Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Flogan - bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : diclofenaco ácido

Indicações: antiinflamatório, Analgésico e antipirático.

Apresentação : Embalagem contendo 20 comprimidos solveis de 12,5 mg e de 50 mg. Embalagem contendo 10 comprimidos solveis de 100 mg.

Efeitos Colaterais : erupções cutâneas, fenmenos de hipersensibilidade (broncospasmo, reações anafilticas ou anafilactides), edema, eritema multiforme, fotossensibilização, insuficiência renal aguda, hematéria, nefrite intersticial, síndrome nefrtica, trombocitopenia, leucopenia, agranulocitose, anemia aplástica, anemia hemoltica e síndrome de Stevens-Johnson. No local de aplicação das injeções podem surgir fenmenos inflamatórios, dor e, mais raramente, formação de abscesso e necrose.

Precauções :

Em tratamentos prolongados deve-se controlar periodicamente o hemograma e as funções renal e hepática. Como as prostaglandinas tém grande importncia na manutenção do fluxo sanguíneo renal, o produto deve ser empregado com cautela em nefropatas, cardiopatas, pacientes em uso de diuréticos e após grandes cirurgias. igualmente recomendável cautela ao prescrev-lo a idosos, em especial, queles que tenham função renal prejudicada e em uso de diuréticos e betabloqueadores. Os pacientes que apresentarem tonturas ou outros distúrbios do sistema nervoso central devem abster-se de dirigir veículos ou operar máquinas. Em pacientes grávidas, Flogan só deve ser prescrito em casos de extrema necessidade. Essa recomendação especialmente aplicvel nos três últimos meses de gravidez, pela possibilidade de ocorrerem alterações na motilidade uterina e/ou fechamento prematuro do canal arterial. pequena a quantidade de diclofenaco eliminada no leite materno, podendo, no entanto, ocasionar efeitos indesejáveis sobre o lactente. Conseqentemente, é aconselhável que mulheres que estejam amamentando abstenham-se de usar Flogan, qualquer que seja sua forma de Apresentação : . - Interações Medicamentosas:: o diclofenaco, tal como outros antiinflamatórios não hormonais, interage com anti-hipertensivos e diuréticos, provocando, no primeiro caso, hipertensão e, no segundo, anulação do efeito diurético com exacerbação de insuficiência cardíaca e hipertensão. A utilização de diuréticos poupadores de potássio deve ser acompanhada de controle da potassemia, pois esses agentes, combinados aos antiinflamatórios não hormonais, podem ocasionar aumento da potassemia e insuficiência renal aguda reversível. Não existem relatos de Interações significativas entre o diclofenaco e anticoagulantes, assim como entre aquela substância e os antidiabéticos orais. A utilização de antiinflamatórios não hormonais, menos de 24 horas após ou antes de tratamento com metotrexato, pode ocasionar elevação dos níveis séricos dessa última droga e aumentar sua toxicidade. O diclofenaco aumenta os níveis plasmáticos de lítio por prejudicar sua excreção renal.

Fórmula :

12,5 mg: comprimido solvel contendo 11,10 mgde diclofenaco ácido (equivalente a 12,5 mg de diclofenaco potássico) e excipientes (aroma de framboesa, aroma de morango, celulose microcristalina, ciclamato de sódio, croscarmelose sódica, dióxido de silício, estearato de magnésio, lactose e sacarina sódica). 50 mg: comprimido solvel contendo 44,3 mg de diclofenaco ácido (equivalente a 50 mg de diclofenaco potássico) e excipientes (aroma de limão, celulose microcristalina, ciclamato de sódio, croscarmelose sódica, dióxido de silício, estearato de magnésio, lactose e sacarina sódica). 100 mg: comprimido solvel contendo 88,6 mg de diclofenaco ácido (equivalente a 100 mg de diclofenaco potássico) e excipientes (aroma de limão, celulose microcristalina, ciclamato sódico, croscarmelose sódica, dióxido de silício, estearato de magnésio, lactose e sacarina sódica).

Contra indicação :

Flogan não deve ser utilizado por pacientes com úlceras pépticas, gastrites e duodenites. O uso do produto também contra indicado em pessoas com porfiria aguda e nas com reconhecida hipersensibilidade ao diclofenaco ou a qualquer um dos excipientes, assim como naqueles pacientes alérgicos cujas crises de asma e/ou rinite são desencadeadas ou agravadas pelo uso de salicilatos e outros medicamentos inibidores da síntese de prostaglandinas.

Modo de Usar :

Flogan Al Comprimido solvel - 12,5 mg: crianças com idade entre 18 meses e 4 anos e peso de 11 a 15 kg: 25 mg por dia, divididos em duas tomadas (1 comprimido a cada 12 horas). Crianças com idade entre 4 e 6 anos e peso de 15 a 20 kg: 37,5 mg por dia, divididos em três tomadas (1 comprimido de 8 em 8 horas). Crianças com idade entre 6 e 14 anos e peso de 20 a 45 kg: 50 mg por dia, divididos em duas tomadas (2 comprimidos a cada 12 horas). 50 mg: adultos: a posologia inicial de um comprimido solvel duas ou três vezes ao dia. Crianças acima de 14 anos (ou mais de 45 kg de peso): um comprimido solvel, duas vezes ao dia. 100 mg: adultos e crianças com mais de 14 anos (ou mais de 45 kg de peso): um comprimido solvel ao dia. Os comprimidos solveis de 12,5 mg, 50 mg e 100 mg devem ser dissolvidos em um copo com água, agitando-se o líquido para facilitar a dispersão, antes de ingerir. Uma vez que pequena porção da substância ativa pode ficar no copo, é aconselhável adicionar um pouco de água, para a ingestão do restante. Administrar de pReferência antes de refeições. - Pacientes idosos: os pacientes com mais de 65 anos são mais sensíveis é Ocorrência de efeitos colaterais com antiinflamatórios não hormonais (em especial, redução do volume urinário e irritação da mucosa gastrintestinal). Devem, portanto, utilizar a menor posologia capaz de produzir os efeitos terapêuticos desejados pelo menor tempo possível. - Superdosagem: são raros os relatos de superdosagem de antiinflamatórios não hormonais. Isso decorre de serem essas substâncias gastroirritantes (provocando vômito, quando em doses elevadas) e de fcil excreção pelos rins. Considerando a curta duração da meia-vida do diclofenaco, pode-se esperar grande margem de segurança. O tratamento da superdosagem e da intoxicação aguda consiste, essencialmente, em medidas de suporte e tratamento sintomático se surgirem complicações (hipotensão, depressão respiratéria, insuficiência renal, convulsões, irritação gastrintestinal, etc.) Em caso de ingestão excessiva de comprimidos ou gotas, o tratamento compreende também lavagem gástrica e uso de carvo ativado.

Fabricante :

Merck S.A. Indústrias Químicas

Estrada dos Bandeirantes, 1099
Jacarepaguá – Rio de Janeiro - RJ - Brasil
Tel.: +55 (21) 2444-2000
Fax: + 55 (21) 2444-2060

SAC Farmacêutica - 0800 727 7293
contato.merck@merck.com.br
SAC Química - 0800 727 7292
quimica@merck.com.br

Medicamentos do mesmo fabricante :

Aciclovir, Adronat 70 mg, Adronat, Alergomed, Alginac, Arcoxia, Asalit, Asmalergin, Biconcor, Bionorm, Cebion 500 mg, Cebion, Cestox, Cetirizina Mylan, Chibroxin, Cisticid, Clinfar, Co Renitec, Concor, Cronodipin, Cronomet, Dancor, Denapril, Diclin, Droptison, Elas, Emecort, Endrox, Euthyrox, Eutirox, Fem 7, Flaxin, Flogan AI, Flogan, Floratil, Floxacin, Fosamax 5, Fosamax, Glifage 850 mg, Glifage, Glucophage, Gludon, Hyzaar, Iloban, Kiadon 80 mg, Kiadon, Laxtam, Lipril 5, lipril 20, Lisinopril Mylan, Lisinopril, Loratadina, Lortaan 100, Lortaan, Maxalt 2, Maxalt, Mefoxin, Metformed, Mevacor, Midecamin, Mucoflux, Neobar, Nutrizim, Olfen Gel, Omcilon A M, Pan Emecort, Paracetamol, Pinapaz, Piroxicam, Plenax, Propecia, Proscar, Psiquial, Renitec, Roxflan, Septopal, Singulair, Tornassol, Vaqta, Vioxx, Zocor,

Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.