Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Flutivate - creme

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Fluticasona.

Apresentação : FLUTIVATE é apresentado nas formas de Creme e Pomada e acondicionado em bisnagas contendo 30 g. Cada grama contém: Pomada: Propionato de fluticasona (micronizado) 0,05 mg (0,005%). Creme: Propionato de fluticasona (micronizado) 0,5 mg (0,05%).

Indicação : FLUTIVATE Creme e Pomada é indicado para o alívio das manifestações de inflamação e prurido, em conseqncia das dermatoses sensíveis É corticoterapia, tais como: eczema, inclusive a tópica, infantil e eczemas discóides. Prurido nodular; psorase (excluindo psorase em placas disseminadas); neurodermatoses, incluindo lquen simples; lquen plano; dermatite seborrica; dermatite de contato; lpus eritematoso discóide; auxiliar da terapia esteroide sistémica no eritroderma generalizado; picadas de insetos; miliria rubra.

Efeito Colateral :

FLUTIVATE Creme e Pomada geralmente bem tolerado; ardncia local e prurido tém sido relatados. Se surgirem sinais de hipersensibilidade deve-se, imediatamente, paralisar a aplicação . O tratamento intensivo e prolongado com preparações de corticosteróides potentes podem causar alterações atróficas locais na pele, tais como: adelgaamento da pele, estrias, dilatação dos vasos sanguíneos superficiais, hipertricose e hipopigmentação. Infecção secundária, particularmente quando são usados curativos oclusivos ou quando as dobras da pele estáo envolvidas, a dermatite alérgica de contato tém sido relatadas com o uso de corticosteróides. A exacerbação dos sinais e sintomas das dermatoses tem sido relatada com o uso de corticosteride. A exemplo de outros corticosteróides tópicos, o tratamento de reas extensas ou o uso prolongado de grandes quantidades pode provocar absorção sistémica, suficiente para produzir sinais de hipercorticoidismo, especialmente em recêm-nascidos ou crianças, e sob tratamento oclusivo, Nos lactentes, até a fralda pode atuar como um curativo oclusivo. Em raros casos, o tratamento de psorase com um corticosteride (ou a sua retirada) capaz de provocar a forma pustular da doença.

Precauções :

O uso prolongado de altas doses em reas extensas do corpo, especialmente em crianças, pode levar à supressão adrenal. Crianças podem absorver proporcionalmente grandes quantidades de corticosteróides tópicos e, desta forma, serem mais suscetíveis toxicidade sistémica. A face, mais do que outras reas do corpo, pode exibir alterações atróficas, após tratamento prolongado com corticosteróides tópicos potentes, fato que se deve ter em mente ao se tratar condições, tais como: psorase, lpus eritematoso discóide e eczema severo. Se aplicado nas Pólpebras necessário cuidado para assegurar que o medicamento não penetre nos olhos, de modo a evitar irritação local ou glaucoma. Corticosteróides tópicos podem ser perigosos na psorase, por uma srie de razes, que incluem recidivas de rebotes, desenvolvimento de tolerância, risco de psorase pustular generalizada e desenvolvimento de toxicidade local ou sistémica, devido à deficiência na função de barreira da pele. Se usado na psorase importante a supervisão cuidadosa do paciente. Terapia antimicrobiana apropriada deve ser usada quando se quer tratar lesões inflamatórias que tenham sido primariamente infectadas. Qualquer desenvolvimento de infecção requer a retirada da terapia corticosteride tópica e Administração sistémica de agentes antimicrobianos. A infecção bacteriana estimulada pelo calor moderado e a umidade induzida por curativo oclusivo. Por isso, a pele deve ser limpa antes de se colocar um curativo novo. Gravidez: a administração tópica de corticosteróides em animais prenhes pode causar anormalidade no desenvolvimento fetal. A relevncia desse achado em humanos não está estabelecida; contudo, a administração de propionato de fluticasona, durante a gravidez, somente deve ser considerada se o benefício esperado para a me for maior do que qualquer possibilidade de risco ao feto. Lactação: Não É conhecido se o propionato de fluticasona excretado no leite materno, nem existem dados disponíveis nos estudos animais. Contudo, em vista do perfil farmacocinético do propionato de fluticasona improvável que a droga seja transferida para o leite materno.

Contra indicação :

Hipersensibilidade a qualquer componente da fórmula acne roscea; acne simples; infecções cutâneas primrias, causadas por vrus (por exemplo: herpes simples e varicela); prurido genital e perianal. O produto não É indicado no tratamento de lesões da pele primariamente infectada por bactrias e (ou) fungos. Dermatoses em crianças abaixo de um ano de idade, inclusive dermatite comum e dermatite amoniacal.

Modo de Usar :

Aplicar uma pequena quantidade de FLUTIVATE Creme ou Pomada nas reas afetadas da pele duas vezes ao dia.

Superdosagem :

A superdosagem aguda muito improvável de ocorrer, entretanto, no caso de superdosagem crônica ou de mau uso, pode surgir hipercorticismo e, nessa situação, o esteroide tópico deve ser descontinuado.

Fabricante :

GlaxoSmithKline.

Fabricante :

Fabricado por: GlaxoSmithKline Brasil Ltda.Estrada dos Bandeirantes, 8.464
Rio de Janeiro - RJ
CNPJ: 33.247.743/0001-10
SAC: 0800 701 2233
Indústria Brasileira

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA

Medicamentos do mesmo fabricante :

Aas 150, Aeroflux, Aerolin Comprimido, Aerolin Spray, Aerolin Xarope, Aerolin, Aerotide, Agenerase, Alkeran, Altargo, Amoxil 500 mg, Amoxil 500 mg, Amoxil BD, Amoxil, Antak 300 mg, Antak 150 mg, Antak, Atenol, Atinac, Aturgyl, Augmentin Duo Comprimidos, Augmentin Duo, Augmentin ES, Augmentin SR, Augmentin, Biovir, Calpol, clavulin BD, clavulin, clotan, Dequadin, Fisohex_ii, Flixonase, Fluarix, Flutivate, Fortaz, Fraxodi, Havrix, Hiberix, Imigran solução, Imigran, Imigranradis, Imuran, Infanrix, Lacipil, Lamictal, Lanoxin, Lanvis, Leite Magnésia, Lidosporin, Loncord, Marevan, Mebenix, Naramig, Nimbium, Nimovas, Niquitin CQ 2, Niquitin, Otosporin, Panadol Extra, Panadol, Pronazol, Pylorid, Relifex 500 mg, Relifex, Ridaura, Seretide, Seroxat 20, Seroxat, Valtrex, Varilrix, Wellbutrin SR 150 mg, Wellbutrin SR, Wellbutrin XL 150 mg, Wellbutrin XL 300 mg, Wellbutrin XL, Wellbutrin xr, Welleferon, Zantac, Zeffix, Zentel, Ziagenavir, Zinacef-750-mg, Zinacef, Zinnat 125 mg, Zinnat Suspensão, Zinnat, Zofran, Zovirax 200 mg, Zovirax 250 mg, Zovirax 400 mg, Zovirax, zyban, Zyloric, zyrtec


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.