Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Foster - medicamento

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Dipropionato de beclometasona / Fumarato de formoterol di-hidratado.

Classe Terapêutica: corticosteróides.

Apresentação : 100/6 microgramas

Aplicação solução pressurizada para inalação

Indicação : 1.O que é FOSTER E para que é utilizado Foster é uma solução pressurizada para inalação que contém duas substâncias ativas que são inaladas através da boca e administrado directamente nos pulmães.

As duas substâncias ativas são o dipropionato de beclometasona e o fumarato de formoterol di-hidratado. O dipropionato de beclometasona pertence a um grupo de medicamentos chamado corticosteróides, que frequentemente são chamados mais simplesmente como esteroides e tém uma ação anti-inflamatória, que reduz o inchao e a irritação das paredes das passagens estreitas do ar para os pulmães. Os esteroides são usados na asma para ajudar a tratar sintomas e a prevenir sintomas.

O fumarato de formoterol di-hidratado pertence a um grupo de medicamentos chamado broncodilatadores de longa duração, que relaxam os mêsculos da suas vias aéreas e por este motivo dilatam as vias respiratórias, o que lhe facilita a respiração do ar para dentro e fora dos seus pulmães.

Estas duas substâncias ativas juntas facilitam a respiração, pela promoção do alivio dos sintomas como a depressão respiratéria, respiração ofegante e tosse, em doentes com asma e também ajuda a prevenir os sintomas da asma.

Foster É indicado no tratamento regular de pessoas com asma, nas quais:

-é a asma não está suficientemente controlada pela utilização de corticosteróides de inalação e “conforme necessário” broncodilatadores de curta duração

ou

-é a asma está a responder bem ao tratamento tanto com corticosteróides como com broncodilatadores de longa duração.

2.ANTES DE UTILIZAR FOSTER

Não utilize Foster:

- NO use este medicamento para tratar sintomas agudos de asma, tais como depressão respiratéria, respiração ofegante e tosse ou, para a asma que está a piorar ou, para ataques agudos de asma. Foster não o ajudará e não lhe daré alívio imediato dos seus sintomas. Para aliviar os seus sintomas deve usar o seu inalador SOS de ação rápida, que Deverá trazer sempre consigo. (O seu inalador SOS é um broncodilatador de ação rápida que lhe dé alívio rpido dos sintomas agudos da asma).

- se é alérgico ou pensa que é alérgico a uma ou outra das- substâncias ativas de Foster ou, se é alérgico a outros medicamentos inaladores usados para tratar a asma ou, a qualquer outro componente de Foster (ver secção 6: Outras informações), contacte o seu médico para aconselhamento.

Tome especial cuidado com Foster e comunique sempre ao seu médico antes de utilizar Foster:

-Se tem problemas cardíacos, como angina de peito (dor no coração, dor no peito), um ataque cardíaco recente (enfarte do miocárdio), insuficiência cardíaca, estreitamento das artrias volta do coração (doença cardíaca coronária), defeito das vlvulas cardíacas ou de qualquer outra anomalia do seu coração ou, se sofre uma situação conhecida como cardiomiopatia obstructiva hipertrófica (tambm conhecida como HOCM, uma situação em que o mêsculo cardíaco é anmalo).

Se alguma das situações acima se aplica a si, informe sempre o seu médico antes de utilizar Foster.

Se tem ou teve alguns problemas clínicos, ou algumas alergias, ou se não tem a certeza se pode utilizar Foster, antes de utilizar o inalador fale com o seu médico, enfermeira ou farmacêutico.

O tratamento com um agonista beta-2 do tipo do formoterol contido no Foster pode causar uma queda pronunciada dos seus níveis séricos de potássio (hipocAlémia). Se sofre de asma aguda, deve tomar um cuidado especial. Isto porque a falta de oxignio no sangue e alguns outros tratamentos, que possa estar a tomar juntamente com Foster, tais como medicamentos para o tratamento de doenças cardíacas ou para a tensão arterial, conhecidos como diuréticos ou “comprimidos para fazer urinar”, ou outros medicamentos utilizados para tratar a asma, podem acentuar a queda dos níveis de potássio. Por este motivo, o seu médico pode querer medir, de tempos a tempos, os seus níveis de potássio no sangue.

Se toma doses elevadas de corticosteróides por inalação durante longos perãodos de tempo, pode ter uma maior necessidade de corticosteróides em situações de stress. As situações de stress podem incluir; estar a seguir esta terapêutica durante uma hospitalização após um acidente, ferimentos graves ou antes de uma cirurgia. Neste caso, o seu médico decidirá se tem necessidade de aumentar a dose de corticoesteroides e pode prescrever alguns comprimidos esteroides ou uma injecção de esteroides.

Se necessita de hospitalização, lembre-se de levar consigo todos os seus medicamentos e inaladores, incluindo Foster e qualquer medicamento ou comprimidos comprados sem receita médica, na embalagem original, se possível.

Utilizar Foster com outros medicamentos

Antes de iniciar o tratamento, por favor informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo quaisquer outros inaladores e incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.

Não utilize bloqueadores beta com este medicamento. Se precisar de utilizar bloqueadores beta (incluindo gotas oculares), o efeito do formoterol pode ser reduzido, ou o formoterol pode não ter efeito de todo. Por outro lado, a utilização de outros fármacos beta-adrenérgicos (fármacos que funcionam do mesmo modo que o formoterol) pode aumentar os efeitos do formoterol.

Utilizar Foster juntamente com:

Gravidez e aleitamento

Não existem dados clínicos sobre a utilização de Foster durante a gravidez.

A menos que lhe tenha sido recomendado pelo seu médico, Foster não deve ser usado se está grávida, se pensa que pode estar grávida ou se planeia engravidar, ou se está a amamentar.

Condução de veículos e utilização de máquinas

Não provável que Foster afecte a sua capacidade de condução de veículos e a utilização de máquinas.

Informaçães importantes sobre alguns componentes de X.

Foster contém uma pequena quantidade de álcool. Cada pulverização do seu inalador contém 7 mg de etanol.

3.COMO UTILIZAR FOSTER

Foster para utilização por via inalatéria.

Utilizar Foster sempre de acordo com as Indicaçõesdo médico. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

O seu médico avali-lo- regularmente para garantir que está a tomar a dose ptima de Foster. O seu médico ajustaré o seu tratamento dose mínima, que melhor controla os seus sintomas. Não deve alterar a dose sob qualquer circunstância sem primeiro falar com o seu médico.

Adultos e idosos:

A dose habitual deste medicamento de uma a duas inalações por dia. A dose máxima diária de 4 pulverizações.

Crianças com idade inferior a 12 anos e adolescentes com idades entre 12-18 anos: Crianças com idade inferior a 12 anos e adolescentes com idades entre 12-18 anos NO devem tomar este medicamento.

Doentes de risco:

Os doentes idosos não necessitam que a sua dose seja ajustada. Não existe informação disponível relativamente ao uso de Foster em doentes com problemas hepáticos ou renais. Foster eficaz para o tratamento da asma numa dose de dipropionato de beclometasona, que pode ser inferior de alguns dos outros inaladores contendo dipropionato de beclometasona. Se tiver usado anteriormente um inalador diferente contendo dipropionato de beclometasona, o seu médico aconselhá-lo- sobre a dose exacta de Foster que deve tomar para a sua asma.

Lembre-se: deve ter sempre consigo o seu inalador SOS de ação rápida, com o qual trata sempre um agravamento dos sintomas da asma ou os ataques sbitos de asma.

Instruções de utilização:

Antes de utilizar o inalador pela primeira vez ou se não usou o inalador durante 14 dias ou mais, efectue uma pulverização para o ar de modo a garantir o bom funcionamento do inalador. Sempre que possível, durante a inalação, permanea de Pó ou sente-se numa posição vertical.

1- Remova a tampa protectora do bucal e verifique se o bucal está limpo e livre de Pó e sujidade ou de quaisquer outros objectos estranhos.

2 Expire to lenta e profundamente quanto possível

3 Segure o inalador verticalmente com o corpo para cima e coloque os lbios volta do bucal. Não morda o bucal.

4 Inspire lenta e profundamente através da boca e, logo após comear a inspirar, pressione para baixo o topo do inalador para pulverização de uma dose.

5 Sustenha a respiração durante tanto tempo quanto possível e, finalmente, remova o inalador da boca e expire lentamente, Não respire para dentro do inalador.

Após a utilização, feche o inalador com a tampa protectora.

Se necessitar de efetuar outra pulverização, mantenha o inalador na posição vertical durante meio minuto, e seguidamente repita os passos 2 a 5.

Importante: Não efectue os passos 2 a 5 muito rapidamente.

Se observar uma “nvoa” a sair da parte de cima do inalador ou pelos lados da boca, deve iniciar a inalação novamente desde o passo 2.

Se não tem fora suficiente nas mos, pode ser mais fcil segurar o inalador com ambas as mos: segure a parte de cima do inalador com os dois dedos indicadores e a parte inferior do inalador com ambos os polegares.

No sentido de reduzir o risco de infecção fngica na boca e na orofarnge, cada vez que usa o seu inalador lave a boca ou gargareje com água, ou escove os dentes.

Se pensa que o efeito de Foster é demasiado, ou não suficiente, fale com o seu médico ou farmacêutico.

Não existem dados disponíveis referentes utilização de Foster com uma cmara expansora. A dose estabelecida nesta bula refere-se inalação de Foster utilizando um inalador normal.

NO utilize Foster com nenhuma cmara expansora. Se necessitar de uma cmara expansora, o seu médico pode recomendar-lhe para parar de utilizar Foster e pode prescrever-lhe outro medicamento para tratar a sua asma.

Limpeza

Remova a tampa do bucal e limpe regularmente (uma vez por semana) a parte exterior e interior do bucal com um pano seco. Não use água ou outros líquidos para limpar o bucal.

Não aumente a dose

Se sente que o medicamento não está a ser eficaz, fale sempre com o seu médico antes de aumentar a dose.

Se utilizar mais Foster do que deveria

- Tomar mais formoterol do que deveria pode provocar-lhe os seguintes efeitos: sensação de mau estar, nauseado, aceleração cardíaca, palpitações, perturbações do ritmo cardíaco, determinadas alterações no electrocardiograma (traado cardíaco), dores de cabeça, tremores, sonolência, demasiada acidez no sangue, níveis baixos de potássio no sangue, níveis elevados de açúcar no sangue. O seu médico pode querer efetuar-lhe alguns testes sanguíneos para verificar os seus níveis de potássio e de glucose no sangue.

- Tomar demasiado dipropionato de beclometasona pode provocar problemas a curto prazo com o funcionamento das glndulas supra-renais. Este problema melhorar dentro de alguns dias, contudo, o seu médico pode necessitar de verificar os seus níveis de cortisol srico.

Se tiver algum destes sintomas informe o seu médico. Caso se tenha esquecido de utilizar Foster:

Tome Foster logo que se lembrar. Se se lembrar de tomar muito perto da próxima dose, não tome a dose que se esqueceu de tomar. Tome a próxima dose no tempo correcto. Não tome uma dose dobrada.

Se parar de utilizar Foster:

Não reduza a dose, nem pare de tomar a medicação por sua própria iniciativa. Mesmo que se sinta melhor, não pare de tomar Foster, nem reduza a dose. Se pretender fazer isso, fale com o seu médico. muito importante que use Foster regularmente, mesmo que pense que não tem nenhuns sintomas.

Se nota um agravamento da sua respiração:

Se desenvolver um agravamento da depressão respiratéria, que piorou ou se tornou ofegante (respiração com um som de assobios audável), imediatamente após a inalação do seu medicamento, pare imediatamente a utilização de Foster e use de imediato o seu inalador SOS de ação rápida. Deve contactar o seu médico imediatamente. O seu médico avaliaré os seus sintomas e se necessário pode iniciar-lhe um curso diferente de tratamento. Pode-lhe ser dito para não usar Foster outra vez. Deve ter sempre consigo o seu inalador SOS.

A depressão respiratéria e respiração ofegante que ocorrem imediatamente após a utilização do seu inalador são causadas pelo estreitamento agudo das vias respiratórias nos seus pulmães e É conhecido como episódios paradoxais de broncoespasmos. Ver também secção 4. Efeitos secundários possveis.

Se a sua asma se agrava:

Se nota um agravamento ou tem dificuldade em controlar os sintomas (p.ex. se está a utilizar o seu inalador “SOS” mais frequentemente), ouse o seu inalador “SOS” não o ajuda a melhorar os sintomas, consulte imediatamente o seu médico. A sua asma pode estar a piorar e o seu médico pode precisar de alterar a dose de Foster, ou prescrever-lhe outro tratamento alternativo.

Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com seu médico ou farmacêutico.

4.EFEITOS secundáriOS FOSTER

Como os demais medicamentos, Foster, pode causar efeitos secundários, no entanto estes não se manifestam em todas as pessoas. Contudo, muitos utilizadores deste inalador podem não apresentar qualquer problema de todo.

Os efeitos secundários possveis estáo listados abaixo de acordo com as suas frequências.

Frequentes (afectando menos de 1 em 10 pessoas): Dores de cabeça, rouquidão, dor de garganta.

Pouco frequentes (afectando menos de 1 em 100 pessoas):

Palpitações, batimentos cardíacos acelerados não habituais e perturbações do ritmo cardíaco, algumas alterações no electrocardiograma (ECG),

Sintomas de gripe, infecções fngicas (da boca e da garganta), infecções fngicas vaginais, sinusite, rinite, inflamação dos ouvidos, irritação da garganta, tosse e tosse produtiva, ataques de asma.

Nuseas, alterações no paladar ou paladar anmalo, queimadura dos lbios, secura da boca, dificuldades a engolir, indigestáo, distúrbios do estômago, diarreia. Dores nos mêsculos e cãibras musculares, vermelhidão da face, fluxo sanguíneo aumentado nalguns tecidos do corpo, transpiração excessiva, tremores, agitação, tonturas. Alterações de alguns constituintes do sangue: queda no nmero de glbulos brancos, aumento do nmero de plaquetas, uma queda dos níveis de potássio no sangue, aumento dos níveis de açúcar no sangue, aumento nos níveis sanguíneos de insulina, ácidos gordos livres e cetonas.

Raros (afectando menos de 1 em 1.000 pessoas)

Sensação de compressão no peito, falhas de batimentos cardíacos (causadas pela contração muito precoce dos ventrculos do coração), aumento ou redução da tensão arterial, inflamação renal, inchao da pele e das membranas mucosas, que persiste durante Vários dias, irritação cutânea ou urticária.

Muito raros (afectando menos de 1 em 10.000 pessoas)

Batimentos cardíacos irregulares, depressão respiratéria, agravamento da asma, comportamento anmalo, perturbações no sono e alucinações, uma queda no nmero de plaquetas sanguíneas, inchao das mos e dos Pós.

A utilização de doses elevadas de corticosteróides por inalação, durante um longo perãodo de tempo, pode causar em casos muito raros efeitos sistémicos: que incluem problemas com o funcionamento da supra-renais (adrenosupressão), redução da densidade óssea mineral (adelgaamento dos ossos), aumento da pressão ocular (glaucoma), cataratas.

Podem ocorrer reações de hipersensibilidade como alergias cutâneas, comicháo na pele, irritação cutânea, vermelhidão da pele, inchao da pele e das membranas mucosas principalmente dos olhos, face, lbios e garganta.

Tal como com os outros tratamentos inaladores existe um risco de depressão respiratéria e respiração ofegante, imediatamente após a utilização de Foster, O que é conhecido como episódios paradoxais de broncoespasmos. Se isto ocorrer deve PARAR imediatamente de utilizar Foster e use imediatamente o seu inalador SOS de ação rápida para o tratamento dos sintomas da depressão respiratéria e da respiração ofegante. Deve contactar imediatamente o seu médico. O seu médico avaliaré a sua asma e se necessário pode iniciar-lhe outro tratamento. Pode-lhe ser dito para não voltar a usar Foster.

Se experimentar algum dos efeitos secundários acima descritos e se lhe causarem aflição, se são graves ou se duram Vários dias, ou se não se sente bem, ou se nota algo não habitual, ou um efeito secundário não mencionado nesta bula informativo, ou se está preocupado com qualquer coisa que não entenda, deve contactar imediatamente o seu médico ou farmacêutico.

COMO CONSERVAR FOSTER

Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Não utilize Foster para Além dos 3 meses a partir da data em que adquiriu o seu inalador no seu farmacêutico e nunca o utilize após ter expirado a data do prazo de validade indicado na embalagem e no rótulo.

Não guarde o inalador acima de 25 C.

Se o inalador foi exposto a um frio intenso, retire o recipiente pressurizado de alumínio do inalador com o bucal e aquea-o com as mos durante alguns minutos antes da utilização. Nunca o aquea através de meios artificiais.

Aviso: O recipiente de alumínio contém um líquido sob pressão. Não exponha o recipiente de alumínio pressurizado a temperaturas superiores a 50 C. Não perfure o recipiente de alumínio.

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita. Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

6.Outras informações

Qual a composição de Foster:

As substâncias ativas são: dipropionato de beclometasona, fumarato de formoterol di-hidratado.

Cada aplicação /dose calibrada do inalador contém 100 microgramas de dipropionato de beclometasona e 6 microgramas de fumarato de formoterol di-hidratado, que corresponde a fornecer uma dose pelo bucal do inalador de 86,4 microgramas de dipropionato de beclometasona e 5,0 microgramas de fumarato de formoterol.

Os outros componentes são: etanol anidro, ácido clordrico, propelente: norflurano (HFA 134-a).

Qual o aspecto de Foster e conteúdo da embalagem

Foster é uma solução pressurizada acondicionada num recipiente de alumínio com fecho com vlvula doseadora, encaixado num aplicador plástico de polipropileno com tampa protectora de plástico.

Cada embalagem contém um recipiente que fornece 120 ou 180 aplicações (pulverizações).

Fabricante :

Neo-farmacêutica Ltda.
Av. D. João II, lote 1.02.2.1 D 2
1990-090 Lisboa

Ben U Ron, Dol U Ron Forte, Dol U Ron Paracetamol, Formodual Beclometasona, Foster, Levotuss


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.