, Pegasys, Posicor, Prolopa, Prostigmine, Protamina, Protovit, Pulmozyme, Rennie, Roacutan, Rocaltrol, Rocefin im, Rocefin iv, Rochagan, Roferon a, Uro bactrim, Verutex, Vesanoid


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.

Emagrecimento e Aumento de Massa Muscular