Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Folicorin - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo :Ácido Folinico.

Apresentação : Comprimido: caixa com 10 comprimidos.
Solução injetável: caixa com 6 ampolas de 1ml.

Indicação : O ácido Folúnico, sob a forma de Folinato de cálcio, é indicado como antídoto dos efeitos txicos dos antagonistas do ácido fólico, tais como: metotrexato, pirimetamina ou trimetoprina, com uso em profilaxia ou tratamento. também é indicado no tratamento das anemias megaloblsticas associadas a espru, deficiência nutricional, gravidez e na infância, quando não É possível realizar a terapia por via oral com o ácido fólico.

Efeito Colateral :

reações de hipersensibilidade, tais como rash cutâneo, urticárias, prurido ou reações alérgicas podem ocorrer.
Os antibióticos podem interferir com o método de ensaio microbiológico utilizado para determinar as concentrações de folatos séricos e em eritrcitos produzindo resultados falsamente negativos. Interfere com valores fisiológicos, pois a administraação de doses elevadas e contínuas de Folinato de cálcio pode reduzir concentrações de vitamina B12 no sangue.

Fórmula :

Comprimido
Cada comprimido contém:
ácido folúnico 15mg
(na forma de folinato célcico)
Excipientes: silicato de magnésio, estearato de magnésio, corante amarelo FD&C, lactose, celulose microcristalina, croscarmelose sódica.
Solução Injetível
Cada ampola de 1ml contém:
ácido folúnico 3mg
(na forma de folinato célcico)
veículo: álcool benzlico, cloreto de sódio, hidróxido de sódio, água para injeção.

Contra indicação :

O Folinato de cálcio não está recomendado no tratamento da anemia perniciosa, nem de outros estados anmicos megaloblsticos secundários de deficiência da vitamina B12, pois pode produzir uma remissão hematológica, ao mesmo tempo em que as manifestações neurológicas continuem progredindo. Atenção no tratamento da superdosagem de antagonistas do ácido Folúnico deve ser administrada o mais rpido possível, porque quanto maior for o intervalo de tempo menor seré a eficácia do ácido Folúnico. A monitoração da concentração sérica do metotrexato (MTX), É essencial para se determinar a dose ideal ou a duração do tratamento com ácido Folúnico. Retardo na excreção de MTX pode ser causado por acmulo de fludo no terceiro espao (ascite, derrame pleural), insuficiência renal e hidratação inadequada. Nestas circunstâncias, altas doses de ácido Folúnico ou Administração prolongada são indicadas. Doses superiores quelas recomendadas para uso oral devem ser administradas por via endovenosa. O ácido Folúnico pode aumentar a toxicidade da fluoruracila. Mortes conseqentes a enterocolite grave, diarreia e desidratação foram descritas em idosos com terapia semanal com ácido Folúnico e fluoruracila. Giranulocitopenia e febre concomitantes estavam presentes em alguns, mas não em todos os pacientes.

Interação Medicamentosa :

Quantidades excessivas de folinato de cálcio podem anular o efeito quimioterpico dos antagonistas do cálcio fólico. As necessidades de folatos podem também aumentar em razo da administração do uso prolongado dos seguintes medicamentos: corticosteróides, Analgésicos, anticonvulsivantes, estrgenos e salazosulfapiridina.
Altas doses de folinato de cálcio podem antagonizar os efeitos anticonvulsivantes de primidona, hidantona ou barbitúricos.

Modo de Usar :

Adultos:
antídoto (dos antagonistas do ácido fólico):
Metotrexato: Em geral, recomenda-se administrar a primeira dose de folinato de cálcio nas primeiras 24 a 48 horas para compensar as doses elevadas de metotrexato (no prazo de 1 hora em caso de superdosagem), com uma dosagem que produza concentrações sanguíneas iguais ou superiores s concentrações sanguíneas do metotrexato (o folinato de cálcio em doses de 15 a 25 mg por m 2 de superfcie corPórea produz uma concentração plasmática máxima de aproximadamente 1 micromolar).
A duração da administração do folinato de cálcio varia segundo as doses de metotrexato e as concentrações plasmáticas que se obtém (incluindo a taxa de eliminação): em geral continua-se administrando folinato de cálcio desde que a concentração de metotrexato decresa a nível inferior a 5x10 -8M. Doses superiores a 25 mg devem ser administradas por via parenteral.
Pirimetamina ou trimetoprina:
Prevenção: de 400 mcg (0,4 mg) a 5 mg com cada dose do antagonista do ácido fólico.
Tratamento: de 5 a 15 mg ao dia.
Antianmico (anemia megaloblstica secundária deficiência de folinato): 1 mg ao dia.
Crianças:
Devem ser seguidas as recomendações de posologia, com base na avaliação de superfcie corporal, conforme descrito para adultos.
Em pacientes com acidria, ascite, desidratação, obstrução gastrointestinal, disfunção renal ou derrame pleural ou
peritoneal pode ser necessário um tratamento com folinato de cálcio em doses maiores e/ou de maior duração, devido à excreção mais lenta de metotrexato e a maior demora para reduzir a concentração plasmática do metotrexato a níveis não txicos (menor que 5 x 10 -8 M). Recomenda-se que a duração da administração de folinato de cálcio nestes pacientes seja fundamentada pela determinação do metotrexato plasmático.
Para não interferir nos efeitos antineoplásicos do metotrexato melhor que a administração de folinato de cálcio seja consecutiva, não simultânea com a administração do metotrexato. O folinato de cálcio tem sido administrado simultaneamente com a pirimetamina e a trimetoprina por via oral ou intramuscular, sem problemas, em doses que variam de 0,4 a 5 mg para evitar a anemia megaloblstica devido a doses elevadas destes medicamentos.

Precauções e Advertências

Gerais - Recomenda-se a administração parenteral na presença de náuseas e vômitos, pois podem alterar a absorção do folinato de cálcio. A hidratação insuficiente secundária s náuseas e vômitos graves pode produzir aumento da toxicidade pelo metotrexato.
Esta medicação deve ser usada com precauções para reduzir os efeitos do metotrexato, quando existem os seguintes problemas médicos: acidria (pH urinário menor que 7), ascite, desidratação, obstrução gastrointestinal, derrame pleural ou peritoneal.
Na disfunção renal, há aumento do risco de toxicidade pelo
metotrexato, porque a sua eliminação pode estar alterada, podendo produzir acmulo. Doses pequenas de metotrexato podem
produzir mielossupressão grave e mucosite: nesses casos, pode ser necessária uma maior dosagem do folinato de cálcio ou aumentar a duração do tratamento.
Os pacientes que recebem folinato de cálcio para remoção dos efeitos txicos do metotrexato, ou outros antagonistas do ácido fólico, devem estar sob supervisão de um médico com experiência no uso do metotrexato.
Gravidez: ácido Folúnico É indicado no tratamento de anemias megalobsticas causadas pela gravidez.
Amamentação: Não se sabe se o ácido Folúnico excretado no leite materno. No entanto, problemas em humanos não foram documentados.
Pediatria: Nas crianças pode aumentar a frequência de convulsões, pois o ácido Folúnico age contrariando os efeitos anticonvulsivantes dos barbitúricos, das hidantonas e da primidona.

Superdosagem :

Quantidades excessivas de ácido folúnico podem anular o efeito quimioterpico dos antagonistas do ácido fólico.
Pacientes idosos:
Não existem relatos de problemas específicos causados pelo uso de ácido folúnico em idosos, porêm a capacidade desses pacientes em metabolizar e eliminar fármacos está diminuída, pois estes são mais suscetíveis a terem problemas da função renal, contudo, a dosagem deve ser ajustada de acordo com a resposta clínica do paciente.

Fabricante :

União Química Farmacêutica Nacional S.A.
Endereço: Avenida do Café, 277
São Paulo - SP, 04311-000
Telefone:(11) 5586-2000
SAC : 0800 11 15 59

Remédios do mesmo fabricante :


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.

Emagrecimento e Aumento de Massa Muscular