Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Gino-Trosyd - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Tioconazol

Apresentação : 100 mg Comprimidos vaginai.

Indicações:

Gino-Trosyd É um medicamento que Atua contra as infecções vaginais provocadas por fungos
(anti-fngico).

Gino-Trosyd é indicado no tratamento da Candidase vaginal recorrente com diagnóstico médicoprvio. Situação clínica caracterizada por corrimento vaginal esbranquiado, acompanhado deprurido vaginal e habitualmente com exarcebação pré-menstrual.

2. ANTES DE UTILIZAR GINO-TROSYD

Não utilize Gino-Trosyd
Se tem alergia (hipersensibilidade) à substância ativa ou a qualquer outro componente de GinoTrosyd.

Utilizar Gino-Trosyd com outros medicamentos
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.
Não são conhecidas Interações Medicamentosas: com o Gino-Trosyd.

Gravidez e Aleitamento
O Gino-Trosyd mostrou-se eficaz no tratamento da candidase vaginal associada à gravidez.
Contudo, durante o primeiro trimestre da gravidez, apenas poderá utilizar o Gino-Trosyd sereceitado por um médico que tenha conhecimento do seu estado.

Desconhece-se se este fármaco excretado no leite humano. Por muitos fármacos serem excretadosno leite humano, o aleitamento Deverá ser temporariamente descontinuado durante o perãodo emque Gino-Trosyd está a ser administrado.
Se está grávida, o aplicador vaginal Deverá ser cuidadosamente introduzido na vagina, devendopedir ao seu médico que a esclarea.

Condução de veículos e utilização de máquinas
Nenhum efeito conhecido.

3. COMO UTILIZAR GINO-TROSYD

Utilizar Gino-Trosyd sempre de acordo com as Indicaçõesdo médico. Fale com o seu médico oufarmacêutico se tiver dúvidas

Na maioria dos casos a administração de um comprimido vaginal uma vez por dia, durante 3 dias, suficiente para obter a cura. No entanto, o seu médico pode considerar necessário repetir otratamento durante mais 3 dias, podendo atingir uma duração total de 14 dias.

Atendendo a que as infecções vaginais provocadas por fungos são muito contagiosas, muitoimportante que, em complemento do tratamento que está a efetuar, tenha determinados cuidadosde higiene sanitéria, nomeadamente no que se refere s roupas em contacto direto com o corpo etoalhas, tendo em atenção que deverão ser de algodão e sujeitas a muda diária.

Se tem uma vida sexual ativa poderá eventualmente haver necessidade de proceder também aotratamento do seu parceiro, pelo que Deverá informar o seu médico.

Modo e Via de Administração
Os comprimidos vaginais devem ser introduzidos profundamente na vagina utilizando o aplicadorvaginal.

INSTRUções SOBRE O EMPREGO DOS COMPRIMIDOS VAGINAIS

Puxe para fora o mbolo até ele prender. Coloque o comprimido vaginal no aplicador.
A inserção do aplicador mais fcil estando a paciente em decbito dorsal com as coxasligeiramente flectidas.
Introduza com cuidado o aplicador contendo o comprimido, na vagina o mais profundamente quefor possível sem magoar. Carregue no mbolo para que o comprimido passe vagina.
Este tratamento deve ser repetido durante os dias indicados pelo médico, de preferência à noite aodeitar.
Depois de usar, retire o mbolo do aplicador e lave ambas as peas com água quente (não ferver)contendo sabão, passe por água limpa e enxague cuidadosamente.
O prurido, o ardor e o corrimento podem desaparecer rapidamente mas importa que o tratamentoprossiga durante o tempo estipulado.
Não interrompa o tratamento caso a menstruação surja entretanto.

Momento Mais Favorvel é Administração
Este medicamento deve ser utilizado à noite, ao deitar, e de pReferência fora do período menstrual.

Duração média do Tratamento
Os comprimidos vaginais são aplicados durante um perãodo mdio de três dias.

Caso se tenha esquecido de utilizar Gino-Trosyd
Se se esqueceu de aplicar um comprimido vaginal, faa-o logo que se lembrar.
No entanto, se estiver quase na altura da próxima aplicação , não aplique o comprimido esquecido econtinue com o esquema de tratamento estabelecido.

Se utilizar mais Gino-Trosyd do que devia
A sobredosagem pela aplicação vaginal de tioconazol não provável devido é absorção sistémicadesprezvel.

Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médico oufarmacêutico.

4. Efeitos secundários POSSVEIS

Como todos os medicamentos, Gino-Trosyd pode causar efeitos secundários, no entanto estes nãose manifestam em todas as pessoas.

Gino-Trosyd é bem tolerado quando aplicado localmente, não se tendo observado reações adversassistémicas.têm sido descritos sintomas de irritação local, mas que são geralmente passageiros eligeiros. No entanto, se os considerar intensos e persistentes, Deverá consultar o seu médico.
Poderão ainda ocorrer os seguintes efeitos secundários: edema, dor, prurido, reação alérgica
(incluindo edema perifrico, edema periorbitério e urticária), reação anafilactide, parestesia
(sensação de formigueiro ou adormecimento nas mos ou Pós), dor abdominal, ?rash?, edemagenital, prurido genital, hemorragia vaginal, distúrbios vaginais (incluindo dor/desconforto, edema,vermelhidão, irritação, corrimento, ardor e prurido vaginais), vaginite (inflamação da vagina),distúrbios ao nível da vulva (vulvite e irritação, edema, dor e ardor vulvares).

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

5. COMO CONSERVAR GINO-TROSYD

Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Conserve este medicamento em local seco e a uma temperatura inferior a 30ºC (afastado deradiadores e/ou outros locais aquecidos).
Mantenha o medicamento na embalagem original.

Não utilize Gino-Trosyd após o prazo de validade impresso na embalagem exterior, após ?VAL.?.
O prazo de validade corresponde ao últim dia do mês indicado.

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seufarmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita. Estas medidas irão ajudar aproteger o ambiente.

6. Outras informações

Qual a composição de Gino-Trosyd

A substância ativa é tioconazol. Cada comprimido vaginal contém 100 mg de tioconazol.

Os outros componentes são: lactose, amido de milho, mistura de magnésio e laurilsulfato de sódio e
água purificada.

Qual o aspecto de Gino-Trosyd e o conteúdo da embalagem
Embalagens com 6 comprimidos vaginais e um aplicador.

Titular de Autorização de Introdução no Mercado
Laboratórios Pfizer
Lagoas Park
Edifício 10
2740-271 Porto Salvo

Fabricante
Pfizer Manufacturing Deutschland GmbH
Heinrich-Mack-Strasse 35
89257 Illertissen
Alemanha


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.