Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Gino-Canesten - Bula

Bula do medicamento antifúngico e antimicótico indocado no tratamento de candidíase vaginal.

Princípio ativo : Clotrimazol.

Classe terapêutica : Antifúngicos e Antimicóticos.

Apresentação : 100 mg, comprimidos Vaginais

Indicações:

Gino-Canesten comprimidos vaginais contém a substância ativa clotrimazol pertencentea um grupo de substâncias conhecido como "antifúngicos".

O clotrimazol possui um amplo espectro de atividade o que lhe permite a eliminaçãoeficaz de um grande nmero de fungos, responsveis por vrias infecções da pele (dermatomicoses) e genitais nomeadamente candidase vaginal que afecta a zona vaginal (vaginite).

A candidase vaginal é uma infecção causada por um fungo designado Candida queocorre com alguma frequência em mulheres.

Este fungo (Candida) encontra-se na pelehumana, fezes e vagina podendo em certas situações tornar-se patogúnico.

Os sintomasd a candidase vaginal são prurido (comicháo), rubor, corrimento esbranquiado e odordesagradável.

Gino-Canesten comprimidos vaginais é utilizado para tratamento de infecções genitaislocalizadas na vagina provocadas por um fungo chamado Candida: Candidase vaginalrecorrente com diagnóstico médico prévio.

Esta situação caracterizada por corrimentovaginal esbranquiado, acompanhado de prurido (comichão) vaginal e habitualmentemais acentuada antes da menstruação.

Precauções e Cuidados

Não utilize Gino-Canesten comprimidos vaginais se tem alergia (hipersensibilidade) ao clotrimazol ou a qualquer outro componente de

Gino-Canesten comprimidos vaginais.

Consulte também o capítulo "Outras informações? para verificar se é alérgico ouintolerante a algum dos componentes de Gino-Canesten comprimidos vaginais.

Se não tem a certeza de já ter tido qualquer alergia devida ao clotrimazol consulte o seu médico.

Tome especial cuidado com Gino-Canesten comprimidos vaginais

Quando utilizado com produtos base de látex (ex: preservativos e diafragma): verificase uma redução da eficácia e da segurança destes produtos ? este efeito temporrio eocorre apenas durante o tratamento.

O tratamento deverá estar concludo antes do incio da menstruação.

Durante o períoodomenstrual não se deverá efetuar o tratamento.

Nos três primeiros meses da gravidez, necessário especial precaução se houver utilização vaginal;

-Gino-Canesten comprimidos vaginais, não pode ser utilizado por crianças, mas pode ser utilizado por pessoas idosas.

Ao utilizar Gino-Canesten comprimidos vaginais com outros medicamentos

Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentementeoutros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.

Neste caso, não se conhecem alterações do efeito de Gino-Canesten comprimidos vaginais pelo facto de se tomarem outros medicamentos.

Gravidez e aleitamento

Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.

Nos três primeiros meses da gravidez, como todos os medicamentos, Gino-Canestencomprimidos vaginais, só deverá ser utilizado por recomendação e vigilância médica eaplicado com o dedo, sem utilizar o aplicador.

Durante a gravidez, é aconselhável usar apenas os comprimidos vaginais, uma vez que,estes podem ser inseridos sem se utilizar o aplicador.

Recomenda-se a desinfecção das vias obstátricas, em particular durante as últimas 4 6semanas, da gravidez.

Condução de veículos e utilização de máquinas

Não foram observados efeitos sobre a capacidade de conduzir e utilizar máquinas.

Modo de Usar :

Utilizar Gino-Canesten comprimidos vaginais sempre de acordo com as Indicaçõesdomédico.

Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

Introduzir 1 comprimido vaginal o mais profundamente possível na vagina, uma vez pordia, ao deitar, durante 6 dias consecutivos.

Recomenda-se que a aplicação seja feita com a doente deitada de costas e com as pernasflectidas.

Consultar as Instruções para aplicação dos comprimidos Vaginais.

Se:

-Os lábios ou as áreas adjacentes estiverem simultaneamente inflamadas, deverá informar o seu médico porque vai precisar de efetuar um tratamento local, com a formafarmacêutica adequada (creme vaginal).

-O seu parceiro sexual apresente sintomas como comicháo ou inflamação nos órgãos genitais.

Deverá informar o médico pois poderá haver também necessidade de ele efetuar tratamento local adequado.

-A vagina não tiver humidade suficiente, aconselha-se a utilização de creme vaginal (excepção: possível alergia ao álcool cetoestearlico ? um componente do creme vaginalde Gino-Canesten).

Duração do tratamento

Os comprimidos vaginais de Gino-Canesten deverão ser aplicados durante 6 diasseguidos.

Se necessário pode repetir-se o tratamento.

Se utilizar mais Gino-Canesten comprimidos vaginais do que deveria

Não se aplica.

Caso se tenha esquecido de utilizar Gino-Canesten comprimidos vaginais

Se se esqueceu de aplicar o medicamento Deverá retomar a aplicação , sem aplicar umadose a dobrar para compensar a que se esqueceu de aplicar (1 por dia).

Efeitos secundários possíveis.

Como todos os medicamentos, Gino-Canesten comprimidos vaginais pode causar efeitossecundários, no entanto estes não se manifestam em todas as pessoas.

Os efeitos secundários mais frequentes são:

reações alérgicas, que se podem manifestar com: desmaios (sincope), tensão arterialbaixa (hipotensão), sensação de falta de ar (dispneia) e alterações gastrointestinais. Dorlocal.

Pele e anexos: comicháo (prurido) e vermelhidão da pele.

Outras informações

Qual a composição de Gino-Canesten comprimidos vaginais

A substância ativa é clotrimazol.

1 comprimido vaginal contém 100 mg de clotrimazol.

Os outros componentes são lactato de cálcio pentahidratado, polivinilpirrolidona, slicacoloidal anidra, lactose, estearato de magnésio, amido de milho, celulose microcristalina,hidroxipropilmetilcelulose, ácido lctico.

Qual o aspecto de Gino-Canesten e conteúdo da embalagem

Gino-Canesten comprimidos vaginais apresenta-se na forma de comprimidos vaginais (para aplicação na vagina).

Encontra-se disponível em embalagens de 6 comprimidos vaginais e 1 aplicador.

Os comprimidos vaginais de Gino-Canesten são inodoros e não mancham a roupa.

Fabricante :

Bayer Portugal S.A.
Rua da Quinta do Pinheiro, 5
2794-003 Carnaxide

Bayer HealthCare AG
Werk Leverkusen
D-51368 Leverkusen
Alemanha

Modo de Conservar

O Comprimido Vaginal deve ser conservado na embalagem original do fabricante a umatemperatura que não exceda 30ºC.

Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Não utilize Gino-Canesten comprimidos vaginais após o prazo de validade impresso na embalagem exterior.

O prazo de validade corresponde ao últim dia do mês indicado.

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico.

Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita.

Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.